Arquivo de Vitória SC - Página 2 de 6 - Fair Play

Benfica-vs_edited.jpg?fit=1000%2C666&ssl=1
José AndradeDezembro 7, 20214min0

Esta semana continuamos a falar das jogadoras que mais se destacaram nesta 10ª jornada da Liga Betclic Feminina. Tivemos de tudo, exibições que nos deixaram de queixo caído, resultados surpreendentes, Benfica continua na liderança e como sempre vamos falar de 3 performances que nos impressionaram muito nesta décima ronda.

Nausia Woolfolk – Estrela imparável

No que era um dos jogos mais aguardados desta jornada, o União Sportiva venceu o Esgueira por 75-57, foi desta forma, com uma vitória contundente que as açorianas regressaram aos triunfos na Liga Betclic Feminina, comprovando assim o crescimento desta equipa de Ricardo Botelho.

Os destaques individuais foram muitos, mas a verdade é que vamos focar em Nausia Woolfolk, que além dos números já muito impressionantes realizou uma exibição ainda melhor, voltou a mostrar o porquê de ser uma das melhores jogadoras da Liga Betclic Feminina, mais uma vez a norte-americana encheu o campo com um jogo de classe, excelentes pormenores e números que impressionam qualquer um.

Nausia Woolfolk registou 30 pontos, com 11 acertos em 14 tentativas em lançamentos de campo, 3 em 3 na linha de três pontos, 5 em 5 na linha de lances livres, 11 ressaltos, 5 assistências e 1 roubo de bola, realmente são estatísticas que revelam o excelente jogo de uma jogadora que está em segundo e na luta para ser a MVP da Liga Betclic Feminina e é ainda a segunda jogadora com mais pontos na competição, 19.0 apenas atrás de Katherine Andersen com 19.3, mas o que impressionou neste jogo de novo foi a forma como Nausia Woolfolk surgiu em todos os lados e fez ainda mais do que os números conseguem demonstrar.

Maria Oliveira – Cada vez mais em destaque

Na segunda jogadora que colocamos como destaque da décima jornada da Liga Betclic Feminina, ela faz-nos viajar até Guimarães, para falar da Maria Oliveira, uma cara nova no Vitória SC que se evidenciou muito apesar do desaire da equipa de Pedro Dias, isto porque o conjunto da cidade berço acabou por ser derrotado pelo Olivais num jogo que ditou a segunda derrota consecutiva das vitorianas, desta vez por 62-71.

Olivais como tenho vindo a falar, está em crescendo e voltou a mostrar isso mesmo neste jogo, apesar disso e dos vários destaques individuais nesta partida, vamos falar de Maria Oliveira que realizou apenas o seu terceiro jogo na Liga Betclic Feminina, neste caso revelando ainda mais o porquê na aposta que a turma de Guimarães fez nela, foi um jogo onde deixou evidente muita da sua qualidade e o peso que vai ter na luta das tabelas, uma jogadora que ainda em fase de adaptação vai mostrando que foi um acerto e que vai colmatar uma das lacunas maiores do Vitória SC.

Neste jogo, Maria Oliveira conseguiu 9 pontos, com 3 em 10 de lançamentos de campo, 3 em 4 na linha de lances livres, 12 ressaltos, 5 assistências e 3 desarmes de lançamento, exibição de bom nível de uma jogadora que já deixa no ar a possibilidade de ser uma das atletas interiores em maior evidência na liga.

Devon Brookshire – Brilho de uma das melhores

Para terminar os nossos destaques da décima jornada da Liga Betclic Feminina, vamos até Vagos para falar de Devon Brookshire, um outro nome que tem estado em grande evidência na nossa liga. Neste jogo, o Vagos venceu o CAB Madeira por 68-52, a equipa de Aveiro reforça assim a sua posição na tabela classificativa, o conjunto de José Janeiro que está a realizar uma época muito boa vai neste momento no segundo lugar da Liga Betclic Feminina e com este triunfo leva agora 3 vitórias consecutivas num total de 8 em 10 jornadas já disputadas.

No que se refere a Devon Brookshire, falamos novamente de uma atleta que brilhou nos dois lados do campo, que foi preponderante na vitória do Vagos sobre a sempre complicada turma de Fátima Silva e ainda nos proporcionou uma das melhores exibições desta ronda.

Devon Brookshire neste duelo no Pavilhão CAB conseguiu, 21 pontos, com 6 em 16 de lançamentos de campo, 1 em 4 na linha de três pontos, 8 em 9 na linha de lances livres, 12 ressaltos e 1 assistência, novamente números esclarecedores sobre a qualidade de uma das maiores figuras destas 10 jornadas da Liga Betclic Feminina, reforçado com o ser a sétima jogadora com mais pontos, a quinta com mais ressaltos e uma jogadora que impressiona muito em todos os jogos.

Por esta semana é tudo, estamos cá todas as semanas para falar sobre a Liga Betclic Feminina e de alguns dos muitos destaques que cada jornada nos dá, não percam mesmo nenhum jogo porque a liga é muito boa e apaixonante e porque nos dá os melhores jogos a cada ronda.

HM__8825-scaled-1.jpg?fit=1200%2C801&ssl=1
José AndradeNovembro 23, 20214min0

Regresso da Liga Betclic Feminina, uma oitava jornada marcada pelos grandes duelos, excelentes exibições e é de três delas que vamos aqui falar hoje, além de jogos fantásticos que nos deixaram a todos colados à cadeira. Como habitualmente, é difícil escolher apenas 3 jogadoras em destaque da jornada, devido à muita qualidade dificulta as escolhas, mas apurámos três nomes que merecem a referência semanal.

Sara Ressurreição – O pendulo Vimaranense

Esta oitava jornada, marcou o regresso do Vitória SC às vitórias, a equipa de Guimarães derrotou o Guifões SC por 92-58 num belo jogo de basquetebol, onde várias atletas se destacaram, como a Kahlia Lawrence ou Karla Hidalgo, mas a jogadora mais neste jogo foi Sara Ressurreição. Um duelo que começou equilibrado e que mudou a favor do Vitória no segundo quarto e muito por culpa da base.

Sara Ressurreição, atleta da equipa liderada por Pedro Dias, voltou a ser preponderante por tudo o que fez no ataque e na defesa, não só brilhou como habitualmente nos lançamentos, como foi muito importante no aspeto defensivo, voltando a estar em evidência nos roubos de bola É uma peça fulcral para o Vitória e neste jogo vitorioso voltou a sê-lo com nova exibição de encher o olho. Conseguiu, 15 pontos com 5 em 5 de lançamentos de campo, 1 em 1 na linha de três pontos e 4 em 5 na linha de lances livres, além disso ainda juntou 3 ressaltos, 7 assistências e 4 roubos de bola neste encontro para a Liga Betclic.

Manuela Martinez – Energia inesgotável

Para o nosso segundo destaque, vamos até Vagos para falar de Manuela Martinez, uma jogadora com um pulmão capaz de aguentar o jogo todo em alta velocidade. No Pavilhão Municipal de Vagos, a equipa de José Janeiro recebeu e venceu o CRC Quinta dos Lombos por 69-58 numa partida intensa, com ritmo muito elevado e que ditou alguns dos melhores duelos desta jornada. Neste confronto, os destaques podiam ser Martha Burse ou Ndioma Kane, mas a verdade é que vou falar de Manuela Martinez, ela que tem sido um dos nomes em maior evidência nestas oito jornadas da Liga Betclic Feminina.

Neste encontro, a estratégia do Vagos voltou a resultar, os ataques rápidos com Martha Burse e Manuela Martinez a assumirem o controlo do jogo ofensivo da equipa Aveiro tornaram a criar problemas na defesa contrária, desta vez, do Quinta dos Lombos. Manuela Martinez esteve em plano de destaque não só pela velocidade, pela capacidade de aguentar o tempo todo a correr, mas também por tudo o que voltou a dar à equipa, desde o que construiu até ao que ajudou na defesa, uma nova ótima exibição para a colombiana. A terceira jogadora com mais assistências na Liga Betclic, registou neste jogo 16 pontos, com 7 em 14 em lançamentos de campo e 2 em 4 da linha de lances livres, ainda 4 ressaltos, 8 assistências e 5 roubos de bola.

Laura Westerick – A Neerlandesa de luxo

Para terminar os nossos destaques da oitava jornada da Liga Betclic, vamos até aos Açores para falar de um duelo entre equipas das ilhas e onde o União Sportiva derrotou o CAB Madeira por 65-60. A equipa da casa foi melhor, mas sentiu muitos problemas com a capacidade madeirense de nunca desistir. Jogo marcado pelo basquetebol muito atrativo, bom espetáculo e que marca a segunda vitória consecutiva do União Sportiva, que assim volta a estar numa boa série de resultados. Laura Westerik regressou em grande ao Pavilhão Desportivo Sidónio Serpa, a internacional pelos Países Baixos que tinha sido chamada a representar a laranja mecânica, e mostrou o porquê de ser uma das peças mais importantes desta equipa num duelo de ilhas onde as Açorianas foram mais fortes.

Voltou a ser o jogo onde a neerlandesa esteve muito bem, sem se destacar em apenas uma ação, mas a ser, como sempre, certinha e eficiente em tudo, uma jogadora que raramente joga mal e que neste duelo foi muito importante pelas ações sem bola e pelo que ajudou a que outras colegas rendessem. Laura Westerik conseguiu neste jogo, 12 pontos, com 3 em 10 de lançamentos de campo, 2 em 4 de lançamentos exteriores, 4 em 4 na linha de lances livres, depois ainda assinalou 12 ressaltos, 3 assistências e 1 roubo de bola.

Estes foram os nossos destaques da oitava jornada da Liga Betclic, podíamos ter falado de Gabriela Raimundo, de Raphaella Silva ou de Briana Green, entre várias outras jogadoras que se destacaram e que demonstram assim como é difícil escolher, além de mostrarem que existe mesmo muita qualidade na Liga Betclic. Jornada que deixou evidente mais uma vez que a Liga Betclic feminina é o palco do melhor basquetebol.


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS