Arquivo de Histórias de Futebol - Fair Play

Triestina-2017.jpg?fit=1200%2C624&ssl=1

Imagine um estádio onde se disputaram jogos de campeonatos nacionais diferentes na mesma época. Isto de facto aconteceu, aconteceu na cidade de Trieste, que depois da guerra era reclamada pela Itália e a Jugoslávia. Num domingo jogava Triestina no campeonato italiano e no domingo seguinte o Amatori Ponziana jogava no campeonato da Jugoslávia.

O Território Livre de Trieste e a cidade de Trieste. (1945-1954)

Depois da II Guerra Mundial o clima na região continuou bastante tenso. A cidade de Trieste era disputada pelos aliados e pela recém fundada República Socialista Federativa da Jugoslávia. O Exercito Nacional da Jugoslávia chegou mesmo a ocupar a cidade, a ocupação ficou conhecida como os “40 dias de Trieste”.

Na realidade a região de Trieste, hoje parte da Itália, Croácia e Eslovénia, teve o estatuto de nação independente entre 1947 e 1954. O “Território Livre de Trieste” estava dividido entre duas zonas de ocupação militar, a Zona A administrada pelas tropas inglesas e americanas, a Zona B era administrada pelas tropas jugoslavas. Em 1954 foi assinado um entendimento entre a Itália e a Jugoslávia.

A cidade de Trieste que estava situada na Zona A ficou sob controlo italiano. A cidade de Koper (Eslovénia) e parte da atual Província de Istra (Croácia) estavam na Zona B que ficou sob administração da Jugoslávia. No ano de 1975 na cidade de Ancona foi assinado o “Tratado de Osimo”, tratado esse que serviu para dividir definitivamente a região entre a Itália e a Jugoslávia.

O Futebol na cidade de Trieste

Associazione Sportiva Dilettantistica Ponziana

A história do Ponziana (fundado em 1912) é uma história de instrumentalização política quase desde o começo. Em 1928, o regime fascista impôs uma fusão ao Ponziana com a Associazione Sportiva Edera.

A intenção do governo de Mussolini era terminar com os clubes politicamente “indesejados”, o Ponziana era um deles, fundado por socialistas que residiam no bairro operário de San Giacomo. Após a fundação do Associazione Sportiva Ponziana Edera, uma parte dos membros do clube por não concordar a decisão do governo abandona o clube. Os membros descontentes fundaram o  S. S. Ponzianini Erranti para competir nos escalões amadores.

Em 1946, acontece nova cisão no Ponziana por razões políticas. A Federação de Futebol da Jugoslávia convidou o clube a participar na primeira edição do Campeonato da Jugoslávia. Nem todos estavam de acordo e o clube voltou-se a separar. Vários dirigentes e jogadores abandonaram o clube e fundaram o Amatori Ponziana, para competir na “Prva Liga” (Liga Nacional da Jugoslávia) competiram entre 1946 e 1949. Na época 48/49, o clube é relegado da “Prva Liga” e abandona o futebol jugoslavo. Nesse mesmo ano volta reunificar-se com o “outro” Ponziana que permaneceu no futebol italiano.

Unione Sportiva Triestina Calcio
O Triestina, o outro clube da cidade que dividia o estádio com o Ponziana, participou na primeira edição da Serie A após a II Guerra Mundial. Na época 194748, o Triestina bateu todos os seus recordes e fez uma época que ficou para a história do clube, terminou no segundo lugar com os mesmos pontos da Juventus e do Milão, porém este trio ficou bastante longe do “Grande Torino” que venceu o campeonato italiano com larga vantagem.

A cidade de Trieste (Foto: Getty Images)

A estranha época 1946/47.

Os dois clubes da cidade de Trieste terminaram as respetivas ligas nacionais na zona de relegação mas nenhum foi relegado. O Triestina terminou no último lugar com apenas 18 pontos, bastante longe da linha de água, todavia o futebol já era visto em Itália como uma ferramenta de propaganda política, de forma a manter  influência na cidade de Trieste, onde o futuro permanecia incerto, decidiu expandir a liga de 20 para 21 clubes e voltou a reintegrar o  Triestina na Serie A, acabaram por descer o Brescia e Veneza, 18º e 19º classificados. Na época seguinte foi feito um forte investimento no clube e o Triestina ficou no segundo lugar.

O Ponziana terminou no 11º lugar, em posição de descida, mas também não desceu de divisão. Na primeira edição do Campeonato da Jugoslávia participaram 14 equipas mas foram despromovidas cinco equipas de forma a reduzir o campeonato para dez equipas para a época seguinte. Na época inaugural o Ponziana termina no 11º posto, mas quem desce no seu lugar é o Kvarner Rijeka que terminou no nono lugar.

2018

Atualmente o Triestina joga na Serie C, desde 1959 que não voltou a jogar no primeiro escalão do futebol italiano, na época 2012/13 bateu no fundo devido a problemas financeiros e participou na “Eccellenza” (quinta divisão).

O rival Ponziana continua nos escalões mais baixos do futebol italiano, joga na divisão “Promozione” (sexta divisão) na região de  Friuli-Venezia Giulia. Em 1952, três anos após a reunificação, o clube cai da Serie C para as ligas regionais e desde então o clube nunca mais de lá saiu.

O Ponziana em 1970 (Foto: Getty Images)


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS