Arquivo de Modalidades - Fair Play

EQU_423231652288208.jpg?fit=1200%2C898&ssl=1
José AndradeNovembro 30, 20226min0

Hoje vamos olhar para o basquetebol jovem feminino ribatejano, são muitos os nomes em destaque, mas neste artigo falamos de 4 jogadoras que se evidenciam desde cedo na região pelo enorme talento e muito potencial, por isso mesmo venham connosco e fiquem a saber mais sobre estas jovens craques.

Fabiana Martinho – Um poço de força e de técnica

Começamos esta nossa viagem por terras ribatejanas, parando na Chamusca de onde chega o primeiro grande talento desta lista do basquetebol jovem feminino ribatejano. Nestas 4 atletas, Fabiana Martinho é a mais experiente, jogadora de 2005 e uma das figuras maiores do Campeonato Distrital sub-18 sendo a protagonista do Chamusca BC que lidera nesta altura. Fabiana Martinho é uma jogadora que impressiona pela sua capacidade física algo que alia com a muita técnica e ainda com a sua determinação, é uma lutadora incansável que nos brinda com momentos extraordinários nos dois lados do campo.

É uma jogadora que desde cedo se mostrou, que ainda nos primeiros anos já mostrava que era um caso sério, mas a sua evolução tem confirmado muito do que se esperava que viria a ser esta jogadora, sendo de realçar que ainda tem uma margem muito grande que a pode levar a outros patamares. Fabiana Martinho encanta nas idas para o cesto, além de ter no tiro de média e longa distância uma arma que vai usando cada vez melhor, falamos de uma atleta com um elevado potencial, que sempre que a voltamos a ver jogar apresenta uma evolução grande em algum aspeto. Sem medo de assumir, ganha duelos no 1×1 a jogadoras mais rápidas e mais fortes fisicamente, impressiona pela sua capacidade de aguentar contactos, de ganhar duelos e pelo que faz na defesa e no ataque, um valor com capacidade para ir muito longe.

Lara Duarte – “El bicho” ribatejano

“Roubando” a alcunha de Artémis Afonso, apresentamos a segunda jogadora da lista de talentos do basquetebol jovem feminino ribatejano, esta vinda de Torres Novas, mais uma jogadora que desde cedo tem impressionado pelo seu valor e que vai deixando claro que é mais uma atleta com muito talento que a Zona Alta potencia ao longo dos anos. A alcunha “roubada” a Artémis Afonso serve para ser ter uma noção da capacidade física de Lara Duarte, uma jogadora com superioridade no que ao aspeto físico diz respeito, que vence a maioria das disputadas de bola e de duelos individuais.

A nota de realce é a evolução que tem existido, principalmente nesta temporada onde Lara Duarte começou muito bem, dedo de uma das melhores treinadores nacionais como é o caso de Mariana Guedes, mas a jogadora da Zona Alta tem vindo a deixar claro ao longo do avançar da época que vem para ser ainda mais figura neste Campeonato Distrital sub-18, sendo para já e como esperado um dos destaques maiores desta competição com grandes exibições umas atrás das outras. Jogadora muito forte no pintado, que domina nos duelos das tabelas, com capacidade de salto, que sabe defender jogadoras de menor estatura e com maior velocidade e que além de saber usar o seu corpo vai demonstrando que não é só força e que tem ali capacidade técnica. No ataque surge sempre bem, tem vindo a melhorar no lançamento de meia distancia, algo que é cada vez mais usado no seu jogo, além disso brilha pelo trabalho de poste e pelo seu jogo de pés, algo que tem melhorado muito e onde se vai evidenciando cada vez mais. Torres Novas sempre nos habituou a jovens com muita margem de progressão e Lara Duarte é mais uma atleta que pode também rumar a outra realidade competitiva pelo seu muito valor e enorme margem para progredir ainda mais.

Maria do Mar Caroço – Talento em estado puro

Dentro desta nossa aventura pelos talentos ribatejanos, chegamos a Santarém para falar de um dos maiores talentos de 2008, não só a nível distrital como a nível nacional. Maria do Mar Caroço é mais um daqueles casos que desde muito cedo mostrou que podia chegar muito longe, com um potencial enorme e uma capacidade de trabalho impressionante. A jogadora scalabitana vem de superar uma lesão grave que a afastou por vários meses da competição, mas que não a travou, muito pelo contrário colocou à vista a fibra e o empenho desta atleta.

Falamos de alguém que entra no top20 de maiores talentos do ano de 2008 a nível nacional, dona de uma capacidade física impressionante, não sendo uma das atletas mais altas compensa com toda essa capacidade que lhe permite vencer no corpo a corpo com adversárias mais corpulentas. São muitos os pontos onde a atleta do Santarém BC se destaca, como a mudança de velocidade, algo que a torna temível no 1×1, além disso acresce a sua visão de jogo, capacidade de passe e a forma como lê e pensa cada movimento durante as partidas. A capacidade técnica é sem dúvida algo que a faz destacar-se, mas é algo que alia à forma como recupera defensivamente, onde se volta a destacar pelo bem que defende. Maria do Mar Caroço é uma jogadora muito completa, que se evidencia em tudo dentro de campo e ainda mais fora pelo seu compromisso e capacidade de trabalho, um valor que tem tudo para chegar muito longe e que é uma das craques maiores do basquetebol jovem feminino ribatejano.

Joana Bernardes – Evolução e cada vez mais em destaque

O nosso último destaque ribatejano chega de Rio Maior, clube onde proliferam sempre muitos valores com enorme potencial e desta vez vamos olhar para Joana Bernardes uma atleta que tem vindo a crescer muito nesta temporada. A atleta do Rio Maior Basket sempre se evidenciou pelo que fazia com a sua velocidade e técnica, mas nesta temporada o que se nota é a sua evolução no que faz sem bola e na sua capacidade de pensar mais o jogo, de analisar melhor, algo que a tem tornado numa base cada vez melhor.

Do ponto de vista técnico temos assistido a essa potenciação que se junta esta evolução em outros aspetos, aqui também mérito para Vasco Pais que tem sido muito o responsável pelo crescimento de mais um valor que sempre demonstrou que tinha bastante potencial dentro do basquetebol ribatejano. Joana Bernardes tem vindo a ser uma das figuras em Rio Maior, com oportunidades já na equipa sénior onde conseguiu mostrar-se além de ser um dos valores em evidência no Campeonato Distrital e do basquetebol jovem feminino ribatejano. Dona de muita capacidade técnica que a coloca como uma das bases mais virtuosas na região, aliando a esta enorme crescimento e ao seu muito potencial, Joana Bernardes é mais um talento com o carimbo de Rio Maior que em breve pode chegar a outros voos.

Ficaram aqui 4 jovens que se destacam muito no basquetebol jovem feminino ribatejano, zona de muitas atletas com imenso potencial e nesta lista ficámos a conhecer um pouco mais de 4 nomes com tudo para rumar a outros níveis competitivos a nível nacional.

aliassime.jpg?fit=876%2C466&ssl=1
André Dias PereiraNovembro 30, 20223min0

O Canadá sagrou-se, pela primeira vez, campeão da Davis Cup, a mais importante competição de seleções de ténis. Os canadianos tornaram-se o 16º país a conquistar o título por equipas, ao fim de 109 anos de participações. E para isso muito contribuiram Shapovalov e Felix Aliassime. Os dois tenistas foram essenciais no triunfo sobre a Austrália por 2-0.

Mas vamos por partes. Shapovalov começou por vencer Thanasis Khokkinakis, por 6-2 e 6-4. Seguiu-se o triunfo de Aliassime sobre De Minaur por  6-3 e 6-4.

Esta foi a segunda vez que o Canadá chegou à final. A primeira aconteceu em 2019, mas não levou a melhor sobre o favoritismo de Espanha. Esse foi também o ano em que a competição adotou o atual modelo de Finals. Desta vez, os canadianos detinham algum favoritismo. Até porque os australianos estavam desfalcados de Nick Kyrgios, um dos jogadores em melhor forma no circuito.

Ao todo a Austrália já venceu a competição por 28 vezes (incluindo o período em que era Australásia), a última das quais em 2003. O maior campeão é, contudo, os EUA com 32 títulos, o último em 2007.

O triunfo canadiano revela o crescimento do país na cena do ténis mundial nos últimos anos. No mais, Felix Aliassime, tem vindo a consolidar-se no top-10. Aos 22 anos é já número 6 mundial. E isso muito se deve ao grande ano de 2022 onde alcançou todos os 4 títulos que conquistou como profissional: Basileia, Antuérpia, Florença e Rotedão. Foi ainda finalista vencido em Marselha e jogou o ATP Finals, vencendo ainda a Laver Cup.

Alemanha e Itália no caminho

Shapovalov, 23 anos, é 18 do mundo e também um dos mais talentosos do circuito. Tem tido alguns altos e baixos, é certo, mas é um jogador que pode vencer qualquer um. O ano de 2022 trouxe alguns dissabores, como as derrotas nas finais de Viena e Seul. Mas se no plano individual as coisas não lhe correram bem, por equipas conquistou a Laver Cup e agora a Taça Davis.

O percurso para chegar à final não foi fácil. Os canadianos tiveram que afastar primeiro a Alemanha e depois Itália. Em ambos os casos, a vitória foi por 2-1. Contra os alemães, Aliassime e Pospisil fizeram a diferença. Primeiro, Aliassime diante Oscar Otte (7-6 e 6-4) e depois Pospisil e Shapovalov, em duplas, contra Tim Puetz e Kevin Krawietz (2-6, 6-3 e 6-3). Uma vitória de virada, após melhor início dos alemães com triunfo de Jan-Lennard Sruff sobre Shapovalov (3-6, 6-4 e 7-6).

Contra os italianos, novamente uma reviravolta. Os transalpinos começaram por ganhar em jogo individual. Sonego levou a melhor sobre Shapovalov (7-6, 6-7 e 6-4). Só que os canadianos reagiram por Aliassime, que levou a melhor diante Musetti (6-3 e 6-4). E depois, em duplas, com Alassime e Pospisil a ganharem aos favoritos Matteo Berrettine e Fabio Fognini (7-6 e 7-5).

Neste torneio, destaque também para a Croácia, que alcançou as semi-finais, deixndo para trás Espanha. Os croatas contaram nas suas fileiras, entre outros, com Marinc Cilic e Borna Coric. A Espanha não contou com as suas maiores estrelas (Nadal e Alcaraz) mas tinha Bautista Agut, Ramos Viñolas, Pedro Martinez e Marcel Granollers.

Já os EUA cairam nos quartos de final, diante Itália (2-1). O seu último título foi em 2007.

313184447_505754934915873_6246440777985811864_n.jpg?fit=1200%2C1800&ssl=1
José AndradeNovembro 28, 20226min0

O fim-de-semana serviu para garantir quem são as equipas apuradas para a segunda fase da Taça de Portugal Skoiy onde já vamos contar com os conjuntos da Liga Betclic Feminina e aqui vamos olhar para tudo nesta competição

1ª Eliminatória – Coimbrões e Maria da Fonte em alta voltagem

A nova edição da Taça de Portugal Skoiy iniciou com o SC Maria da Fonte a eliminar o Vitória SC, depois disso assistimos à passagem do GICA, GD Gafanha, CLIP, Maia Basket SC Braga, FC Vizela e SC Coimbrões que foram assim as primeiras equipas a garantir o passaporte na fase seguinte da Taça de Portugal Skoiy, já uma fase com grandes jogos e onde o Coimbrões surpreendeu a AD Sanjoanense e ainda o SC Maria da Fonte que triunfou num duelo muito emocionante com o Vitória SC.

2ª Eliminatória – Ovarense e Braga passam em duelos de altíssimo nível

Na 2ª eliminatória da Taça de Portugal Skoiy, tudo arrancou com a Ovarense a vencer o Académico FC num dos duelos mais equilibrados e emocionantes desta eliminatória, depois disso Vasco da Gama, Fayal SC, SC Coimbrões, CLIP, GDRAR, Basquete Clube de Barcelos, SC Maria Fonte, Boa Viagem, SC Braga, Algés e Ferragudo foram os conjuntos seguintes a garantir a passagem à fase seguinte da Taça de Portugal Skoiy, mais uma vez jogos que demonstram bem o nível elevado do basquetebol feminino nacional.

3ª Eliminatória – Algés não abranda

A 3ª eliminatória teve o seu início em Algueirão, onde o GDEMAN foi a primeira equipa a garantir a passagem à próxima fase da Taça de Portugal Skoiy, depois disso tivemos o SC Braga, Ferragudo, Algés, CLIP, Vasco da Gama, CBQ e Basquete de Barcelos foram os conjuntos seguintes a carimbar a passagem para a 4ª eliminatória da competição, destaque para o Algés que causou uma das maiores surpresas destas primeiras eliminatórias.

4ª Eliminatória – Ferragudo trava Algés e Barcelos segue sem conhecer a derrota

Chegámos à última eliminatória antes da entrada dos conjuntos da Liga Betclic Feminina, com o CBQ a eliminar o GDEMAM dando assim início a esta ronda da Taça de Portugal Skoiy, em seguida o CLIP, o Basquete Clube de Barcelos e o Ferragudo eliminaram, Vasco da Gama, SC Braga e Algés respetivamente definindo assim as equipas que vão tentar surpreender os conjuntos da principal competição do nosso basquetebol, 4 jogos de grande intensidade e que marcou a queda dos últimos conjunto do CN 2ª Divisão.

Oitavos-de-final: Quem será a próxima grande surpresa?

O sorteio já se realizou e ficámos a saber que nesta próxima fase vamos ter o reencontro entre o SL Benfica e o GDESSA, equipas que estiveram na última final da Taça de Portugal Skoiy e que com isto vamos ter pelo menos um finalista diferente da última edição. Depois disso o CLIP, Barcelos, CBQ e Ferragudo que vão defrontar o Olivais FC, CPN, Quinta dos Lombos e Galitos respetivamente, vão ser os conjuntos do CN 1ª Divisão que vão tentar causar as próximas grandes surpresas com a eliminação de uma desta equipas da Liga Betclic Feminina. Ainda vamos ter o União Sportiva a enfrentar o AD Vagos, o Esgueira a medir forças com o CAB Madeira e Imortal a defrontar o Francisco Franco que vão tentar chegar aos quartos-de-final da Taça de Portugal Skoiy, conjuntos que vão assim em busca do grande sonho de chegar à final da competição.

Maiores destaques individuais de cada uma das eliminatórias:

– Sofia Cavadas: Muita classe em super duelos

O nosso primeiro destaque chega da AD Sanjoanense que caiu na 1ª Eliminatória, mas Sofia Cavadas esteve em plano de evidência por aquilo que fez nesta partida. Falamos de uma jogadora referência do nosso basquetebol, com muitas provas dadas e que já sabemos que em todos os jogos podemos esperar grandes exibições e neste duelo não foi diferente. Uma partida dura, muito disputada e onde Sofia Cavadas além da mais inconformada foi também a mais tentou levar a AD Sanjoanense à vitória neste encontro espalhando a sua imensa classe pelo Pavilhão Municipal de Coimbrões. Sofia Cavadas conseguiu 16 pontos, 7 ressaltos, 1 assistência e 3 roubos de bola.

– Mariana Monteiro: Manter o nível exibicional elevadíssimo

Na 2ª eliminatória tivemos uma vez muitos destaques, fica impossível não mencionar Rebecca Taylor, Monique Jones ou Blair Ripley, mas o maior destaque foi Mariana Monteiro, ela que já vinha a ser uma das jogadoras em maior evidência no Vasco da Gama e que chegou ao Pavilhão Municipal de Condeixa-a-Nova e espalhou a sua imensa qualidade com uma exibição de luxo que reforçou o estatuto de uma das maiores protagonistas do arranque de época no Vasco da Gama. Neste duelo Mariana Monteiro obteve, 22 pontos, 9 ressaltos e 3 roubos de bola.

– Fatumata Baldé: Nível MVP jogo após jogo

O destaque da 3ª eliminatória chegou do Algarve, falamos claro de Fatumata Baldé que tem sido um dos nomes em maior evidência no nosso basquetebol estando a ser uma das estrelas do Ferragudo e do CN 1ª Divisão. Neste encontro, o Ferragudo conseguiu eliminar o GDRAR em Évora e a jogadora que mais brilhou foi Fatumata Baldé que mostrou mais uma vez a sua muita qualidade e o porquê de estar em alta nesta altura no nosso basquetebol. Fatumata Baldé conseguiu, 24 pontos, 6 ressaltos, 4 assistências e 2 roubos de bola.

– Rebecca Taylor: A grande estrela de Barcelos

Chegamos ao destaque da 4ª eliminatória e vamos até Barcelos para falar de Rebecca Taylor, esta jogadora tem sido o maior destaque de um conjunto que ainda só venceu nesta temporada e que se assumiu ainda mais como uma das equipas mais fortes do nosso basquetebol. Rebecca Taylor tem sido o maior destaque do CN 1ª Divisão, do Barcelos e não só, esta jogadora que chegou este ano ao Minho está a ser a estrela do nosso basquetebol com uma média de 33,2 pontos neste arranque de temporada e para isso contribuiu e muito estes 50 pontos, 27 ressaltos, 7 assistências e 3 roubos de bola que obteve neste encontro da 4ª eliminatória da Taça de Portugal Skoiy

Deixámos tudo aqui sobre o que tivemos até então e ainda o que está por vir na Taça de Portugal Skoiy, mais uma competição que está muito animada e que promete deixar ainda mais ao rubro o basquetebol nacional com os duelos dos “oitavos”.

Foto: Facebook MaryBasket

FikB5JHXEAAaBvG.jpg?fit=1200%2C768&ssl=1
Francisco IsaacNovembro 27, 20225min0

Depois do fim da janela internacional do Outono de 2022, um bom número de atletas portugueses voltaram à actividade pelos seus clubes, como Mike Tadjer, Samuel Marques ou Thibault de Freitas, com o destaque da jornada a ir para uma série de jogadores, sendo que vários realizaram boas exibições tanto no Top14, Premiership, ProD2 ou División de Honor.

NOTÍCIAS DE OUTROS JOGADORES

Mike Tadjer foi chamado à convocatória do Perpignan, tendo jogado cerca de 30 minutos. Inicialmente, o talonador, que começou no banco de suplentes, foi chamado aos 12 minutos numa substituição temporária (protocolo de concussão) e manteve-se dentro de campo até aos 33′, altura em que saiu, para depois voltar a retornar quando já estávamos nos 10 minutos finais. Cinco placagens, cinco introduções, e uma penalidade final conquistada numa formação-ordenada, que foi decisiva para garantir nova vitória neste Top14, estando agora com 5 pontos de distância do último lugar.

Sebastien de Chaves foi titular nos Newcastle Falcons e voltou a ser importante na sua equipa, que garantiu uma vitória nesta jornada da Premiership: quinze placagens, um turnover, seis alinhamentos captados, uma intercepção e 20 metros de conquista em seis portagens de bola.

Samuel Marques retornou do Dubai para se apresentar como titular no Carcassonne, com o formação português a somar os 80 minutos e uma das chaves-mestras nesta vitória dos jaunards na ProD2. Não foi o chutador de serviço nesta jornada, mas foi castigando o Agen através do seu jogo, com uma série de boas incidências que beneficiou o Carcassonne.

Encontro de portugueses no encontro entre o Béziers-Hérault e Rouen Normandie, com Raffaele Storti e Francisco Fernandes a serem titulares na equipa da casa, enquanto Cody Thomas também teve direito a começar de início, com Lucas da Costa a entrar em campo no decorrer da 2ª parte. A vitória acabou por sorrir ao Béziers, num jogo em que Francisco Fernandes dominou na formação-ordenada e travou um duelo intenso com Cody Thomas (consentiu uma penalidade nesta fase-estática) e apresentou-se em força no apoio ao breakdown, sendo que Raffaele Storti saiu à passagem do 39º minuto, depois ter sido protagonista de um par de bons momentos individuais.

30 minutos para Nicolás Martins, que acabou por estar envolvido no ensaio da vitória do Angoulême, que garantiu quatro preciosos pontos para fugir ao último lugar da ProD2, deixando o Massyone para trás na classificação. O asa com sete placagens (uma dominante), uma captação no alinhamento e três portagens de bola, trouxe estabilidade à 3ª linha naqueles 10 minutos finais decisivos.

Dany Antunes alinhou como abertura pelo Cognac, apontou sete pontos ao pé (uma penalidade e duas conversões), assistindo para um dos ensaios da sua equipa, que não conseguiu quebrar a sequência de 11 derrotas consecutivas na Nationale 1.

https://www.facebook.com/photo?fbid=582622323864767&set=a.126917946101876

José Lima e Geoffrey Moise foram utilizados na vitória do Narbonne, com destaque para uma boa exibição do centro internacional português, que não só placou eficazmente por oito ocasiões, como ainda foi um dos pêndulos do ataque, agarrando bem a defesa contrária. Já o pilar internacional português entrou nos últimos 20 minutos, e se mostrou sólido nas formações-ordenadas.

Cyrille Andreu ajudou o Aubenas a sair do campo do líder Nîmes com uma vitória sensacional por 24-16, tendo o defesa esboçado um perfeito drop que acabou aos 75′ que acabou por fechar este resultado imprevisível para a Nationale 2 (Grupo 1).

Lionel Campergue foi suplente utilizado na derrota do Bassin D’Aranchon ante o Auch, e esteve a um nível mediano nesta desaire por 20-48, falhando só uma introdução no alinhamento, para além de ter placado por quatro ocasiões neste encontro.

Luigi Dias manteve a titularidade no Saint Jean-de-Luz, com cinco conquistas no alinhamento, uma intercepção, um turnover, sete placagens e um par de defesas batidos, com a equipa vert et rouge a derrapar no campo do Lannemezan.

Loïc Bournonville foi titular na emocionante vitória do Rumilly no campo do Stade Dijonnais, que garantiram a vitória quando faltavam apenas 7 minutos para o fim do encontro. Em relação ao talonador, oito introduções no alinhamento, cinco portagens de bola que terminaram sempre na conquista da linha-de-vantagem, realizando uma das melhores exibições da temporada.

Thibault de Freitas e Kevin Batista jogaram pelo Floirac, com o nº8 português a ser um dos protagonistas, apesar de não terem evitado uma derrota no campo do Limoges.

Éric dos Santos foi titular pelo Anglet, que deixou fugir a vitória nos últimos 5 minutos de jogo, num encontro onde o 2ª linha foi determinante no alinhamento.

José Conde entrou aos 46 minutos de jogo, mas não conseguiu ir a tempo de evitar que o Santboiana fosse surpreendido pelo Cisneros (Tomás Cabral não foi convocado) e consentisse uma derrota para esta División de Honor espanhola. Um par de boas acções nas fases-estáticas, e três portagens de bola em mais uma aparição do 1ª linha pelos campeões nacionais espanhóis.

Jacques Le Roux foi titular pelo Moseley, mantendo-se em campo até ao apito final, com o veteraníssimo 3ª linha a somar dois turnovers no breakdown e três tackle-busts neste empate frente ao Leeds Tykes RUFC.

Rui M. Freitas continua a ajudar o Eemland a manter o 1º lugar na classificação, com o defesa português a converter mais dois pontos ao pé, somando ainda um par de metros em jogo aberto. Seguro lá atrás na recepção dos pontapés, coordenou bem o seu três-de-trás.


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS