20 Jul, 2018

Arquivo de Braga - Fair Play

Liga_SportZone_Futsal.jpg?fit=919%2C613&ssl=1
Pedro AfonsoDezembro 28, 20176min0

Mais do mesmo. A primeira volta da Liga SportZone trouxe os suspeitos do costume ao 1º lugar, o Sporting CP, seguidos por SL Benfica a 3 pontos, e com um Braga cada vez mais consolidado na 3ª posição, o Campeonato Nacional de Futsal parece cada vez mais destinado a repetir-se, ano após ano. O que poderemos então esperar e ansiar para a segunda metade da Liga SportZone?


As últimas temporadas no Futsal Português têm sido presenteadas com dois fatores comuns: qualidade e previsibilidade. Qualidade de todos os intervenientes, que tornam a Liga Portuguesa cada vez mais apelativa e mais desafiante, e previsibilidade, uma vez que o título com certeza rodará entre dois clubes, SL Benfica e Sporting CP, com este último a dominar largamente o panorama nacional futsalístico dos últimos anos.

Volvidas 15 jornadas, sensivelmente metade do número de jornadas da fase regular, a classificação é a seguinte:

Que ilações podemos retirar?

  1. Que Sporting CP e SL Benfica estão num patamar muito acima do panorama nacional. 15 vitórias em 15 jogos e 14 vitórias em 15 jogos, com apenas uma derrota frente ao Sporting CP, respetivamente, demonstram o fosso abismal entre estas duas equipas
  2. A disputa pelo 3º lugar, apesar de existir um claro domínio por parte do SC Braga/AAUM, começa a ser entre mais clubes, com a clara afirmação do Futsal Azeméis
  3. Apenas 7 pontos separam a linha de água do último lugar de acesso aos play-offs

 

A disputa entre Sporting CP e SL Benfica

O Sporting CP tem sido o carrasco dos últimos anos para o SL Benfica. O plantel absolutamente incrível dos leoninos tem garantido uma total hegemonia a nível interno, bem como a 2ª presença consecutiva na final four da UEFA Futsal Cup. Contudo, apesar da superioridade no confronto direto, o SL Benfica apresenta-se, à 15ª jornada, a apenas 3 pontos do Sporting CP, com apenas menos 1 golo que o adversário em diferença de golos, com mais 2 golos marcados mais 3 sofridos.

Será este o ano em que Joel Rocha conseguirá provar o valor da sua equipa e que o título de 2014/2015 não foi apenas um percalço para a equipa de Nuno Dias?

A equipa da Luz reforçou-se muito e bem, fazendo com que as palavras de Joel Rocha acerca do “plantel internacional” do Sporting CP pareçam apenas uma desculpa para o mau resultado. A perda de Elisandro e a consequente perda de qualidade no jogo de Pivôt foi compensada com a contratação de dois Pivôts de enorme qualidade: Deives Moraes (melhor marcador da Liga SportZone ao momento) e Raúl Campos. Para além disso, as contratações de Roncaglio, André Coelho e Tiago Brito permitem uma maior rotatividade dentro de campo e o uso de um sistema tático muito mais dinâmico e adequado às exigências atuais do futsal. Por outro lado, Robinho veio trazer aquele acrescento de qualidade individual que pareceu sempre faltar à equipa encarnada. A lesão de Chaguinha limitou as esperanças encarnadas, mas a contratação no mercado de Inverno de Fernandinho parece colmatar essa deficiência.

Um novo craque a caminho da Luz [Fonte: Bola na Rede]
 

Apesar disto, o Sporting CP parece, acima de tudo, mais equipa que o SL Benfica. Se é verdade que em termos de 5 inicial, a diferença entre ambos os plantéis se dissipa, o plantel sportinguista, no seu todo, é muito mais completo e carrega mais qualidade que o do rival. Para além disso, gostando-se ou não do estilo de Nuno Dias, a equipa leonina é a equipa que melhor futsal pratica em Portugal.

A disputa pelo 3º lugar

A enorme temporada de 2016/2017 do SC Braga/AAUM teve um preço: o desfalque do plantel. Os jogadores de maior qualidade foram praticamente todos “roubados” por SL Benfica e outros grandes clubes, sendo que a lesão de Vítor Hugo não veio ajudar as esperanças dos arsenalistas.

Nem todos “trabalham por turnos” [Fonte: Zerozero]
 

Quem soube aproveitar esta quebra inevitável foi o Futsal Azeméis, que se reforçou com qualidade e procura agora lutar pelo 3º lugar, ainda que esteja a 6 pontos dos minhotos. O mesmo se pode dizer do Modicus, que segue o seu percurso de ascensão na escadaria do Futsal português, com mais uma presença nos play-offs bem encaminhada.

Os últimos lugares para o play-off

Partindo do pressuposto que tanto Sporting CP, SL Benfica, SC Braga/AAUM e Futsal Azeméis e Modicus estarão no play-off (salvo uma segunda volta catastrófica), os últimos 3 lugares do play-off serão decididos, essencialmente, entre 5 equipas: Belenenses, AD Fundão, Rio Ave, Unidos Pinheirense e Burinhosa.

A maior surpresa pelo seu modesto 11º lugar, será o Burinhosa, uma equipa que tem vindo a instalar-se no panorama nacional de futsal e que este ano sofreu uma pequena quebra. Tanto o Belenenses como o AD Fundão serão, à partida, presenças consensuais no play-off, bem como o Rio Ave, que parece estar bem encaminhado para a participação na fase final da competição, fazendo justiça a uma participação que peca por 1 ano.

As presumíveis descidas

Olhando atualmente para a classificação, parece natural considerar o Desportivo das Aves como o maior candidato à descida. Por outro lado, espanta ver o Leões de Porto Salvo, com figuras como Bebé, Teka, Ré, João Marçal e João Silva nos seus quadros, tão mal classificado e apenas com 11 pontos.

O titular da Seleção Nacional [Fonte: Zerozero]
 

Olhando para a tabela classificativa, o maior candidato à descida, a par com o Desportivo das Aves, será o Fabril Barreiro. Isto devido à sua subida à Liga SportZone na época transacta e devido aos 80 golos já sofridos na atual época.

O mercado de Inverno irá, com certeza, trazer muitos outros desenvolvimentos quanto à composição dos plantéis para atacar a 2ª metade do Campeonato. Os dois primeiros lugares serão, com 99,9% de certeza, atribuídos aos dois rivais lisboetas. O interesse estará, certamente, em saber quais as 3 últimas posições de acesso ao play-off e quem irá descer. Mas não se enganem, a Liga SportZone continua com uma qualidade altíssima e a rivalizar com as maiores ligas europeias!

capa.jpg?fit=1200%2C800&ssl=1
Rui MesquitaDezembro 19, 20171min0

Com duas jornadas em novembro e três em dezembro, o fim de ano na Liga NOS foi recheado. Apresentamos aqui os 10 melhores momentos destes dois meses do nosso campeonato.

Desde “Clássicos” a derbies passando por goleadas e chuva de golos. Descobre aqui o que de melhor aconteceu na Liga NOS!



Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS