Principais momentos do ano de 2019 no Futebol Português.

José Nuno QueirósDezembro 29, 20198min0

Principais momentos do ano de 2019 no Futebol Português.

José Nuno QueirósDezembro 29, 20198min0
O ano de 2019 chegou ao fim e há muitos momentos para recordar, fique aqui com alguns dos principais jogos que marcaram o futebol em Portugal no ano de 2019!

O ano de 2019 está perto do fim e aqui fica um resumo do que aconteceu nas principais competições portuguesas no ano que passou, bem como dos momentos mais marcantes da nossa Seleção no Futebol Sénior Masculino.

Nota: É certo que poderiam estar aqui bem mais como Segunda Liga ou Futebol Feminino, mas por questões de tamanho do artigo, ficámos apenas pelas principais competições do Futebol Masculino em Portugal.

REInan e os Penalties Abençoados (26 Janeiro 2019)

Braga vestiu-se de gala para receber pelo segundo ano consecutivo para receber a final-four da taça da liga.

Para as meias finais viajavam as 4 principais equipas do campeonato Português: Benfica, Porto, Sporting e Sporting de Braga, naquela que foi, para muitos, a melhor final four da mais recente competição em Portugal.

Com um clássico entre Porto e Benfica logo a abrir as hostes, os adeptos poderam assistir a 3 grandes jogos de futebol, onde o equilíbrio foi a nota dominante, mas onde o bolo mais apetitoso estava guardado para a final de dia 26.

Sporting e Porto repetiam a meia final da edição anterior e encontravam-se pela primeira vez na final desta competição. Os leões eram os campeões em título e vinham de uma vitória nos penalties frente ao SC Braga, ao passo que os dragões vinham de uma vitória moralizadora frente aos encarnados.

Na final, o Sporting voltou a ser mais feliz nos penalties ao vencer o FC Porto por 3-1 nos 11 metros, depois de um empate à última da hora por parte do Sporting, com um golo… de penalty. Com a 4ª vitória em 4 jogos em final-fours, os leões bisavam na competição e tinham em Renan a grande figura, isto depois de quase ter borrado a pintura na final.

O primeiro título do ano foi para os leões (Fonte: Observador)

A Noite de Félix no Dragão (2 Março 2019)

Estávamos apenas em Março, mas quando o renovado Benfica de Bruno Lage se deslocava ao Dragão para medir forças com a equipa da casa, já toda a gente falava neste como o jogo do título.

Com o FC Porto em primeiro na classificação e a jogar em casa eram muitos os que apostavam nos portistas como favoritos para vencer a partida, ainda para mais depois do golo madrugador de Adrián López. Mas depois apareceu a jovem estrela encarnada, João Félix.

Com uma exibição monstruosa na casa do clube onde iniciou a sua formação depois de sair de casa, João Félix silenciou o Dragão e atirou o Benfica para o primeiro lugar da tabela classificativa, de onde como se sabe não haveria de sair, e nem mesmo a expulsão de Gabriel permitiu ao FC Porto inverter a situação.

Foi assim que Félix festejou o golo do empate no Dragão. (Fonte: Record)

Os Quartos São Já Ali (6 Março 2019)

Ainda abalados pela derrota em casa frente ao Benfica, os Portistas receberam com 4 dias de distância a AS Roma para a segunda mão dos oitavos de final da UEFA Champions League. Depois da derrota por 2-1 em Itália, era precisamente esse golo fora que alimentava as esperanças portistas na prova.

No entanto esse golo acabaria por permitir apenas ao Porto levar o jogo para prolongamento, isto depois de ter sido absolutamente dominador em toda a partida e ter tido várias oportunidades para decidir a partida.

Com golos de Soares e Marega no tempo regulamentar, coube a Alex Telles aos 117′ evitar as grandes penalidades e levar o FC Porto novamente para os quartos de final.

O Liverpool, que se viria a tornar campeão da prova, acabaria por eliminar o FC Porto, mas ainda assim os azuis e brancos acabaram por mostrar, mais uma vez, à Europa do futebol toda a sua qualidade e capacidade.

Alex Telles e o Dragão explodiram de alegria ao minuto 117′ (Fonte: ZeroZero)

Por fim… Reconquista (18 Maio 2019)

Já se imaginava este desfecho à algumas jornadas, mas a verdade é que foi apenas no último jogo da competição que o Benfica conseguiu reaver o troféu de campeão nacional e concretizar a tão anunciada Reconquista.

Com a Luz cheia para receber o Santa Clara, cedo se viu que o Benfica não iria jogar para o empate (que lhe bastava), e aos 40 minutos já vencia por 3-0.

No final o resultado ficou-se pelos 4-1 com golos de Seferovic (x2), João Félix e Rafa, mas foi um jogo que ficou também marcado pela despedida de Jonas dos relvados de futebol. O Benfica conquistou assim o 37º campeonato em frente aos seus adeptos.

De quase impossível em Janeiro, a levantada em Maio – Reconquista (Fonte: Notícias ao minuto)

Jamor de Verde e Branco (25 Maio 2019)

Como já é hábito em Portugal há largos anos, o Jamor foi o palco da final da Taça de Portugal e do jogo que fechou a época desportiva em Portugal.

Quis o destino que fosse reeditada a final da Taça da Liga de Janeiro, com Sporting e Porto a encontrarem-se no palco mais mítico do nosso país. Leões tinham eliminado o Benfica ao passo que o FC Porto vinha de uma vitória sobre o SC Braga, invertendo assim os adversários das meias finais da Taça da Liga.

Com uma carga emocional muito grande, o Sporting apresentava-se no Jamor precisamente 1 ano depois da derrota frente ao CD Aves pós atentado em Alcochete, com os jogadores a quererem inverter e vingar a derrota de então.

Mais uma vez a final entre Dragões e Leões ficou decidida nos penalties, depois de Felipe ter empatado para os azuis e brancos no último lance da partida, mas mais uma vez Renan foi herói e o Sporting reerguia novamente o troféu.

Uma final diferente de todas as outras, mas que sorriu aos comandados de Marcel Keizer (Fonte: Record)

Venha daí mais um Troféu de Seleções (9 Junho 2019)

Portugal recebia no Norte do país a primeira final four da Liga das Nações e contava com a companhia da Suiça, Inglaterra e Holanda.

Depois de mais um show de Ronaldo ter afastado a Suiça na meia final com um hat-trick, a Seleção das quinas apanhou a renovada Holanda na final no Estádio do Dragão.

Num jogo equilibrado e sem claras oportunidades de golo, coube a Gonçalo Guedes desfazer a muralha laranja com um grande pontapé de fora da área e entregar o segundo troféu internacional para Portugal, com uma diferença de 3 anos entre ambos, naquela que é a melhor fase da história da Seleção.

Portugal conseguiu vencer a primeira Liga das Nações. (Fonte: RTP)

Rolo compresso encarnado abafa Sporting (4 Agosto 2019)

A época começava como sempre por colocar o vencedor do campeonato a jogar frente ao vencedor da Taça de Portugal da época transacta, na Supertaça Cândido de Oliveira.

Numa primeira parte equilibrada os encarnados acabaram a vencer por 1-0 e reservaram para os segundos 45 minutos o espectáculo.

Com uma exibição soberba e um Sporting perdido em campo, os encarnados chegaram mesmo à mão cheia e garantiram com tranquilidade e com humilhação o primeiro troféu da época e que se traduziu no último de 2019.

Estava dado o mote para o campeonato e estava também colocada a primeira pedra no caixão de Keizer que iria ser despedido poucos jogos depois.

Chegar, ver, humilhar e vencer- A supertaça do Benfica (Fonte: Cidade FM)

Euro 2020, espera por Portugal (17 Novembro 20192019)

Não foi tão fácil como certamente os portugueses gostariam, mas Portugal garantiu mesmo a qualificação para o Euro 2020 e nem precisou de ir aos playoffs. Apesar de ter perdido já o primeiro lugar com a derrota na Ucrânia, Portugal sabia que uma vitória no Luxemburgo era suficiente para conseguir o bilhete.

Num jogo também ele mais complicado do que o esperado, coube a Bruno Fernandes abrir o caminho para a Seleção Nacional, com Cristiano Ronaldo a fechar as contas do apuramento e a carimbar Portugal mais uma vez para a fase final de uma grande competição, a 11ª consecutiva, num caminho que já vêm desde o Euro 2000.

Desta vez entrámos em prova como campeões em título.

Com uma qualificação em grande de Ronaldo, Portugal consegue um lugar no Euro 2020. (Fonte: Record)

Que mais momentos poderiam ser colocados nesta lista de 2019? Como será 2020 para o futebol português?


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter