Campeonato Nacional sub-19 feminino – CPN e o domínio no Barreiro

José AndradeJunho 16, 20225min0

Campeonato Nacional sub-19 feminino – CPN e o domínio no Barreiro

José AndradeJunho 16, 20225min0
O CPN conseguiu vencer o Campeonato Nacional sub19 feminino e sobre a final e alguns destaques que José Andrade nos vem falar hoje

O CPN venceu o campeonato nacional sub-19 feminino ao derrotar o GDESSA na final e vamos falar de alguns destaques deste encontro jogado no Barreiro.

No primeiro de três dias, o CPN bateu o Francisco Franco por 77-55, já o GDESSA venceu o Quinta dos Lombos por 72-50. No dia seguinte, o CPN venceu o Quinta dos Lombos por 83-50, já o GDESSA triunfou por 67-44 frente ao Francisco Franco. No último dia, o Quinta dos Lombos garantiu o terceiro lugar ao vencer o Francisco Franco por 69-56, ao passo que na grande final o CPN derrotou o GDESSA em sua casa conseguindo dessa forma o seu quinto título.

A final ficou marcada por mais um grande jogo, em que o CPN venceu por 69-60, num duelo entre dois históricos e com jogadoras que foram somando minutos importantes na Liga Betclic Feminina ou na 1ª Divisão. Isabela Quevedo e Maria Gonçalves a surgirem no jogo cedo, que foi pautado constantemente por duelos e embates individuais que deram outra dimensão a esta final dos sub-19.

O CPN entrou em campo com máxima agressividade, e foi mantendo um ligeiro ascendente, com esta força física e a experiência a fazerem a diferença perante a maior juventude do GDESSA, com esta formação a só conseguir reagir através dos triplos e da maior mobilidade de Maria Gonçalves, Mariana Seixo ou Nicole Quaresma.

GDESSA ficou perto de dar a volta ao resultado no primeiro quarto muito graças à entrada de Marta Junho, com esta atleta a dar uma nova dinâmica ao ataque à sua equipa, com esta rotação das jogadoras exteriores da formação do Barreiro a ser um dos fatores de crescimento. Ao intervalo tínhamos o Clube de Propaganda da Natação na frente por apenas um ponto.

No começo da 2ª parte, a rotação defensiva da equipa de Ermesinde começou a travar a mobilidade no ataque do seu adversário, que deixou de conseguir criar dificuldades, com destaque para o toque de Ana Pinheiro, com esta a começar a dar um ar da sua graça nesta final. Apesar do CPN estar a mostrar toda a sua maior agressividade “física”, foi o GDESSA a conseguir chegar ao 4º período na frente do resultado, algo que não durou até ao fim do encontro, pois o quarto período trouxe o maior desequilíbrio até então a favor do CPN, registando-se um parcial de 22-10. Como? Muito devido à classe de Ana Pinheiro e Isabela Qiuevedo, somando ainda a prestação de alta qualidade de Sara Peres, com esta não só defender bem, como a surgir na marcação de pontos nas oportunidades que dispôs.

No que diz respeito a destaques individuais, não é fácil escolher, mas vamos a alguns dos maiores destaques destes três dias jogados no Barreiro:

  • Isabela Quevedo – MVP de forma clara

Começamos pela jogadora que foi eleita MVP desta fase final. A cubana foi uma das figuras da subida do CPN e acaba de forma natural por ser um dos destaques desta conquista da equipa de Ermesinde. Entre o domínio pelo posicionamento, e o que rende entre a defesa e o ataque, foi quem mais se destacou nos duelos, na luta das tabelas, no 1×1.

  • Maria Gonçalves – Muito diferenciada

Maria Gonçalves, foi como esperado uma das melhores jogadoras, surgiu em força em todos os jogos, mostrando todo o seu talento, que fará diferença na próxima temporada da Betclic.

  • Cristina Freitas – Liderou o Francisco Franco

Mudamos para o Francisco Franco para falar de Cristina Freitas, mais uma atleta que já é um nome conhecido na Liga Betclic Feminina e que apesar de não terminar no 5 ideal deste Campeonato Nacional sub-19, merecia lá estar. Voltou a brilhar e a mostrar o porquê de ser uma das jovens com alto potencial, e também ela irá ser um nome a ter em atenção na próxima temporada na Liga Betclic Feminina.

  • Beatriz Santos – Destaque por onde passa

Vamos até ao Quinta dos Lombos para falar de Beatriz Polici, nome que já destacámos em outros textos, outra atleta que já começa a dispensar apresentações. Atleta soberba, com um classe enorme e que veio ao Barreiro brilhar e assumir-se mais uma vez como a grande estrela que é, surgindo em todos os jogos e sendo a peça de maior destaque deste terceiro lugar da equipa de Carcavelos.

  • Ana Pinheiro – Criatividade e tanto talento

O nosso penúltimo destaque é Ana Pinheiro, foi novamente um dos nomes mais badalados do CPN, algo comum a toda a temporada da equipa de Ermesinde. Foi importante na subida à Liga Betclic Feminina, lugar onde irá com toda a certeza brilhar em força na próxima época. Apareceu na final principalmente na segunda parte, foi fundamental com a sua criatividade e qualidade acima da média.

  • Milena Sucacuexe – Futuro muito risonho

Chegamos ao último destaque – menções honrosas para Carolina Moura, Sara Peres, Rita Rodrigues, Jessie Joaquim, Marta Roseiro, Nicole Quaresma ou Beatriz Mimoso – , mas Milena Sucacuexe esteve em plano de evidência. Mais uma jogadora que já somou muitos minutos na Liga Betclic Feminina, uma atleta que tem melhorado o seu tiro exterior e que consegue ocupar várias posições, atuando muito bem dos dois lados do campo, assumindo-se como um dos “diamantes” do GDESSA.

Ficou aqui tudo sobre o titulo do CPN no Campeonato Nacional sub19 feminino, uma conquista marcada pelos grandes jogos e pelos muitos destaques individuais.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter