Rugby Português “lá fora”: Mike Tadjer garante a permanência no Top14

Francisco IsaacJunho 13, 20222min0

Rugby Português “lá fora”: Mike Tadjer garante a permanência no Top14

Francisco IsaacJunho 13, 20222min0
Mike Tadjer e Anthony Alves estiveram frente-a-frente pela subida de divisão ao Top14, e contamos o que se passou neste encontro

No único encontro deste fim-de-semana de clubes que envolveu atletas portugueses, Mike Tadjer e Anthony Alves encontraram-se no estádio do Stade Montois para lutarem pelo acesso ao Top14 2022/2023, com a sorte a sorrir ao talonador.

DESTAQUE: ALVES VOLTA À TITULARIDADE E EM GRANDE

Foram alguns meses de ausência para o pilar português Anthony Alves, que depois de ter estado presente na campanha de Portugal no Rugby Europe Championship 2022, acabou por falhar a parte final da temporada do Stade Montois, tendo sido novamente chamado à titularidade para o encontro do Top14 subida/descida. Sem Simão Bento na convocatória, o pilar foi um dos representantes portugueses neste último encontro da ProD2 e penúltimo do Top14, com Mike Tadjer a ter sido o outro altera internacional português chamado para este encontro decisivo para os desejos e desígnios do Stade Montois e Perpignan.

Mesmo que o resultado final tenha terminado em derrota para o Stade Montois, a verdade é que Anthony Alves realizou uma boa prestação para fechar esta temporada, com oito placagens, 100% de eficácia na formação-ordenada, três boas portagens de bola onde conquistou a linha-de-vantagem, mantendo um nível de qualidade na parte física e técnica, sendo uma boa notícia para a seleção portuguesa, em vésperas de jogar com a Itália em Lisboa.
Acabou por sair à passagem do minuto 52, entrando Mike Tadjer cinco minutos em campo. O talonador voltou a mostrar alguns dos pormenores que o levaram a conquistar a titularidade no Perpignan até se lesionar em Dezembro, com excelentes introduções no alinhamento (5 tentativas e 100% de eficácia), três placagens, um turnover e uma entrada no contacto, caminhando em direção à recuperação total.

Com este resultado, o Perpignan garante a permanência no Top14, e força o Stade Montois a tentar novamente a sua sorte na temporada seguinte, depois de ter dominado a ProD2 praticamente do princípio ao fim, faltando uma ponta de sorte para chegar à subida.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter