Rugby Português “lá fora”: Rui Freitas ajuda Eemland a acreditar

Francisco IsaacMaio 2, 20223min0

Rugby Português “lá fora”: Rui Freitas ajuda Eemland a acreditar

Francisco IsaacMaio 2, 20223min0
Uma exibição genial de Rui Freitas ajudou o Eemland a manter-se próximo do topo na Ereklasse, e contamos o que se passou com os atletas de rugby lusos

Na Féderale 1 tudo se aproxima do seu fim, com os jogos dos quartos-de-final a ficarem definidos no qual vamos ter presença de alguns jogadores portugueses, enquanto Rui Maria Freitas deu uma ajuda preciosa ao Eemland na luta pela disputa do título de campeão neerlandês, e contamos-vos o que se passou com os atletas de rugby lusos pela Europa fora.

O DESTAQUE DA SEMANA: RUI MARIA FREITAS, O FLASH DE EEMLAND

O Ereklasse está perto do seu final, faltando umas quantas poucas jornadas para encerrar a fase de apuramento dos dois finalistas ao título de campeão neerlandês, e o Eemland voltou a ganhar uma (leve) esperança em poder ser um dos contenders ao troféu, depois de derrotarem o Castricumse por 28-25, com o português Rui Maria Freitas a ser um dos protagonistas deste encontro, acabando mesmo por ser votado como o MVP. O antigo atleta do CR São Miguel foi desde o primeiro minuto uma das ameaças principais do Eemland, respondendo aos pontapés em profundidade do adversário com diversas entradas venenosas e cirúrgicas, o que acabou por significar cinco quebras-de-linha e dois ensaios, um da sua autoria, arrancando algumas das melhores “fintas” e desequilíbrios técnicos desta 3ª jornada da fase-de-campeão do Ereklasse.

Não só foi praticamente perfeito na hora de fazer a diferença com a oval nas mãos, o defesa ainda converteu todos os pontapés que dispôs (quatro em quatro), e deu outra “voz” à sua equipa na coordenação defensiva, merecendo destacadamente o prémio de melhor em campo, num jogo decisivo para as aspirações do Eemland nesta última recta da temporada, com Rui Maria Freitas a assumir-se como um dos melhores estrangeiros a actuar nos Países Baixos.

NOTÍCIAS DE OUTROS JOGADORES

Retorno à titularidade para o ponta português, Vincent Pinto, que aproveitou a oportunidade para realizar uma boa prestação na derrota em casa frente ao Racing 92, com uma assistência, 40 metros conquistados, uma quebra-de-linha, dois defesas batidos e três bolas áreas bem captadas, procurando assim continuar a merecer a confiança da equipa técnica do Séction Paloise.

Éric dos Santos viu a temporada do Anglet terminar neste fim-de-semana passado, fruto da derrota no playoff frente ao Bassin D’Aranchon (Lionel Campergue não jogou), com o 2ª linha a actuar desde o 1º minuto, saindo já no decorrer dos últimos vinte minutos da segunda metade do encontro. O internacional luso esteve bem no capítulo defensivo, com 12 placagens efectivas (duas falhadas) e uma intercepção no alinhamento adversário, não tendo tido grande expressão no capítulo ofensivo.

Loic Bournonville e Luigi Dias estiverem frente-a-frente na 3ª eliminatória para o apuramento de campeão da Féderale 1, com o talonador a levar a melhor sobre o número 8, num jogo em que ambos foram titulares e alinharam até aos 65 minutos. Igualmente estiveram os dois “Lobos” em bom nível, especialmente o primeira-linha, já que não errou nenhuma introdução no alinhamento, com a formação-ordenada do Rumilly a atirar a do Marmande para trás – três penalidades forçadas – e ainda duas placagens dominantes.

Hugo Mendes entrou em campo à passagem do 60º minuto de jogo, ajudando o Marcq-en-Baroeuil a garantir uma 2ª vitória na 3ª ronda de apuramento de campeão da Féderale, conseguindo uma boa entrada no contacto e dois defesas batidos neste jogo.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter