Rugby Português “lá fora”: Massy de Dany Antunes chega aos 100

Francisco IsaacAbril 25, 20224min0

Rugby Português “lá fora”: Massy de Dany Antunes chega aos 100

Francisco IsaacAbril 25, 20224min0
O Massy de Dany Antunes garantiu a 5ª vitória consecutiva na Nationale, num fim-de-semana com alguns duelos entre atletas lusos

Estamos cada vez mais próximos do fim de época de rugby na Europa, mas ainda há muito por decidir nas divisões francesas, com o Carcassonne em busca de garantir uma boa posição para as eliminatórias de subida, para além de termos tido uma série de duelos entre atletas lusos na Nationale (Dany Antunes com uma bela exibição pelo “seu” Massy) e Féderale 1.

NOTÍCIAS DE OUTROS JOGADORES

Simão Bento alinhou durante 8 minutos na derrota do Stade Montois na visita ao campo do Colomiers, isto com o 1º lugar praticamente assegurado quando faltam duas jornadas para o término da fase-regular da ProD2. O ponta/defesa português não teve grande oportunidade para fazer a diferença.

Samuel Marques e José Madeira estiveram frente-a-frente nesta 28ª jornada da ProD2, e foi o 2ª linha português a sair com a vitória (28-23), depois de um duelo quente e bem disputado que até podia ter terminado com um empate caso os jaunard tivessem concluído uma última jogada com qualidade. O jovem internacional português ex-Belenenses Rugby somou 66 minutos, coleccionando 12 placagens e um “roubo” de bola no alinhamento, enquanto o experiente formação da selecção nacional arrancou 13 pontos ao pontapé (100% de eficácia), realizando uma estupenda assistência para o 2º ensaio do Carcassonne, através de um belo pontapé por cima do ruck, com 94% de eficácia no passe.

O pilar Francisco Fernandes entrou do banco de suplentes à passagem do minuto 67, num encontro em que o Béziers-Hérault jogou com menos um mais de 40 minutos, tendo trabalhado com excelência na formação-ordenada (não concedeu qualquer penalidade).

Pedro Bettencourt teve quatro situações importantes na visita do Oyonnax ao campo do RC Narbonnais, com uma das quais a resultar no 2º ensaio dos actuais 3ºs classificados da ProD2, onde uma excelente arrancada foi adornada com um offload ainda de melhor qualidade. O centro ex-CDUP foi um garante na conquista da linha-de-vantagem, impondo uma combinação perigosa entre fisicalidade e técnica, o que ofereceu outra capacidade de manobra ao Oyonnax na plataforma de ataque.

Dany Antunes alinhou como defesa na vitória do Massy por 14-13, com o internacional português a segurar bem a oval no jogo ao pé, tendo sido capaz de realizar três boas arrancadas, com uma das quais a resultar num dos melhores momentos do encontro frente ao Suresnes.

O Anglet de Éric dos Santos (jogou 65 minutos) perdeu na primeira mão dos oitavos-de-final para o acesso à Nationale 2 frente a Thibault de Freitas (entrou do banco no decorrer da segunda-parte), por 16-15, o que abre prespectivas para uma disputa animada no segundo encontro desta eliminatória. O segunda-linha somou 15 placagens, uma quebra-de-linha e um turnover, imperando ainda no alinhamento; já Thibault de Freitas fez dano nos 25 minutos que jogou, irrompendo com total fisicalidade na linha-de-defesa com quatro tackle-busts e uma quebra-de-linha.

O Rumilly de Loic Bournonville perdeu na visita ao Marmande de Luigi Dias, também a contar para os oitavos-de-final da Féderale 1, com o talonador português a somar 58 minutos neste duelo, completando sete introduções no alinhamento, 6 placagens e um defesa batido. Já Luigi Dias entrou à passagem do 64º minuto e dispôs de uma boa portagem de bola e 5 placagens para ajudar o Marmande a segurar uma vantagem de dois pontos.

Com a permanência garantida na Nationale, o Dax de Diogo Hasse Ferreira sofreu uma derrota por um ponto, num jogo em que o pilar português actuou até aos 55 minutos. Solidez na formação-ordenada, boa entrega após as fases-estáticas, o ex-GDS Cascais foi uma das melhores unidades do Dax.

O Aubenas de Cyrille Andreu (lamentamos por só agora reportar a temporada do polivalente 3/4’s) e Thibault de Sousa (não foi convocado) consentiu uma perigosa derrota quando falta apenas um jogo para fechar a Nationale, com o defesa/ponta de 33 anos a rubricar uma prestação de nível satisfatório, com seis recepções de bola em sete ocasiões, mantendo uma boa resposta ao pé.

Rui M. Freitas


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter