Rugby Português “lá fora”: Dany Antunes com pé afinado pelo Massy

Francisco IsaacMarço 14, 20223min0

Rugby Português “lá fora”: Dany Antunes com pé afinado pelo Massy

Francisco IsaacMarço 14, 20223min0
O defesa português Dany Antunes foi um dos destaques do Massy e Francisco Isaac dá conta do que se passou neste fim-de-semana

Num fim-de-semana que não correu de feição para o rugby português (derrota da selecção nacional na visita a Madrid, comprometendo as aspirações de poder estar no próximo Campeonato do Mundo), alguns jogadores lusos alinharam pelos seus clubes, principalmente em França, e damos notícias do que se passou com esses atletas, como Dany Antunes.

NOTÍCIA DE OUTROS JOGADORES

Dany Antunes regressou ao serviço do Massy, e apesar de ter convertido três pontapés (só errou a direcção em um), não foi o suficiente para garantir mais uma vitória ao seu clube que continua a lutar pela subida divisão, sendo que ocupam o 1º lugar da Nationale, divisão logo abaixo da ProdD2. O polivalente três-de-trás actuou como defesa e realizou uma excelente exibição com e sem bola, construindo boas situações de ataque para o Massy, incluído duas que acabaram por dar ensaio ao ponta Uwa Tawalo, com o português a criar um problema defensivo ao Nice, acelerando imediatamente após um excelente overlap, sem que a defesa contrária conseguisse parar o progresso de Dany Antunes. Prestação também segura no jogo ao pé ou na recepção de pontapés, realizando apenas um erro de captação em sete situações, mostrando todo o seu melhor após mais uma jornada nesta Nationale.

Éric dos Santos foi titular pelo Anglet, com o 2ª linha e capitão do clube da zona de Biarritz a encaixar 13 placagens efectivas nos 70 minutos que actuou neste encontro a contar para a Federale 1. Para além dos números defensivos já apresentados, o internacional português ainda captou seis bolas no alinhamento e foi capaz de interceptar duas ao adversário, cometendo apenas uma penalidade ao longo deste embate que acabou em derrota para o Anglet.

Thibaut de Sousa foi novamente titular no aflito Aubenas, e manteve-se em campo até à passagem do minuto 50, num duelo com outro emblema que luta para fugir à despromoção da Nationale 1. Em relação à prestação individual, o pilar foi responsável por 6 placagens (duas falhadas), uma penalidade cometida contra a sua equipa, e três portagens de bola que significaram alguns metros mas sem resultados práticos no fim de contas.

O Marcq-en-Baroeul de Hugo Mendes somou uma importante vitória na Féderale 1, aproximando-se dos lugares de playoff de subida, e o pilar teve alguns momentos positivos, como as suas acções em algumas formações-ordenadas, conseguindo em duas forçar penalidades no seu pilar adversário, para além de uma mão cheia de entradas no contacto em que forçou a oposição recuar para trás. Depois de uma ausência de alguns meses, o pilar português parece estar cada vez mais de volta a um bom momento de forma.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter