Verstappen brilha na Áustria

Luís PereiraJunho 30, 20193min0

Verstappen brilha na Áustria

Luís PereiraJunho 30, 20193min0

Max Verstappen fez uma brilhante recuperação e venceu o GP da Áustria, conseguindo assim a sua primeira vitória desta temporada. Foi também a primeira vitória da Honda desde que regressou à F1 em 2015.

Verstappen até nem começou bem a corrida, ao deixar-se cair de 2º para 9º logo no arranque. Por sua vez quem arrancou bem foi Leclerc, o homem da pole, que arrancou para uma liderança que parecia que não iria ser alguma vez posta em xeque.

A Ferrari arriscou na utilização dos pneus, mas foi uma estratégia que parecia que iria resultar, já que Leclerc geria na frente, ainda mais com o mau fim de semana dos Mercedes.

Só que com a mudança dos pneus o Red Bull de Verstappen ganhou vida! Ou ganhou vida ou a Honda deu autorização para carregar em algum botão, porque Verstappen era claramente o homem mais rápido em pista.

Numa pista onde a potência do motor conta muito, o Ferrari de Leclerc estava cada vez mais próximo de Verstappen, que na penúltima volta forçou a sua posição, fez uma ultrapassagem, com toque entre ambos, mas a deixar Verstappen na liderança.

Leclerc teve assim de se contentar com o 2º lugar, numa corrida que parecia estar no bolso, mas onde não havia nada que ele pudesse fazer para parar Verstappen.

Parecia que este dia tardava em chegar, mas a Mercedes teve um fim de semana onde só tentou limitação de danos. Bottas foi quem mais limitou, com o 3º lugar no pódio. Hamilton foi um dos azarados do dia, já que teve uma falha na sua asa dianteira o que o fez cair para a 5ª posiçao. Ainda assim os dias de azar para Hamilton limitam-se a um 5º lugar, o que muito diz do elevado nível dos Mercedes.

Vettel também não teve um dos seus melhores Grandes Prémios, mas sem culpa própria. Durante a qualificação teve um problema de motor que o fez largar da 10ª posição. Ainda assim teve o andamento para chegar ao 4º lugar.

A McLaren teve um grande desempenho na Austria, com Lando Norris a terminar em 6ª e Carlos Sainz em 8º, apesar deste último ter partido do fim da grelha.

Foi o primeiro tiro no porta aviões da Mercedes, mas é ingénuo pensar que a Mercedes estará fraca e não será a força dominante nos próximos GPs. Por sua vez é bom ver nova energia e uma boa corrida de volta à F1 e ver a Honda de regresso às vitórias.

GRANDE PRÉMIO DA ÁUSTRIA

(foto: formula1.com)

CAMPEONATO MUNDIAL DE PILOTOS

(foto: formula1.com)

 


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter