Max Verstappen vence a última corrida de 2020

Luís PereiraDezembro 13, 20203min0

Max Verstappen vence a última corrida de 2020

Luís PereiraDezembro 13, 20203min0

No regresso de Lewis Hamilton à competição, recuperado de COVID-19, foi Verstappen que surpreendeu e assegurou a pole, a primeira do ano de um carro com motor não Mercedes.

Numa pista onde é notório a dificuldade em ultrapassar, a pole foi um fator determinante para a Red Bull, que só tinha de assegurar um bom arranque e uma estratégia segura.

E foi isso que Verstappen fez. Verstappen arrancou bem e partiu para uma corrida tão controlada que a meio da corrida o holandês dizia que poderia baixar a potência do motor Honda (algo impensável há uns anos).

Com a segunda vitória da temporada, Verstappen conseguiu vencer os dois Mercedes, que fecharam o pódio, com Bottas em segundo e Hamilton em terceiro.

Bottas, apesar de ter ficado na frente de Hamilton, nunca pareceu ser ameaça para Verstappen e vai precisar de recarregar baterias se quer desafiar Hamilton na luta pelo título de 2021.

Hamilton, recuperado de COVID-19, admitiu que não se sentia ainda 100% recuperado e também ele não conseguiu andar perto de Verstappen nem de Bottas.

Alex Albon ficou em quarto, não muito distante de Hamilton, mas sem conseguir ser uma verdadeira ameaça. Albon fez o que pode nesta corrida para manter o lugar na Red Bull para o próximo ano, lugar esse que pode vir a ser de Sérgio Pérez.

Em quinto e sexto lugares ficaram os pilotos da McLaren, Lando Norris e Carlos Sainz. Foi o resultado que a equipa britânica precisava, já que partiu ara esta corrida em quarto lugar no campeonato, mas desta forma terminaram em terceiro, na melhor posição para os antigos Campeões do Mundo desde 2012.

Ricciardo terminou em sétimo, no que não foi uma má corrida para o australiano, mas sem os pontos suficientes para a Renault ganhar a luta pelo terceiro lugar.

Gasly ficou na oitava posição, na frente de Ocon, e ambos ganharam a luta a um desinspirado Lance Stroll, que não conseguiu lutar para conseguir mais pontos para a Racing Point.

Destaque para a última corrida de Vettel pela Ferrari, fora dos pontos, um final cinzento numa história que ainda lutou por campeonatos, mas não conseguiram bater a dupla Hamilton/Mercedes.

A temporada de 2020 acaba com uma vitória da Red Bull, mas a época foi marcada pelo domínio fortíssimo da Mercedes, num ano atípico, por causa da pandemia.

2021 vai ser uma época mais normal a nível de corridas e calendário, mas onde as equipas irão utilizar os monolugares deste ano, antes da introdução de novos carros em 2022.

GRANDE PRÉMIO DE ABU DHABI

(foto: formula1.com)

CAMPEONATO MUNDIAL DE PILOTOS

(foto: formula1.com)

CAMPEONATO MUNDIAL DE CONSTRUTORES

(foto: formula1.com)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter