27 Abr, 2018

A vez de Ricciardo!

Luís PereiraAbril 16, 20183min0

A vez de Ricciardo!

Luís PereiraAbril 16, 20183min0

Ricciardo venceu o GP da China, depois de um final de corrida espetacular. Ricciardo veio de trás, fez uma série de ultrapassagens e deu uma merecida vitória à Red Bull.

A corrida até começou a ser dominada por Vettel, que arrancou da pole. Tudo parecia sobe controlo até que houve a primeira paragem para troca de pneus. Nessa fase Bottas assumiu a liderança, depois de conseguir ser o mais rápido nas voltas pós paragem.

A liderança de Bottas não parecia menos controlada da que a de Vettel, até que os dois Toro Rosso chocam e fazem surgir o safety car. Foi nesse momento que a Red Bull ganhou uma nova vida. A red Bull teve a ideia certa, de fazer parar ambos os carros para penus frescos, e ganhou a corrida. Ricciardo e Verstappen parecia que voavam e estavam bem lançados para uma dobradinha.

Essa dobradinha só não aconteceu porque Verstappen não teve dos seus melhores momentos. Verstappen até era o piloto da Red Bull que estava na frente, mas calculou mal uma ultrapassagem a Vettel e arruinou a corrida de ambos.

Vettel, que chegou a parecer ter a corrida no bolso, afinal acabaria por terminar em 8º. Já Verstappen, ainda conseguiu recuperar ligeiramente e terminar em 5º. É a segunda corrida consecutiva que Verstappen perde por causar contacto com outros pilotos, algo que vai ter de melhorar para competir em real igualdade com os campeões do mundo.

Por sua vez, Ricciardo soube aproveitar o enorme andamento dos Red Bull com borracha nova, e passou de 6º para 1º numa série de ultrapassagens. Ricciardo fez todas as ultrapassagens com frieza e segurança, que o levaram à merecida vitória.

Bottas, ficou bastante desiludido com o timing do safety car, e teve mesmo de se contentar com o 2º lugar, apesar de não ter cometido qualquer erro. Já Raikkonen, terminou em 3º, tambem beneficiando do safety car, depois de ter passado grande parte da corrida “desaparecido”.

Em 4º, e fora do pódio, ficou Lewis Hamilton. Hamilton teve um fim de semana que descreveu como “um desastre”. Hamilton teve sempre fora da luta pela vitória e teve a “sorte” de Vettel ter sido atingido por Verstappen, para encurtar a vantagem pontual do alemão.

A Mercedes começa a perguntar onde é que está o andamento superior que demonstrou na Austrália e nos testes de pré-época. Hamilton já começa a sentir que a Mercedes tem de aumentar a sua competitividade para se manter na luta.

Destaque ainda para Alonso, no McLaren, que conseguiu chegar ao 7º lugar, recuperando da má qualificação dos McLaren. A McLaren já assumiu que está a necessitar de mais andamento de qualificação, depois de mostrar que o de corrida não está muito mau.

A completar o top 10 ficaram os dois Renault, com Hulkenberg em 6º e Sainz em 9º, na frente do Haas de Magnunssen no último lugar pontuável.

GRANDE PRÉMIO DA CHINA

(foto: f1.com)

CAMPEONATO MUNDIAL DE PILOTOS

(foto: f1.com)

CAMPEONATO MUNDIAL DE CONSTRUTORES

(foto: f1.com)


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter