Jogadores com carimbo Ledman no Mundial da Rússia

Daniel CarvalhoJulho 17, 20184min0

Jogadores com carimbo Ledman no Mundial da Rússia

Daniel CarvalhoJulho 17, 20184min0
Após o término de um mês louco de bom futebol e controvérsias é tempo de retirar algumas conclusões. Após prestação muito ‘aquém’ das expetativas por parte da Seleção Nacional, o Fair Play aborda neste artigo alguns dos jogadores que já passaram pela II Liga do nosso futebol e, neste verão, viajaram para a Rússia em representação das seleções dos seus países.

Começamos com um nome sonante do futebol mundial: Thiago Silva (Brasil). O central brasileiro que tem passagens pelo AC Milan e PSG (clube que representa atualmente) em tempos pertenceu aos quadros do FC Porto ‘B’.

Apesar da curta estadia em Portugal, o defesa-central foi um dos embaixadores da Ledman Liga Pro neste Mundial da Rússia. Apesar do Brasil não ter estado em grande plano, a sua qualidade nunca esteve em causa, tendo culminado um bom campeonato do mundo com um golo importante frente à Sérvia.

E por falar em Sérvia, esta também conta com um representante. Luka Jovic, o qual nos tem habituado a performances muito inconstantes no futebol português, também esteve presente no campeonato do mundo e somou ainda alguns minutos.

Chegou a Portugal com rótulo de craque e tudo indicava que em pouco tempo seria mais uma das estrelas sérvias que iria permitir ao SL Benfica um grande encaixe financeiro. Hoje, com 20 anos, está emprestado ao Eintracht Frankfurt para representar o clube alemão na época que se adivinha.

Thiago Silva no festejo do golo contra a seleção de Luka Jovic  (Foto: Gettyimages)

A dupla Ismael Diáz e Fidel Escobar os quais tiveram passagens por FC Porto e Sporting CP ‘B’ representaram o Panamá naquele que foi o marco mais importante para o futebol na história do país. Os dois jogadores tiveram participações diferentes na campanha, com Escobar a ser titular nos 3 jogos realizados, ao contrário do que aconteceu com Ismael Diáz. Curioso é o facto de em Portugal o percurso dos dois jogadores ter sido inverso, isto porque Diáz foi campeão da Ledman pelo FC Porto ‘B’ e Escobar não se conseguiu afirmar na curta passagem pelo clube de alvalade.

Descemos até ao continente africano onde encontramos o central portista Chidozie Awaziem e o médio defensivo Mikel Agu em representação da Seleção Nigeriana. Ambos pertencem ainda aos quadros do FC Porto, estando já integrados no plantel de pré-temporada dos azuis e brancos. No Mundial da Rússia não tiveram oportunidade para afirmar o seu futebol, ao contrário daquilo que aconteceu com a sua seleção.

De destacar ainda a dupla Premier League composta por Eric Dier e Ederson Moraes que tiveram passagens por Benfica e Sporting ‘B’ e fizeram-se representar nas suas seleções.

Estes foram alguns dos jogadores internacionais que já passaram pelo segundo escalão do nosso futebol e que de uma forma ou de outra contribuíram para aquele que foi um espetáculo do desporto rei no país de Putin. Vejamos agora quantos dos nossos craques, inscreveram o seu nome na ficha de jogo da Ledman Liga PRO.

A nossa realidade

Do FC Porto, Ricardo Pereira e André Silva são as referências. Os dois jogadores inseriram o seu nome no livro de histórias do clube azul e branco. Ricardo foi campeão nacional na época passada tendo sido uma das referências da formação de Sérgio Conceição. Por outro lado, o ponta de lança lusitano foi uma das melhores vendas de sempre do clube portista. Ambos passaram pela Ledman e nenhum foi primeira opção para Fernando Santos neste mundial.

Do Sporting CP, Gelson Martins, Cédric Soares e João Mário são os representantes. Ao contrário do que aconteceu com alguns nomes já referidos, estes destacaram-se pelo seu percurso pós-Ledman. Todos se conseguiram afirmar na equipa principal dos verdes e brancos, tornando-se referências nas suas posições. Cédric Soares e João Mário foram sempre opção inicial para Fernando Santos (à exceção do jogo com o Uruguay) e Gelson Martins foi quase sempre suplente utilizado.

Do SL Benfica, aparecem Rúben Dias, Gonçalo Guedes e Bernardo Silva. Todos tiveram uma passagem muita forte pela Ledman Liga PRO. Guedes e Bernardo fizeram companhia ao melhor do mundo na frente de ataque da Seleção Nacional. Estiveram num bom plano, apesar de não terem marcado qualquer golo na competição. Rúben Dias acabou por ser premiado com uma presença na lista dos 23 convocados após uma época de excelente nível na Liga NOS, não tendo contabilizado qualquer minuto na campanha.

Os homens que acompanharam Ronaldo na frente de ataque em tempos foram craques da Ledman (Foto: SL Benfica site)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter