Luan… de reserva a titular absoluto no São Paulo FC

Renato SalgadoDezembro 10, 20204min0

Luan… de reserva a titular absoluto no São Paulo FC

Renato SalgadoDezembro 10, 20204min0
O volante tricolor passou de reserva, à titular fundamental na cabeça de área da equipa tricolor, reduzindo em 27% o número de golos sofridos.

A defesa do São Paulo foi um dos setores que mais tiveram mudanças durante as últimas partidas. Principalmente na dupla de zaga titular, que hoje é formada por Bruno Alves e Arboleda, mas que já teve Léo e Diego Costa como donos da posição. No entanto, uma coisa não muda: Luan como volante para proteger o sistema defensivo. E os bons números do jogador mostram os motivos de Fernando Diniz não tirá-lo da equipe.

Desde a sua entrada na equipe, logo após a derrota para o River Plate e consequentemente, a eliminação na Libertadores, e também o empate contra o Coritiba no Brasileirão, o Tricolor teve uma queda de 27% nos gols sofridos. Antes de entrar no time, o São Paulo havia disputado 12 confrontos e sofrido 13 gols, o que resulta em uma média superior a um tento por apresentação. Na época, o clube tinha a quinta melhor defesa da competição, atrás de Internacional (9), Fortaleza (10), Palmeiras (11) e Grêmio (12).

 

Com Luan entre os titulares, no entanto, o cenário mudou. Foram dez partidas e apenas cinco gols sofridos. Em cinco ocasiões, a equipe sequer foi vazada. Por conta disso, o São Paulo se tornou o time com a melhor defesa do Brasileiro, ao lado do Grêmio, com 20 tentos tomados. – Estamos vivendo um grande momento e esperamos manter essa sequência positiva até o final do Brasileiro. Nosso elenco é muito forte e vem demostrando isso com boas atuações, tanto na parte defensiva como no ataque. Não chegamos à liderança por acaso e temos que manter os pés no chão. Sabemos que tem muito campeonato pela frente e vamos continuar pensando em um jogo de cada vez. O foco agora é em fazer uma grande partida contra o Corinthians, no próximo domingo (13/12) – afirmou Luan.

Porém, no começo da temporada, Luan não era titular absoluto da equipe. Em seu lugar, Diniz optava por escalar Tchê Tchê ou até mesmo Vitor Bueno. Ao todo, Luan já disputou 68 partidas com a camisa do São Paulo, sendo 54 como titular, e deu uma assistência. Além disso, em 29 delas ajudou o time a sair de campo sem ser vazado. – Fiquei um bom tempo sem jogar, mas segui treinando forte e esperando a minha oportunidade. Ela chegou e estou dando o meu máximo para aproveitar da melhor maneira possível.

Fico feliz por estar contribuindo com o São Paulo. Praticamente, passei metade da minha vida aqui e tenho um enorme carinho pelo clube. Tenho o sonho de ganhar títulos com essa camisa e e seguirei focado para continuar evoluindo e ajudando a equipe – finalizou. Nos 18 últimos jogos com Luan titular, o São Paulo venceu 12, empatou cinco e perdeu um, aproveitamento superior a 75%.

São Paulo sem Luan como titular no Brasileiro 2020 13 jogos 6 vitórias 5 empates 2 derrotas 58% de aproveitamento 15 gols sofridos Média 1,15 gol sofrido por jogo São Paulo com Luan de titular no Brasileiro 2020 10 jogos 7 vitórias 3 empates 0 derrotas 80% de aproveitamento 5 gols sofridos Média de 0,5 gol sofrido por partida.

Luan (Foto: Getty Images)

A chegada ao Tricolor

Luan cresceu no Tricolor. Com apenas 11 anos de idade, em 2010, o jogador já era monitorado pelas categorias de base do clube e já defendia as cores do São Paulo no Sub-11. De 2010 a 2018, o jogador amadureceu no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel e conquistou inúmeros títulos antes de ser alçado ao elenco principal. “Cotia foi marcante. Não só pelos troféus, mas pelo aprendizado”, conta.

A trajetória pelo CFA e a transição para o time principal também renderam convocações para a Seleção Brasileira Sub-20, em 2019: disputou o Sul-Americano Sub-20, no Chile.“Cresci e amadureci bastante no São Paulo. E sou grato ao clube por tudo. Agora, o meu grande desejo é vencer também no time principal para dar alegrias ao nosso torcedor”, revela.

Clubes:

São Paulo (desde 2010) – chegou aos 11 anos. E alojou no CFA com 16 anos

Títulos:

  • Copa do Brasil Sub-15 (2014)
  • Campeonato Paulista Sub-15 (2014)
  • Campeonato Paulista Sub-17 (2015)
  • Taça BH Sub-17 (2016)
  • Campeonato Paulista Sub-17 (2016)
  • Copa RS Sub-20 (2016)
  • Aspire Tri-Series Sub-20 (2017)
  • Copa Ouro Sub-20 (2017)
  • Copa RS Sub-20 (2017)
  • Copa do Brasil Sub-20 (2018)
  • Vice-campeonato paulista (2019)

    Seleção Brasileira:

  • Convocado para o período de preparação da Seleção Brasileira Sub-20 para o Sul-Americano de 2019 – foi chamado três vezes
  • Sul-Americano Sub-20, no Chile (2019)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter