A reestruturação dos clubes para o retorno do Brasileirão

Rafael RibeiroJulho 14, 20186min0

A reestruturação dos clubes para o retorno do Brasileirão

Rafael RibeiroJulho 14, 20186min0
Após apenas 12 rodadas do Brasileirão, o campeonato nacional do Brasil está de volta após a pausa para o Mundial, reservando boas novidades para esta acirrada disputa!

O Mundial já está em sua reta final e os campeonatos nacionais voltam a ter destaque para o reinício pós Copa do Mundo. Com um calendário apertado, três dias após a final do Mundial o Brasileirão já terá a execução de sua 13ª rodada, ainda do 1º turno de jogos. Entre jogos-treino, chegadas e saídas de jogadores negociados, o Fair Play aponta o que de mais importante ocorreu com os clubes da ponta de cima da tabela.

Assim como a China sempre aparece como destino de jogadores que atuam no Brasil, desta vez os árabes é quem estão levando jogadores de diversos times com boas propostas de compra e também de salário aos alvos do mercado. Mas com a ida de uns, o aumento de caixa dos clubes também alimenta a chegada de outros, principalmente vindos do futebol sulamericano, ou de brasileiros em mercados alternativos.

Flamengo

O líder do campeonato nestas primeiras 12 rodadas do campeonato volta da pausa tentando manter a primeira colocação já num jogo difícil, contra o terceiro colocado São Paulo. Ainda tentando a contratação de Vitinho (ex jogador do Botafogo que jogou em 2015/2016 emprestado pelo CSKA ao Internacional), emperrado pelo valor pedido de 10 milhões de euros, viu nesta pausa alguns jogadores importantes saírem.

Foi o caso de Vinícius Jr., já negociado com o Real Madrid, que pediu sua apresentação nesta metade de ano. Jonas, volante rubro-negro, foi para o Al-Ittihad, o que freou as saídas de William Arão e Rômulo, que também tinham sondagens. A novidade no ataque é o colombiano Fernando Uribe, avançado de 30 anos que veio do Toluca (MEX), além das tratativas econômicas para contar com Ryan Babel (holandês vindo do Besiktas), e jurídicas para contar também com Guerrero, que jogou o Mundial através de uma liminar na justiça comum, mas espera resultados para saber se também poderá jogar o Brasileiro (seu contrato com o Mengão termina em 10 de Agosto).

Vinícius Jr. se apresentará ao Real Madrid para o início da época (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Atlético Mineiro

O Atlético de Minas Gerais também perdeu bons nomes e está atrás de reposições. Roger Guedes, emprestado pelo Palmeiras ao Galo, e atual artilheiro da competição com 9 gols, deixou o clube em negociação com o Shandong Luneng da China. Otero, meio campista, foi ao saudita Al-Wehda (time do ex-técnico corintiano Carille), além de Cazares (meio campo) e a revelação Bremer (central) terem sondagens para sair. No caso do primeiro, um empréstimo para o Al-Ahli está bem encaminhado, enquanto para o último a Roma era uma das interessadas.

Como citamos, mesmo perdendo jogadores de um lado, o Atlético também conta com jogadores recém-contratados. Dentre outras chegadas, as que chamam atenção são o caso do avançado Leandrinho (ex Napoli) e a chegada de Chará, colombiano que teve boas atuações em jogos da Libertadores da América, e chegou a estar na pré-lista colombiana para o Mundial.

Roger Guedes ainda é artilheiro do Brasileirão, mas já deixou o clube (Foto: Bruno Cantini/Atlético MG)

São Paulo

Depois de anos sem figurar nas primeiras colocações, o São Paulo tentará primeiramente uma vaga na Libertadores do próximo ano. Temendo perder alguns jogadores titulares neste ano, como o lateral Éder Militão (que está próximo do Porto) e o central R. Caio (sempre especulado nas últimas janelas), a certeza é que o lateral Jr Tavares, já sem espaço no grupo, foi emprestado ao Sampdoria (ITA). Quem também deixou o clube foi Cueva, recém vendido ao russo Krasnodar, após atuação mediana pelo Peru no mundial. Isso depois das perdas de Marcos Guilherme e Valdívia, já antes da parada pela Copa do Mundo, dois jogadores nas pontas do ataque tricolor.

Para tentar manter a boa regularidades das 12 primeiras rodadas, chegou o lateral Bruno Peres, vindo da Roma por empréstimo até o fim de 2019. Além dele, o avançado equatoriano João Rojas reforça o ataque do São Paulo ao chegar do Talleres (ARG). Especulações sugeriam que Hernanes poderia retornar ao time, após seu clube chinês (Hebei Fortune) contratar mais um estrangeiro e ultrapassar o limite de estrangeiros em partidas, mas o próprio clube e o jogador desmentiram tal fato (até o momento).

Cueva não estava em seu melhor momento pelo São Paulo (Foto: Eduardo Carmim/Gazeta Press)

Internacional

Das quatro primeiras colocações do Brasileirão, o Internacional foi o que menos sentiu perdas na pausa do Mundial. Ao contrário, poderá contar com reforços para a sequência do ano. Martin Sarrafiore, promessa argentina que não jogou no primeiro semestre ao assinar um pré-contrato com o time colorado, está a disposição e poderá atuar em breve. Além disso, Jonatan Alvez, avançado ex Júnior Barranquila, também chegou a Porto Alegre para assinar com o Inter um empréstimo de um ano. Já para reforçar a zaga, o Inter encaminhou a contratação de Emerson Santos, central emprestado pelo Palmeiras, já que não estava tendo oportunidades no alviverde.

Sarrafiore poderá estrear pelo Internacional (Foto: Reprodução)

Com a janela brasileira indo até 21 de Julho, é certo que outros jogadores e times poderão sofrer com o assédio europeu, mas acima dele com o assédio chinês e árabe. Resta saber qual outro time fora destes quatro poderá se desfigurar ou se reestabelecer mais rápido para figurar entre os líderes do Brasileirão. Destaque para o Corinthians, atual campeão brasileiro, que pode perder jogadores como Rodriguinho e Romero, que possuem sondagens, além de Maycon que foi para o Shaktar Donetsk e mais recentemente Sidcley para o Dínamo de Kiev, mas contratou para seu lugar o lateral Danilo Avelar, vindo do Torino (ITA).

O Palmeiras também é outro clube fora dos quatro primeiros que teve bastante movimento nesta pausa, perdendo o avançado Keno para o Pyramid FC (Egito) e o médio defensivo Tchê Tchê para o Dínamo de Kiev. Como reforço, o jovem argentino Nicolás Freire, de 24 anos, veio do PEC Zwolle (HOL), para reforçar o elenco neste segundo semestre. Mesmo com a estatística favorável aos três primeiros times (somente um dos três primeiros ganhou o campeonato em ano de Copa do Mundo), resta aguardar para que os primeiros jogos deste retorno do campeonato nos mostre quem poderá despontar, individualmente, ou com um novo time postulante ao título.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter