Rebaixamento, vagas, título: O que esperar dos clubes paulistas no Brasileirão?

Marcial CortezNovembro 8, 20216min0

Rebaixamento, vagas, título: O que esperar dos clubes paulistas no Brasileirão?

Marcial CortezNovembro 8, 20216min0
O Brasileirão chega à sua reta final e os clubes paulistas vivem momentos diferentes. Enquanto São Paulo e Santos brigam pra fugir do Z-4, Corinthians e Bragantino lutam pela vaga direta na Libertadores. E o Palmeiras ainda sonha com o título...

Os clubes paulistas chegam à 30a jornada do Brasileirão em momentos completamente diferentes. As cinco equipas do Estado mais rico do país brigam por motivos distintos nesta reta final da competição. Vamos analisar as aspirações e as chances de cada um deles.

Santos e São Paulo: a briga pra fugir do Z-4

Comecemos pelo Santos. O alvinegro da Vila chega ao fim da trigésima jornada com 35 pontos. Apesar de estar 5 pontos à frente do Sport, primeiro colocado do Z-4, o Peixe acumula apresentações oscilantes e ainda tenta se adequar ao estilo de jogo do técnico Carille. Com boas mas esporádicas atuações do atacante Marinho, o Santos sofre pela falta de um elenco de qualidade. Por sorte, já temos praticamente 3 vagas do rebaixamento definidas (Chapecoense, Grêmio e Sport devem cair se continuar a tendência atual). Assim, o Santos briga pra fugir desse cenário.

O Tricolor Paulista, por sua vez, também não consegue obter uma boa seqüência de jogos e ainda patina na periferia do Z-4. O São Paulo tem uma situação um pouco mais tranquila que o Santos, já que acumulou 37 pontos até agora, mas mesmo assim o cenário é incerto. Na trigésima jornada, o tricampeão mundial perdeu do Bahia no estádio da Fonte Nova, num jogo de vida ou morte para ambos. Os baianos levaram a melhor e complicaram a situação do Santos. Brigam com os paulistas para fugirem do Z-4 as equipas do Ceará, Bahia, e Juventude.

Previsão do colunista – São Paulo escapa com tranquilidade, mas o Santos ainda corre riscos.

Santos e São Paulo brigam pra fugir do Z-4. Foto: Ivan Storti / Santos FC

Corinthians: o sonho da vaga direta

O Timão briga por uma vaga direta na Libertadores 2022. Com times brasileiros a disputar as finais tanto da Sulamericana como da Libertadores, o Brasileirão abrirá mais vagas à principal competição de clubes do continente. Assim, as chances do Corinthians abocanhar uma destas vagas é grande. O Alvinegro começou o campeonato como um dos azarões, mas ao longo do certame consertou o time, dispensou jogadores que não eram utilizados e trouxe reforços de peso, como Willian e Renato Augusto, que já eram conhecidos da Fiel, além de repatriar Roger Guedes, que se mostrou a principal contratação do ano. O Timão luta por uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores, ao somar 47 pontos ao final da jornada número 30.

O Corinthians fez algo muito difícil de se fazer nesta época – normalmente as equipas que não começam bem tentam apenas minimizar os estragos e recomeçam na éṕoca segiunte. O Timão fez diferente, e consertou o carro durante a viagem. Trocou os pneus com o carro em movimento. E isso deu muito certo.

Previsão do colunista – o Corinthians finaliza o campeonato entre o quinto e o sétimo colocados, e carimba o passaporte pra Glória Eterna em 2022.

Roger Guedes comemora gol do Corinthians. Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Bragantino: retorno à Libertadores após mais de 20 anos

Outro paulista que está bem no campeonato é o Bragantino. O Massa Bruta briga por vaga direta na Libertadores em duas frentes. Além de ocupar a quarta colocação na classificação geral, a equipa pode chegar à Glória Eterna via título da Sulamericana, ao enfrentar no próximo dia 20 o bom time do Athletico do Paraná. Por um caminho ou por outro, o Braga deve chegar com tranquilidade à competição.

Com investimento pesado, patrocinador forte e uma administração exemplar, o Red Bull Bragantino possui um projeto a longo prazo e é um exemplo a ser seguido por outros clubes. É uma equipa que será muito falada não só nesta época, mas nas épocas futuras também.

Previsão do colunista – RBB chega na Libertadores com facilidade. Não acredito no título da Sudamericana, que penso que ficará no Paraná, mas via Brasileirão a vaga será conquistada com folga. Bragantino ficará em 4o lugar no Brasileirão, logo após o primeiro pelotão formado por Atlético MG, Flamengo e Palmeiras.

Red Bull Bragantino: Reformulação e projeto a longo prazo. Foto: Divulgação RB Bragantino

Palmeiras – o sonho do hendeca

O Palmeiras, por sua vez, está na briga da ponta da tabela. Galo, Flamengo e Palmeiras brigam pela liderança. O Verdão começou o campeonato de forma avassaladora, mas oscilou muito ao longo da competição e viu os rivais se distanciarem na tabela. O alviverde vive um bom momento e vem de cinco vitórias seguidas, mas mesmo assim o título é um sonho distante. Tudo porque o Atlético Mineiro apresenta um futebol sólido e muito forte. O Galo não perde jogos e está 10 pontos à frente do Verdão ao final da jornada 30.

Outro fator que complica a vida do Alviverde é a finalíssima da Libertadores no final de novembro. Palmeiras e Flamengo jogam o Brasileirão, mas a cabeça dos adeptos está na partida do próximo dia 27.

Previsão do colunista – o Palmeiras chegará ao vice campeonato. Não conseguirá tirar a diferença de pontos para o hendecacampeonato.

Abel Ferreira orienta o time no clássico contra o Santos, vencido pelo Verdão por 2-0. Foto: Marcos Ribolli

Enquanto isso, na Série B…

Na Série B a situação não é diferente. Enquanto a Ponte Preta tenta escapar com todas as forças do rebaixamento à Série C, o vizinho Guarani continua na briga pra voltar à elite. O Bugre está dois pontos abaixo do 4o colocado, com 53 pontos após a jornada 34. Por outro lado, a Macaca ocupa a 15a posição e está dois pontos acima da zona da degola.

Previsão do colunista – tudo continua como está. O Guarani não sobe e a Ponte Preta não desce.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter