FM08: oitavos da Champions no bolso mas com Quaresma de saída pt.4

Francisco IsaacFevereiro 18, 20196min0

FM08: oitavos da Champions no bolso mas com Quaresma de saída pt.4

Francisco IsaacFevereiro 18, 20196min0
A 4ª parte desta viagem de Francisco Isaac no Football Manager 08 vamos ver quem vai substituir Ricardo Quaresma que saiu em Janeiro. Acompanhaste os outros episódios?

Continua a experiência de Francisco Isaac no Mundo do FM08 ao serviço do FC Porto. Para dúvidas do que se trata este artigo, ler aqui: FM08 Pt.1FM08 Pt.2 e FM08 Pt.3!

NOITE À CHAMPIONS COM 10 DENTRO DE CAMPO!

No episódio anterior tínhamos ficado com o “meu” FC Porto à beira do apuramento para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões, mas era necessário garantir uma vitória no último jogo da fase-de-grupos, que era nada mais nada menos que a Lazio. Nos laziale os jogadores-destaque passavam por: Obafemi Martins, Tommaso Rocchi, Guglielmo Stendardo (belo central e nada caro) e Christian Ledesma.

Jogo portanto de elevada dificuldade com ambas as equipas a necessitarem de uma vitória para chegar à próxima fase onde já estava o Liverpool FC (somei duas derrotas ante os Reds). Os romanos começaram melhor e um erro de Fabiano Santacroce ofereceu a Rocchi (belo avançado italiano, com 30 anos de idade)… mas não houve lugar para pânico e medo e conseguimos operar uma reviravolta, com Aílton (chegou assim aos 15 golos) e Bruno Alves.

Quando parecia tudo controlado e dominado, o mesmo avançado brasileiro que tem dado cartas neste FC Porto decidiu dar uma cotovelada (neste Football Manager as expulsões advêm na sua maioria deste pormenor ou entradas a pés juntos) e foi expulso do jogo, abrindo uma janela de esperança à Lazio que durou… 1 minuto! Coloquei Postiga em campo e na jogada seguinte faz o golo do 3-1 e da tranquilidade!

Sem golos de Martins (é uma ameaças se lhe dão espaço), a Lazio acabou por adormecer e ficou arredada da próxima fase da competição… passagem assegurada, milhões somados e agora esperar pelo adversário, mas antes do sorteio tinha alguns jogos por resolver para o Campeonato.

Antes do encontro frente à Lazio houve espaço para uma goleada por 3-0 ao Maia para a Taça de Portugal, onde rondei a equipa toda… Tarik Sektioui fez um golo de antologia, tirando adversários da frente com uma facilidade incrível. Mas para a Bwin Liga tive um final de 2007 de enorme categoria: vitória na Captial do Móvel por 1-0 e 2-1 na recepção ao Vitória SC (Quaresma fez um golo que me pareceu ser de trivela, pois o arco que a bola descreveu não engana!).

Com um domínio por completo na Primeira Liga, o apuramento para as Taças da Liga e Portugal assim como os oitavos-de-final da prova internacional mais desejada por todos, ansiava pelo Mercado de Inverno, especialmente pelo facto de Ricardo Quaresma estar sempre com o mesmo pretendente à perna: o Inter de Milão.

A formação milanesa fez um contacto a questionar quanto é que eu queria pelo mágico extremo… avancei com uma proposta pouco credível, achando que ia ser recusada no valor de 30M€… aceitaram e Quaresma em menos de um dia assinou o contrato.

Com esta saída que abalou o plantel (Hélton e Bruno Alves reclamaram desta decisão e foi necessário sanar o problema antes que criasse um problema no plantel) fui em busca de um novo extremo, sendo que escolhi 4 alvos preferenciais: Gabriel Obertan (18 anos do Bordéus), Ashley Young (o que é hoje em dia lateral-esquerdo do United, surgia como extremo do Aston Villa), Kader Keita (atleta de 26 anos do Olympique de Lyon) e… Simão Sabrosa. Antes que comece uma revolução, o Atlético de Madrid recusou a transferência e acabei por conseguir um dos maiores talentos deste FM08: Gabriel Obertan.

Foto: FM08

Como podem ver pela imagem, Obertan tem todos os valores e qualidades para chegar a um nível extraordinário recheando o campo com golos, assistências e uma série de outros pormenores geniais! Este talento de 1,85 mts de altura na vida real ainda passou pelo Newcastle ou Manchester United mas sem atingir os números estratosféricos que no Football Manager atinge.

A estreia do francês foi no campo do Estrela da Amadora, onde consenti o segundo empate na Bwin Liga, a zero golos… graças a um cartão vermelho de Aílton. É uma das características mais negativas do striker brasileiro, já que noutro save meu antigo do FM08 acabou uma temporada com 16 amarelos e 2 vermelhos, um número similar ao de Sergio Ramos na realidade.

Um empate não estraga o processo até agora, mas vamos ver se o SL Benfica se aproxima quando estava a 8 pontos de distância com menos um jogo por disputar. Agora fiquem com os melhores de 2007 para o Motor de Jogo…

O BALLON D’OR… MAIS JUSTO DE SEMPRE?

O Football Manager 08 divide os prémios em duas categorias: Futebolista do Ano e Jogador do Ano. O primeiro são os prémios FIFA enquanto que o segundo é dedicado ao Ballon D’Or. Solucionado este mistério os vencedores foram os seguintes!

Futebolista do Ano: Miroslav Klose (1º), David Villa (2º) e Diego Milito (3º). O avançado alemão merece esta distinção por ter realizado um ano de qualidade ao serviço do Bayern de Munique, superando Villa (que ainda estava no Valencia) e Milito (a jogar pelo Saragoça).

Para o Jogador do Ano o vencedor foi um suspeito do costume: Ronaldinho. O fantasista do Barcelona tem 19 jogos realizados, 6 golos marcados e 3 assistências com uma média de exibição por jogo de 7,60 (consideravelmente alta). Wayne Rooney e David Villa (é um dos jogadores mais notáveis deste FM08) fecham o pódio.

Como é que os vossos FM’s? É a normalidade de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi a dominarem estes prémios ou também há outros vencedores nos vossos saves?

Já agora, para vosso interesse estes são os 10 melhores jogadores da fase-de-grupos da Liga dos Campeões. Aconselho a compra de Jonah Elmander (Toulouse) e Frederico Higuaín (irmão do pepita e com bons atributos).

Com o novo ano (e efectivamente agora estamos em 2008), é altura para ver se Obertan consegue ser um valor com boas exibições no imediato de forma a que Quaresma não deixa assim tantas saudades… caso contrário, posso vir a ter problemas na Liga dos Campeões com uma viagem agendada até Londres, onde me espera o Arsenal FC (quando ainda Wenger tinha qualidade e fazia os Gunners jogar de forma eficiente, elegante e rápida).

Foto: FM08

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter