Grande Prémio da República Checa: a 50ª de Marquez

João DuarteAgosto 6, 20192min0

Grande Prémio da República Checa: a 50ª de Marquez

João DuarteAgosto 6, 20192min0
Realizou-se de 2 a 4 de Agosto a 10ª etapa de MotoGP, no Autódromo de Brno, na República Checa. Marc Marquez dominou mais uma vez e conquistou a sua 50ª vitória de um GP na categoria de MotoGP. Miguel Oliveira realizou mais um bom fim-de-semana e está cada vez mais próximo de um top10!

No autódromo de Brno, na República Checa, a previsão era de um fim-de-semana com alguma chuva, o que deixou alguns pilotos desconfortáveis.

O primeiro dia de treinos livres decorreu com duas sessões em pista seca, com o piloto mais rápido do dia a ser mais uma vez Fabio Quartararo. À semelhança do que já tinha acontecido noutros GP’s este ano o rookie voltou a mostrar o seu valor e fácil adaptação à categoria.

Outro dos rookies a surpreender foi mesmo o português Miguel Oliveira, ao fazer o 4º melhor tempo da primeira sessão na pista checa, com o seu colega de equipa Hafizh Syahrin a fazer o 7º melhor tempo dessa sessão e a colocar as KTM em destaque.

No segundo dia as condições mudaram e os pilotos tiveram de realizar as sessões de treinos livres e de qualificação com pista molhada.

Miguel Oliveira voltou a começar bem o dia, ao fazer o 9º tempo da 3ª sessão de treinos livres, mas para a quarta sessão o português baixou o seu tempo em apenas 9 milésimas, correspondente ao 17º tempo da sessão.

Quem melhor se adaptou foi Marc Marquez que fez o melhor tempo nas duas sessões de treinos livres a mais de 7 décimas dos adversários e conquistou depois a pole position na qualificação, a mais de 2,5 segundos de Jack Miller e Johann Zarco, segundo e terceiro, respetivamente.

Miguel Oliveira apesar do bom tempo de qualificação, não conseguiu passar à segunda sessão e conquistou a 16ª posição da grelha de partida.

Na corrida a luta pela 1ª posição manteve-se intensa até à 11ª volta, momento em que Marc Marquez começou a ganhar vantagem sobre os adversários, deixando-os a uma distância confortável para vencer a corrida, a sua 50ª vitória em Grandes Prémios na categoria de MotoGP.

Em segundo ficou Andrea Dovizioso que também segurou o seu lugar no pódio desde cedo.

Em terceiro terminou Jack Miller que na luta com Alex Rins acabou por sair por cima e fechar o pódio, o segundo da época.

Miguel Oliveira ainda rodou na 12ª posição durante várias voltas, mas acabou por terminar em 13º lugar. Foi no geral uma boa corrida para o luso que se aproximou do grupo da frente e dá indicações de que o trabalho desenvolvido está a ter os seus frutos. Quem sabe se daqui a uns tempos não o veremos a disputar o top10 de MotoGP.

Miguel Oliveira 13º! (Foto: Notícias ao Minuto)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter