8ª etapa de MotoGP – GP da Holanda

João DuarteJulho 4, 20192min0

8ª etapa de MotoGP – GP da Holanda

João DuarteJulho 4, 20192min0
Realizou-se de 28 a 30 de Junho a 8ª etapa de MotoGP, no circuito de Assen, na Holanda. Maverick Viñales venceu a corrida e mostrou que a Yamaha está no caminho certo no desenvolvimento da mota. Miguel Oliveira baixou os tempos para os melhores e acabou em 13º.

O fim de semana ditou o regresso da yamaha às vitórias no oitavo grande prémio da época em solo holandês.

Quartararo continua a mostrar a rápida e excelente adaptação que tem vindo a fazer à categoria máxima do mundial de moto velocidades, o MotoGP. Se em Moto2 e Moto3 o francês nunca se tinha conseguido destacar, pelo contrário, o seu primeiro ano de MotoGP está a correr-lhe de feição. Nos treinos livres voltou a marcar o melhor tempo e conquistou depois a pole na sessão de qualificação. Já leva 3, as mesmas que tinha conseguido nas categorias anteriores.

Quem também dava bons sinais era o espanhol Maverick Viñales a fazer o segundo melhor tempo, o único próximo de Quartararo.

Já na corrida foram as Suzukis a protagonizar o melhor arranque com Alex Rins e Joan Mir a assumir a 1ª e 2ª posições, depois de saírem da 3ª e 5ª posição da grelha, respetivamente. Mas a liderança durou pouco, com Rins a cair na terceira volta e Mir a não aguentar o ritmo.

Depois foi a vez de Quartararo passar para a frente e aguentar os sucessivos ataques de Marc Marquez e Maverick Viñales.

Só à passagem da 16ª volta é que perdeu a liderança em definitivo para Maverick Viñales, que aumentou e geriu a vantagem até à bandeira de xadrez levando a Yamaha às vitórias, depois da última conquistada à 9 meses na Austrália.

Marc Marquez apesar do fim-de-semana menos bom conseguiu garantir a segunda posição e aumentou a vantagem para o segundo da classificação geral, Andrea Dovizioso, que terminou apenas em 4º.

A fechar o pódio ficou o roockie Fábio Quartararo que ocupa agora a 6ª posição geral.

Miguel Oliveira com algumas peças novas conseguiu reduzir as diferenças de tempo para os melhores e qualificou-se em 17º. Na corrida começou mal e a perdeu alguns lugares, mas ao longo da corrida conseguiu recuperar de 20º para o 13º lugar com que acabou, beneficiando de algumas quedas/desistências e também da maior consistência.

Conquistou assim mais 3 pontos e está agora em 18º da geral a 1 ponto de Johan Zarco, piloto de fábrica que está em risco de perder o lugar para o português.

Miguel conquista mais 3 pontos em MotoGP! (Foto: AutoSport)

Classificação geral: https://bit.ly/3252vWZ

 


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter