Liga Betclic Masculina – 5 jogadores em destaque além das equipas grandes

José AndradeMaio 25, 20226min0

Liga Betclic Masculina – 5 jogadores em destaque além das equipas grandes

José AndradeMaio 25, 20226min0

Neste novo texto vamos falar sobre 5 jogadores estrangeiros que se evidenciaram na Liga Betclic Masculina em equipas além das do topo da tabela. Com os playoffs a decorrer e com o novo campeão nacional cada vez mais perto de ser encontrado, nós hoje vamos falar sobre 5 das apostas de fora do nosso país que brilharam nesta temporada na Liga Betclic Masculina.

Brandon Anderson – Pepe rápido da nossa Liga Betclic Masculina

Começamos pelo base que esteve na Ovarense nesta temporada, era uma aposta da equipa para liderar e ser um dos destaques da Liga e foi isso mesmo que aconteceu ao longo da época, mesmo com os problemas deste conjunto aveirense. O base, Brandon Anderson tinha feito uma boa época na liga britânica depois de se ter destacado muito na NCAA com os Bears da Brown University. Falamos de um base que tem na mudança de ritmo a sua maior virtude, os ataques ao cesto em que ele consegue deixar todos sentados mudando de velocidade foi a arma mais usada e em maior destaque nesta temporada. Se brilhou com essas mudanças de velocidade, mostrou também melhorias em alguns pontos onde já se destacava em Worcester. Um base que ainda brilha muito com a bola nas mãos, não sendo um base muito forte fisicamente consegue se destacar pela inteligência e por tratar muito bem a bola, além disso ainda é um atirador de elite. Base que não pode ter espaço porque ganha na velocidade e porque ainda tem facilidade de tiro, cresceu na construção e no assumir de jogo.

Lamar Morgan – Mais que um role player

O Illiabum acabou por não conseguir a manutenção, mas a equipa teve vários jogadores em destaque. Lamar Morgan não será quem mais se destacou, mas mostrou ser uma peça importante e muito regular. Neste terceiro ano em Portugal, mostrou o que já tinha mostrado na Maia, é um jogador que defende e ataca bem. Falamos de um 2 que tem crescido muito, olhando para Lamar Morgan de Coppin State, depois na Maia e agora nesta temporada, notamos uma grande evolução principalmente no 1×1 em busca do cesto. É um jogador que rende em transição, que sabe conduzir bem a bola, mostrando também aí uma grande evolução, depois no tiro exterior também consegue bons números e tal como nos outros pontos uma evolução constante. Destacar ainda o facto de ser um bom defensor conseguindo ganhar duelos a jogadores mais fortes e mais rápidos. É mais que apenas um role player de garantias, é um jogador com capacidade para ser um titular de valor pela regularidade.

Delaney Blaylock – Um 2 de alto nível

Chegou ao Póvoa como um jogador capaz de atuar como 3 e 2, sendo que se afirmou como esperado a 2. Vinha de se destacar na NCAA2 em Lewis University ao lado de um base como Kendale Mccullum que brilha no Giessen da Liga alemã. Depois disso Delaney esteve na Irlanda onde mostrou uma grande evolução e onde brilhou valendo o salto para a Ucrânia onde voltou a ser uma das figuras no Odessa equipa que teve uma temporada complicada. Chegava à Póvoa como sendo um jogador que precisava de ter bola e foi isso que aconteceu nesta temporada, sendo que um dos destaques foi a sua evolução no jogo sem bola. É um jogador com um reportório de fintas, que se evidencia no 1×1 e na procura pelo tiro uma das suas armas principais. Boa condução de bola, tem no canto a sua zona preferencial, mas é um jogador que mostrou mais que ser apenas um jogador de transições e tiro rápido, mostrou uma evolução grande na gestão de ritmos de jogo.

Alex Thompson – Perfil de luxo

O Lusitânia mostra todas as temporadas um grande acerto nas apostas para jogadores estrangeiros em especial no jogo interior e este ano não foi diferente com Julien Ducree, um 5 de equipa grande, melhor até que alguns das equipas de topo da tabela, mas hoje vamos falar de Alex Thompson, um 4 que brilhou e se evidenciou bastante nesta temporada. Se Ducree é um jogador fisicamente imponente, Thompson é exatamente o contrário. Alex Thompson é um 4 já com alguma experiência na Europa, chegou à República Checa depois de estar sempre em bom plano na NCAA. Depois da República Checa brilhou na Finlândia e na Alemanha, era um dos jogadores que mais queria ver nesta temporada e não desiludiu, esteve muito bem. Falamos de um 4 que se destaca com a bola nas mãos, tem ótimas mãos, uma meia distância de muita qualidade, destaca-se de frente para o cesto, mas tem evoluído no jogo de costas para o cesto onde não sendo um jogador com muitos quilos, se evidencia pela mobilidade. É um 4 muito inteligente que sabe aproveitar muito bem cada espaço dado pelos adversários ou ganho pelos seus colegas mais fortes. Jogador de equipa grande por defender e atacar muito bem, além claro da sua inteligência e mobilidade.

Anthony Smith – Músculo para dar e vender

Para terminarmos vamos até ao algarve para falar de Anthony Smith, um jogador que se destaca pela capacidade física. Destacou-se na NCAA na Murray State ao lado de Jaiveon Eaves um base muito interessante que está atualmente na Geórgia, depois disso Portugal e a ida para a Sérvia onde esteve no Borac onde conseguiu 16.9 pontos de média por jogo e ainda mostrar que estava um jogador ainda mais evoluído principalmente na meia distância. Chegou ao Imortal para ser uma peça importante e acabou por sê-lo. Falamos de um jogador que se destaca pelo físico, sendo não só pelos quilos e altura, mas também pela condição física, depois é um jogador que ataca e joga bem de costas e de frente para o cesto, é um ressaltador de elite e depois tem evoluído muito no jogo sem bola, o ponto onde teve a sua maior evolução nesta estadia no algarve, algo que já tinha sido muito trabalhado na sérvia e onde voltou a mostrar um grande crescimento sob o comando do mister Luís Modesto. Um jogador que pode ser poste ou extremo-poste, cada vez mais completo e se melhorar ainda mais a meia distância será cada vez mais para outros voos.

Ficaram aqui 5 jogadores estrangeiros em destaque na nossa Liga Betclic Masculina ao longo desta última temporada, todos jogadores em equipas além das do topo da tabela, atletas que mostraram a muita qualidade existente além das equipas grandes nesta nossa Liga Betclic Masculina.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter