Final-eight da Taça de Portugal jogou-se com qualidade assinalável

Rafael RaimundoAbril 8, 20191min0

Final-eight da Taça de Portugal jogou-se com qualidade assinalável

Rafael RaimundoAbril 8, 20191min0
A final-eight da Taça de Portugal jogou-se no passado fim de semana e foi a verdadeira demonstração da qualidade do trabalho das formações.

A final-eight da Taça de Portugal foi das melhores dos últimos anos

Entre lances de ataque executados com grande qualidade, golos bonitos de se ver, defesas que resultavam excelentes imagens de capa de jornais, destacamos o rigor tático, sobretudo, das equipas cujas aspirações não eram, à partida, as de conquistar o troféu. À cabeça vem as meias-finais da prova. Benfica e Sporting, naturalmente, partiram como favoritos, no entanto, Fundão e Burinhosa disputaram o jogo de igual para igual nesta final-eight.

(Foto: RTP)

Foram os detalhes individuais que decidiram os jogos, e nesse capítulo dificilmente é possível comparar alguma equipa portuguesa ao Sporting ou ao Benfica, desde logo porque não têm o mesmo poderio financeiro. Contudo, em termos da organização defensiva há que ressalvar o trabalhos de Fundão, Módicus, Burinhosa, Futsal Azeméis e Quinta dos Lombos. Souberam baixar as “linhas defensivas” quando necessário e, sem perder a intensidade sobre o portador da bola, manterem-se fiéis aos princípios daquilo que é uma boa organização defensiva.

Em momento de ataque, os lances decisivos por vezes ficaram entregues à inspiração. Uma vez ser fundamental para as equipas defenderem bem, ficou a cargo dos jogadores com mais habilidade a missão de desequilibrar as linhas adversárias.

(Foto: ZeroZero)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Posts recentes


newsletter