24 Mai, 2018

5 Jogadores a Acompanhar na Liga SportZone

Pedro AfonsoOutubro 5, 20175min0

5 Jogadores a Acompanhar na Liga SportZone

Pedro AfonsoOutubro 5, 20175min0
Plantéis equilibrados, pequenas diferenças em jogadores chave que, num desporto tão rápido e mecanizado como o Futsal, poderão fazer a diferença e tombar o marcador para as suas equipas.

A Liga SportZone 2017/2018 já vai na 4ª jornada, mas a caminhada até aos Play-Offs ainda é longa… Num campeonato fortemente clivado em dois grupos (os “três grandes” e os “outros”), a competitividade é maior que nunca, com a luta pelos 12 lugares que não o 1º e o 2º a serem fortemente disputados.

O FairPlay apresenta-lhe 5 jogadores a ter em conta durante a Liga SportZone 2017/2018. Estes jogadores poderão fugir ao olhar mais distraído que se fica pelos 5s iniciais das equipas grandes, não granjeando uma enorme reputação. Contudo, pelas suas valências, pelo contexto da equipa onde estão inseridos e pelo seu potencial e/ou experiência poderão marcar a diferença.

 

Yulián Diaz (Fabril Barreiro)

 

Jovem promessa colombiana [Fonte: Deportesrcn]
 

O jovem colombiano chegou ao Futsal Português no Verão de 2016/2017 para representar o Benfica. Contudo, a decisão do clube encarnado passou por emprestar o jogador a um clube de menores dimensões, onde pudesse ambientar-se ao futsal português.

Apesar da tenra idade (22 anos), Yulián rapidamente se afirmou no AD Fundão tendo terminado a época transacta com 21 jogos e 10 golos marcados. Um ala virtuoso e com grande margem de progressão, Yulián tornou a ser emprestado ao Fabril Barreiro, equipa recém-promovida, onde se assumiu como a estrela maior até ao momento, com 4 golos marcados em 3 jogos.

A posição de ala do SL Benfica encontra-se repleta de qualidade, pelo Yulián deverá continuar o seu processo de desenvolvimento e impressionar esta época para poder voltar ao Benfica e fazer parte das escolhas de Joel Rocha.

 

Nilson Miguel (AAUM\Braga)

 

Um dos bastiões da ascensão dos Gverreiros [Fonte: Bola ao Centro]
 

A caminhada triunfal até ao 2º lugar na Liga SportZone 2016/2017 por parte dos pupilos de Paulo Tavares foi alicerçada em 3 jogadores: André Coelho; Tiago Brito; Nilson Miguel. Os dois primeiros transferiram-se para o Benfica, num negócio extremamente proveitoso para os encarnados, e Nilson, apesar do assédio do Sporting, manteve-se por terras minhotas.

Um fixo disciplinado taticamente, com capacidade de choque e de recuperação de bola sem jogar feio, Nilson é o protótipo de Fixo do jogo do futuro, com capacidade de queimar linhas e chegar à frente, longe dos jogadores mais conservadores que costumam povoar o sector mais defensivo.

A sua estadia em Braga deverá terminar este ano, uma vez que Nilson tem capacidade para mais e melhores voos, dentro ou fora de Portugal.

 

Márcio Moreira (AD Fundão)

 

O virtuoso da Beira [Fonte: O Gol]
 

O ala natural de Matosinhos vem de uma época em grande ao serviço do AD Fundão. Após uma primeira época ao serviço dos beirões medíocre (17 jogos e 5 golos), Márcio assumiu-se como titularíssimo do AD Fundão e desempenhou um papel importante como o desequilibrador e virtuoso da equipa, contribuindo com 22 golos em 34 jogos.

Dotado de um para um soberbo 1×1, Márcio rapidamente chegou à Seleção A, normalmente “habitada” por jogadores dos 3 grandes ou a jogar no estrangeiro, contando já com 5 jogos e 2 golos ao serviço da seleção das Quinas.

Tal como Nilson, o Fundão começa a parecer pequeno para tanta qualidade e tanto futsal, sendo de estranhar que nenhuma equipa tenha decidido avançar para a sua contratação. Contudo, esta situação não deverá manter-se durante muito mais tempo.

 

Xot (AAUM\Braga)

 

O novo guardião das balizas minhotas? [Fonte: Zerozero]
 

Talvez a escolha menos óbvia, Filipe Cardoso, mais conhecido por Xot, tem esta época o duro papel de substituir o seu colega Vítor Hugo, que se lesionou gravemente na época transacta.  Em ano de UEFA Futsal Cup para o AAUM\Braga, Xot tem a sua oportunidade para se afirmar e assegurar uma maior visibilidade para o seu futsal.

Apesar de ter sido o escolhido por Paulo Tavares para colmatar a lesão de Vítor Hugo na época transata (a meias com Vasco Ribeiro), este ano parte atrás do seu colega de equipa Vasco. Contudo, poderemos esperar ver mais de Xot ao longo do ano, com o seu estilo característico, raçudo, vivo, comunicativo.

Terá, contudo, de melhorar o seu jogo de pés para poder aspirar a voos mais altos. Tal como o seu colega Vítor Hugo, não se consegue assumir como uma alternativa de construção com bola no pé. Mas com 23 anos, Xot tem mais que tempo para aprimorar o seu Futsal e evoluir.

 

Fábio Lima (Modicus)

Mais uma época goleadora? [Fonte: Zerozero]
 

O Modicus tem tido um início de época fulgurante, com 3 vitórias em 4 jogos e 23 golos marcados, ultrapassando até o Sporting neste último capítulo. Para tal, o contributo de Fábio Lima, ala natural do Porto, tem sido essencial.

Fábio Lima não é, de todo, um desconhecido do Futsal Português. Com 18 internacionalizações A e 5 golos marcados, bem como 2 anos ao serviço do Sporting onde realizou 90 partidas e marcou 29 golos, o ala demonstrou uma veia goleadora que se aprimorou em Sandim.

A época de 2016/2017 trouxe-nos um Fábio com veia matadora, contribuindo com 32 golos em 34 jogos para uma das melhores equipas do campeonato. Com 6 golos em 4 jogos até ao momento, será de esperar que Fábio continue o seu reerguer na Liga SportZone.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter