Fórmula 1 2019: mais dúvidas do que certezas

Luís PereiraFevereiro 24, 20192min0

Fórmula 1 2019: mais dúvidas do que certezas

Luís PereiraFevereiro 24, 20192min0
Fica a saber como correram os testes de preparação para a Formula 1 2019. Novos bólidos, alguns pilotos com estreias em grande e muito mais!

PRIMEIROS TESTES E ALGUMAS NOTAS DO LANÇAMENTO DA FORMULA 1 2019

Terminaram os primeiros testes de pré-temporada da Fórmula 1 2019. Como sempre, nos primeiros testes não dá para ter certezas do que será a competitividade do pelotão, mas já dá para ter uma ideia de que algumas equipas estão francamente mais bem preparadas do que outras.

A Ferrari foi a equipa que mostrou mais as “garras” durante o teste. Foi a segunda equipa com mais voltas completadas e aquela equipa que pareceu sempre ser a mais rápida em pista. Todo o pelotão pensa que a Ferrari vai ser a equipa com mais andamento no início da temporada, mas a Ferrari não se quer já assumir como favorita, apesar de estar cautelosamente otimista.

Os Campeões do Mundo, a Mercedes, tiveram um teste bastante “tranquilo”, já que tentaram fazer muitos quilómetros, mas sem mostrar muita velocidade. Apesar disso, é bastante cedo para assumir que a Mercedes poderá ter problemas, até porque costuma ser o modus operandi da equipa costuma ser focar bastante na fiabilidade e só depois na velocidade.

A Red Bull foi uma das equipas que mais arriscou para 2019, com a escolha dos motores Honda para atacar o campeonato. Até aqui o regresso da Honda à F1 foi marcado por falta de velocidade e fiabilidade, mas esta época parece ser lançada para a mudança. Até aqui a Red Bull tem mostrado um monolugar fiável e rápido, que parece que vá ser bem capaz de lutar pela vitória.

A primeira semana de testes também mostrou que a temporada de 2019 pode trazer um meio do pelotão bastante competitivo. Não deu para entender se irá haver um claro favorito no meio do pelotão, mas tudo parece renhido, especialmente entre a Renault, Toro Rosso e Alfa Romeo (antiga Sauber).

Com testes ligeiramente mais atribulados, temos a Racing Point, Haas e McLaren. Apesar disso, não parece que haja equipas “lentas”, com muita qualidade presente em diferentes ideias.

Um teste mais desastroso foi o da Williams. A estreia do monolugar da histórica equipa foi atrasada em dois dias. Mesmo depois da estreia a equipa admitiu que o carro correu com bastantes limitações e será preciso muito trabalho para a Williams ser competitiva.

A F1 ainda tem mais uma semana de testes pela frente antes de começar oficialmente em março, na Austrália. Nesses testes irão ser dissipadas algumas questões, mas a competitividade só se irá revelar verdadeiramente na Austrália.

Os resultados dos primeiros testes da Formula 1 2019 (foto: formula1.com)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter