Os maiores destaques da sexta e sétima jornada da Liga Betclic Feminina

José AndradeNovembro 9, 20217min0

Os maiores destaques da sexta e sétima jornada da Liga Betclic Feminina

José AndradeNovembro 9, 20217min0
Fica a saber quem são os destaques da Liga Betclic Feminina, na quinta e sexta jornada pela mão de José Andrade

Regressamos esta semana para falar sobre as duas últimas jornadas da Liga Betclic, mais uma vez marcadas pelos grandes jogos, excelente basquetebol e exibições individuais de encher o olho e é sobre seis dessas prestações que vamos falar aqui hoje. Venham daí que aqui é dia do melhor basquetebol e temos muito para falar.

Sexta Jornada – Devon, a MVP inquestionável

Katherine Anderson – Incansável

O Francisco Franco perdeu com o Esgueira por 63-52, mas mais uma vez a norte-americana foi um dos destaques da equipa madeirense e da jornada da Liga Betclic Feminina. Neste jogou voltou a ser a arma maior da equipa de Paulo Freitas, uma jogadora que nunca está quieta e que consegue jogar sempre em alta rotação. Neste jogo, Katherine Anderson conseguiu 29 pontos, com 10 acertos em 17 nos lançamentos de campo, 3 em 5 na linha de três pontos, 6 em 6 na linha de lances livres, sem esquecer ainda 6 ressaltos e 1 assistência. A atleta dos EUA ao cabo de 6 jogos, é a terceira melhor jogadora por pontos na Liga Betclic Feminina com 17.6, mas mais uma estatística que revela bem como a estadunidense é preponderante nesta equipa do Francisco Franco.

Jeanne Morais – A Galinácea imparável

O nosso segundo destaque desta semana, vai para a Jeanne Morais que foi a figura maior na segunda vitória da equipa de Aveiro, o Galitos recebeu e venceu o Guifões por 73-40 e mesmo com várias jogadoras em destaque, foi a jogadora canarinha que esteve em maior evidência neste duelo onde aveirenses terminaram a sorrir ao quebrar o ciclo que já ia em 4 derrotas consecutivas. Jeanne Morais neste duelo registou 16 pontos, sendo que deles foram conseguidos de 5 em 9 lançamentos de campo, 2 em 3 tentativas na linha de três pontos, 4 em 4 na linha de lances livres, ainda  registou 6 ressaltos, 3 assistências, 2 roubos de bola e 1 desarme de lançamento. Uma nova exibição categórica de uma das apostas do Galitos para esta nova temporada, ela que nesta época leva 39% nos lançamentos de campo, 38% de acerto nos lançamentos exteriores e ainda 87% na linha de lances livres, tudo isto são números reveladores da boa temporada de Jeanne Morais mesmo com os problemas que a equipa de Aveiro tem sentido neste início de temporada.

Devon Brookshire – MVP Sem margem de dúvidas

Para terminar os nossos três destaques da sexta jornada, vamos até Vagos para analisar Devon Brookshire, a jogadora que foi eleita MVP pela Federação Portuguesa de Basquetebol de forma justíssima. A jogadora norte-americana brilhou na vitória do Vagos por 86-72 frente ao Olivais FC naquele que foi o quarto triunfo da equipa de José Janeiro, o terceiro de forma consecutiva. Um jogo complicado, apesar de um ascendente constante no decorrer da partida, a equipa do Vagos sentiu problemas e teve de suar muito para conseguir levar a melhor frente a um Olivais que vem em crescendo deste o primeiro jogo desta Liga Betclic feminina.

Neste jogo no Pavilhão Municipal de Vagos temos de fazer uma menção a Eva Carregosa, pois a base do Olivais esteve mais uma vez “on fire” e voltou a ser também ela um dos maiores destaques na jornada, mas Devon Brookshire apresentou-se novamente em nível altíssimo, demonstrando o grande acerto da equipa de Aveiro nesta contração. Neste duelo com o Olivais, a norte-americana conseguiu 26 pontos com 10 acertos em 13 tentativas nos lançamentos de campo, 1 em 2 na linha de três pontos e ainda 5 em 6 lançamentos na linha de lances livres, além disto a jogadora que mais se destacou nesta última jornada ainda conseguiu 9 ressaltos e 2 roubos de bola, estatísticas que comprovam a exibição muito boa da norte-americana neste triunfo frente ao Olivais. Devon Brookshire tem se revelado uma das jogadoras em maior destaque no capítulo dos ressaltos defensivos, sendo a sétima jogadora na Liga Betclic com mais ressaltos no lado defensivo e a quinta na globalidade dos ressaltos com 9.5, uma das jogadoras em maior evidência nesta temporada na luta das tabelas.

Sétima Jornada – Alta rotação antes da paragem

Simone Costa – MVP desta ronda

Começamos por Simone Costa, um dos maiores destaques desta última jornada antes da paragem para as seleções. A jogadora do União Sportiva brilhou muito naquele que foi um dos duelos do fim de semana no basquetebol nacional, onde a equipa dos Açores venceu o CD Escola Francisco Franco por 71-40 regressando assim aos triunfos na Liga Betclic Feminina depois do desaire na jornada anterior com o Quinta dos Lombos. Simone Costa foi a jogadora em maior evidência, ela que tem vindo sempre a ser das melhores da equipa, exibições sempre pautadas pela consistência e qualidade de uma das jogadoras a brilhar mais nesta liga. Neste duelo, Simone Costa conseguiu, 26 pontos, com 10 acertos em 14 lançamentos de campo tentados, 6 em 8 nos lançamentos exteriores, 8 ressaltos, 1 assistência e 4 roubos de bola. Simone Costa uma jogadora sempre muito regular e que neste último jogo assumiu um protagonismo ainda maior dentro da equipa e das melhores da jornada.

Isabella Souza – Estreia em grande

O Guifões perdeu com o Quinta dos Lombos por 35-91, mas num jogo onde várias jogadoras se destacaram, a exibição da jovem base brasileira é a que mais destaco por ser o primeiro jogo que Isabella Souza faz no Guifões nesta temporada. Uma estreia que não foi de sonho pelo resultado, mas que deixou bem evidente o porquê desta aposta da equipa na base que apesar de muito jovem, é já uma das melhores jogadoras sul-americanas e neste primeiro jogo deixou já bem evidente o porquê de dizer isso.

O Guifões é uma equipa que tem sentido alguns problemas e esta exibição junto com a de Carolina Ferreira ou Filipa Teixeira deixa no ar possíveis melhorias na equipa capazes de levar este conjunto a mostrar muito mais. Falando do jogo de Isabella Souza, foram 17 pontos, com 7 em 22 lançamentos de campo, 3 em 7 na linha de três pontos, 2 ressaltos, 1 assistência e 1 roubo de bola. Um começo que deixa água na boca para os próximos jogos e para a temporada, base de muitíssima qualidade e para quem não conhecia ficou aqui uma primeira amostra de uma jogadora que promete animar muito a Liga Betclic Feminina.

Gabriela Raimundo – Pura classe

Para terminar os nossos destaques, vamos até Aveiro para observar uma das estrelas da Liga Betclic Feminina, Gabriela Raimundo que se destacou muito neste último jogo do Esgueira. A equipa aveirense venceu o Olivais por 80-63 e a base foi uma das figuras maiores deste duelo e desta jornada. A portuguesa, neste regresso tão aguardado por todos nós à principal divisão de basquetebol nacional, tem sido como esperado uma das jogadoras em maior evidência e prova disso o estar no topo nos roubos de bola – está empatada com a sua irmã Ana, ambas com 25 roubos de bola -.sem esquecer o facto de ser uma das 15 jogadoras com mais assistências (25), está nesta altura com 35% na linha de três ponto. Falando do jogo com o Olivais, a atleta do Esgueira brilhou com, 20 pontos, 7 em 10 lançamentos de campo concretizados, 3 em 4 nos tiros exteriores, 3 em 3 na linha de lances livres, ainda 4 ressaltos, 5 assistências e 1 roubo de bola, nova exibição onde espalhou toda a sua classe.

Por esta semana é tudo, duas novas jornadas com excelentes jogos, onde podíamos ter destacado a Raphaella Silva, a Márcia da Costa Robalo, a Letícia Rodrigues, entre várias outras jogadoras que estiveram em grande nestas sexta e sétima jornadas na Liga Betclic, que como sempre mostrou o porquê de não se poder perder nenhum jogo porque as emoções e a qualidade do basquetebol feminino nacional são apaixonantes. Todas as semanas estamos aqui para falar do melhor basquetebol.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter