Gabigol pode superar Zico como maior ídolo do Flamengo?

Renato SalgadoAbril 16, 20216min1

Gabigol pode superar Zico como maior ídolo do Flamengo?

Renato SalgadoAbril 16, 20216min1
Gabriel Barbosa já é o artilheiro do século e pode se tornar o maior ídolo da história do Flamengo: Gabigol é a prova de que o caro, também pode virar barato. Zico ‘cobra’ Gabigol para treinar faltas e avisa: “Pode ser um dos maiores da história do futebol brasileiro.”

Há quem diga que perfeição não exista, mas esse alguém com toda certeza nunca teve um final de semana como os torcedores do Flamengo tiveram em dezembro de 2019. Campeão da Libertadores e do Brasileirão em menos de 20 horas de relógio, a torcida lotou as ruas e fez uma grande festa para os campeões. No entanto, um dos grandes pedidos da torcida era o ”fica, Gabigol”. Autor dos dois gols do título do Flamengo na Libertadores, Gabriel marcou história no clube e queremos saber dos torcedores rubro-negros: Para você, qual é o tamanho de Gabriel Barbosa na história do Flamengo após os dois gols na final da Libertadores da América nos acréscimos e já ser o maior artilheiro do clube neste século?

Siga a página do Fair Play no Facebook

Photo by Raul Sifuentes/Getty Images

Gabriel teve recordes expressivos em sua temporada de estreia. No dia 17 de novembro de 2019, o atacante ultrapassou um dos maiores ídolos da história do Flamengo, Zico, e tornou-se o maior artilheiro do Rubro-Negro Carioca numa só edição de Campeonato Brasileiro com 25 gols, contra 21 do Galinho. Números que o transformaram no goleador máximo do campeonato daquele ano. Também foi o artilheiro da Libertadores de 2019 com 9 gols. Gabriel Barbosa escreveu história no Flamengo em sua primeira temporada. Tanto que fez com que a equipa carioca investisse aproximadamente 18 milhões de euros em sua contratação definitiva. Já em 2020, o Mengão conquistou no começo do ano os campeonatos Carioca, Recopa Sul-americana e ainda a Supercopa do Brasil.

Mas com a saída de Jorge Jesus, o time não conseguir assimilar a proposta de jogo do sucessor, o espanhol Domènec Torrent. O time do Flamengo passou a oscilar muito, o que acabou custando o emprego do treinador. Após a chegada de Rogério Ceni para treinar a equipa, o Rubro-Negro passou a jogar melhor e Gabigol voltou a ser decisivo marcando muitos gols, e realizando diversas assistências, fazendo com que conquistasse novamente o título do Brasileirão. Agora, é esperar para ver o que o destino espera para o atacante em 2021.

Gabriel Barbosa já é o artilheiro do Flamengo neste século

O Flamengo levou a melhor no duelo contra o Palmeiras, na disputa da Supercopa do Brasil no último domingo(11/04). Após empate em 2 a 2, os Rubro-Negros foram aos pênaltis e converteram seis chances, enquanto o Palestra apenas cinco. Dessa forma, conquistou o bicampeonato da Supercopa do Brasil. A tarde no Mané Garrincha foi histórica para Gabigol. O atacante marcou o primeiro gol do Flamengo e, com isso, se isolou na artilharia Rubro-Negra no século XXI, com 74 gols pelo clube em 106 jogos. O segundo lugar é de Renato Abreu, com 73.

Pelo que joga e pelo nível de seus companheiros, essa marca parecia certa, assim como chegar nos 100 gols e também nos 200 ou 300 (se resolver ficar por muito tempo no clube). Na idolatria pela maior torcida do país, acho impossível Gabigol chegar perto de ser o maior ídolo rubro-negro (Zico é insuperável) . Mas acho possível que ele se torne um dos três maiores ídolos da Gávea e o maior do século 21. Hoje, essa honra cabe, sem discussão, a Adriano. Formado no clube e com uma identificação inigualável, foi o herói do título do Brasileiro de 2009, quando o Flamengo não tinha o esquadrão de hoje.

Assista ao webcast Ginga Canarinha

Photo: Getty Images

Em uma conta simples, ele teve um custo até agora de quase R$ 150 milhões. Parece muito, mas pelo seu retorno não é. Só com prêmios por títulos desde a chegada do atacante (além do vice do Mundial de 2019), o Flamengo já faturou R$ 182,3 milhões. Antes da pandemia, o Maracanã enchia sempre para ver o time que tinha o goleador como maior estrela. Imagine quantas camisas o Flamengo vendeu com o número 9 do centroavante. Tente calcular o engajamento que ele causou nas redes sociais flamenguistas (e hoje isso vale dinheiro). Seu carisma com crianças é a certeza de mais torcedores que vão consumir produtos do clube.

Um jogador de futebol pode ser caro, como Gabigol. Mas ele foi tão bom negócio para o Flamengo que virou barato. O duro é quando se gasta muito para quem não dá retorno.

Gabigol o maior da história do Flamengo?

Após quebar a marca de artilheiro do século com a camisa 9, Gabriel eleva o seu patamar na história do Rubro-Negro. Mas para Zico, falta ao artilheiro treinar faltas para se tornar um dos maiores jogadores da história do futebol brasileiro.

Photo: Getty Images

“A gente sabe do potencial dele e vem quebrando marcas em cima de marcas. Tem que saber aproveitar não só esse momento dele, mas dos jogadores que estão jogando ao lado, isso é fundamental. E claro, pensar sempre nessa possibilidade dele na Seleção Brasileira. Já disse que se continuar assim, tem tudo para se tornar um dos maiores da história do Flamengo e do futebol brasileiro porque ele sabe fazer tudo que um grande jogador precisa”.
“Além de tudo, ele é o cara que bota a bola lá para dentro. O que está faltando pra ele é bater falta e fazer mais gols de cabeça. No mais, ele bota a bola de qualquer jeito dentro do gol” —, finalizou Zico em seu “Canal Zico 10“.

OS NÚMEROS DE GABIGOL PELO FLAMENGO:

105 jogos
74 gols
24 assistências
8 títulos

A verdade, é que Gabriel Barbosa já está na história do Flamengo como um dos mais importantes jogadores e goleadores do clube. Talvez possa chegar a terceiro colocado, abaixo do atacante Nunes, (autor dos dois gols do título mundial de clubes em 1981 contra o Liverpool) e do “DEUS” Zico.

 

Leia também:

https://fairplay.pt/futebol/brasil/fernando-pessoa-carpe-diem-e-o-futebol-brasileiro/

https://fairplay.pt/futebol/brasil/supercopa-do-brasil-festa-futebol-nova-rivalidade-flamengo-palmeiras/

https://fairplay.pt/futebol/brasil/o-fair-play-financeiro-e-uma-realidade-distante-no-brasil/

 

 


One comment

  • Guilherme

    Abril 23, 2021 at 1:35 pm

    O Gabriel somente precisa aprender a respeitar as regras fora de campo e nao ir a festas proibidas em casinos clandestinos. E o Gabriel nunca ira substituir o Zico!

    Reply

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter