As 5 promessas que poderão brilhar no Brasil em 2019

Rafael RibeiroMaio 15, 20197min0

As 5 promessas que poderão brilhar no Brasil em 2019

Rafael RibeiroMaio 15, 20197min0
Jovens jogadores sempre merecem destaque no equilibrado Brasileirão. Seja em equipas que brigam por títulos ou por aquelas que brigam no meio da tabela, veja quais promessas podem brilhar no Brasil em 2019 antes que sejam nomes certos na Europa em breve!

Com o Brasileirão de 2019 em seu início, chegou a hora de analisar quais caminhos tomarão equipas e jogadores durante a competição. Assim como abordamos no podcast Futebol Exótico, muitos jovens atletas poderão tomar o protagonismo para si e brilhar antes de aspirarem ares europeus. E para tanto, o Fair Play lista cinco promessas que poderão aparecer ao longo de 2019, sendo personagens em busca do equilibrado título brasileiro, ou mesmo gratas surpresas em equipas menores para brigarem por outros desejos no ano.

Como o Campeonato Brasileiro começa normalmente no mês de Abril e termina em Dezembro, não seguindo o calendário europeu, é fácil notar jogadores capazes de participarem desta lista sendo negociados no meio do Brasileirão, já que a janela mais agitada ocorre em nosso inverno, na primeira metade das jornadas. Equipas como Santos, São Paulo, Grêmio, Flamengo e Corinthians têm destaque na formação de jovens, e acabam perdendo peças importantes para o exterior. Casos como Gabigol, David Neres, Militão e Vinícius Jr. ocorreram desta maneira.

Rodrygo (Santos/Real Madrid)

Rodrygo Silva de Goes
9 de Janeiro de 2001 (18 anos)
Extremo

Rodrygo é o típico caso citado acima. O jogador já está vendido desde 2018 para o Real Madrid, em transação que custou em torno de 45 milhões de euros. A equipa madridista manteve o jogador emprestado ao Santos e pode pedir sua apresentação já no meio de 2019 para a próxima época. Com isso, Rodrygo não terá tanto tempo para mostrar em solo tupiniquim sua evolução técnica, já que o ano de 2018 teve altos e baixos em sua carreira. Caso fique até o final do Brasileirão, poderá mostrar a Sampaoli que merece destaque na equipa, e que pode levá-la a patamares mais altos, como a própria briga pelo título.

Suas características são parecidas com a dos jogadores que recentemente encantaram o mundo europeu. Jogando pelos lados do campo, Rodrygo é rápido, mortal no 1×1, com alto poder de decisão frente ao guarda-redes. Sua juventude é colocada a mostra quando segura a bola por muito tempo, e a vontade de optar por uma jogada individual atrapalha um lance coletivo que teria mais êxito. Não é possível ter certeza, mas sua venda ao Real Madrid pode ter feito seu rendimento ter caído na reta final de 2018 e para 2019 Rodrygo já mostrou que tem potencial para melhorar cada vez mais.

Rodrygo poderá mostrar mais futebol se ficar até o fim do Brasileirão (Foto: Reprodução)

Antony (São Paulo)

Antony Matheus dos Santos
24 de Fevereiro de 2000 (19 anos)
Extremo

O São Paulo, mesmo passando por crises nos últimos anos, teve como pilar a revelação de ótimos jovens jogadores, desde Luiz Araújo, David Neres, Éder Militão, e agora contando com potenciais destaques como Walce, Luan, Liziero, Igor Gomes e Helinho. Dentre eles, Antony é aquele que mais se destaca, e diferente dos anos anteriores, vê sua equipa se esforçando para mantê-lo durante toda a época, e assim poder contribuir de forma mais eficaz desportivamente e não apenas financeiramente.

Antony se destacou pelas fases finais do Campeonato Paulista, chegando até a final contra o Corinthians. Ao ser o escape da equipa pela ponta direita do relvado, Antony tem um ótimo 1×1 e um bom arremate de fora da área. Seu poder de improvisar é excelente, e suas jogadas imprevisíveis quebram sistemas defensivos. Muitas vezes acaba pecando em não arriscar mais o chute, sempre buscando um melhor posicionamento ou um passe para outro companheiro, nem sempre em boas condições de conclusão.

Antony supriu ausência de Rojas e é titular absoluto (Foto: Mauricio Rummens/Foto Arena)

Jean Pyerre (Grêmio)

Jean Pyerre Casagrande Silveira Corrêa
7 de Maio de 1998 (21 anos)
Médio-ofensivo

Jean Pyerre já vem sendo aproveitado por Renato Gaúcho no Grêmio desde a metade do ano passado. Em 2019 já fez parte da equipa que se classificou para os playoffs da Libertadores e das primeiras jornadas do Brasileirão. É um médio ofensivo com chegada bastante agressiva ao ataque. Apresenta-se muito bem nos lados do relvado, e é uma opção polivalente para o treinador, que conta com nomes mais experientes para esta posição, como o próprio Luan, um dos melhores no país (mas em má fase).

Praticamente titular, Jean Pyerre terá a oportunidade de amadurecer já na equipa principal, pois durante momentos do jogo parece perder um pouco da atenção e do foco nos acontecimentos. O principal ponto a melhorar são as assistências, os passes decisivos para golo, já que nesta estatística seus números ainda são pequenos. Sendo o segundo mais velho da lista, tem capacidade também para aparecer no mercado europeu em breve, e é uma boa opção para renovação de Tite na Seleção Brasileira.

Jean Pyerre aproveitou mau momento de Luan e é promessa gremista (Foto: Twitter)

Arthur Cabral (Palmeiras)

Arthur Mendonça Cabral
25 de Abril de 1998 (21 anos)
Avançado

Arthur Cabral tem uma situação muito particular nesta lista. Tendo o Palmeiras um dos elencos mais completos do Brasileirão, e sem muitos espaços para jovens promessas ou jogadores criados nas categorias de base da equipa, é curioso notar o nome de Arthur entre os avançados. Mas isso porque nem Borja e nem Deyverson (avançados mais experientes contratados pelo Palmeiras) tem aprovação garantida por parte de Felipão e principalmente por parte dos adeptos.

Aproveitando-se disso, Arthur tem a chance de mostrar que pode ser uma excelente composição de elenco, e até mesmo fazer a equipa apostar em seu jogo ao invés de efetuar uma nova contratação ao longo da competição. Arthur ainda não estreou pelo Brasileirão, mas já fez jogos este ano, e mesmo sendo aquele que menos está em atividade nesta lista, pode acumular boas exibições em um elenco já muito bem formado.

Arthur Cabral foi emprestado porém retornou ao Palmeiras em momento chave na carreira (Foto: Reprodução)

Guga (Atlético Mineiro)

Cláudio Rodrigues Gomes
29 de Agosto de 1998 (20 anos)
Lateral direito

Único nome da lista que não está no ataque de sua equipa, Guga foi contratado pelo Atlético Mineiro junto ao Avaí (equipa que possui como adepto o Guga mais famoso, tenista brasileiro), e vem fazendo boas exibições pelo Brasileirão, mesmo já tendo participado do Campeonato Mineiro pela equipa. O mal começo de ano, perdendo a final para o Cruzeiro e sendo eliminado da Libertadores na fase de grupos, fez com que Guga também tivesse um aproveitamento abaixo do esperado.

Mas seu nome é um dos símbolos da boa campanha no Brasileirão, comemorado inclusive por muitos jogadores de Fantasy. Com bons números de roubadas de bola e também assistências para golos, ajudou o Atlético Mineiro a manter a liderança até a única derrota até aqui para o Palmeiras. Com certeza deve ser avaliado e se conseguir manter o ritmo de boas jornadas poderá compor a equipa titular e ser o destaque em uma posição de poucos jogadores de alto rendimento (como Fagner no Corinthians, Marcos Rocha no Palmeiras).

Guga foi contratado junto ao Avaí e já é titular no Atlético Mineiro (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter