Algumas soluções para clubes no “outlet” de jogadores dispensados

Francisco IsaacSetembro 7, 20205min0

Algumas soluções para clubes no “outlet” de jogadores dispensados

Francisco IsaacSetembro 7, 20205min0
Com o campeonato prestes a começar, há alguns jogadores que estão na lista de dispensados mas que fariam jeito a vários dos emblemas que compõem a Liga NOS 2020/2021. Propomos alguns negócios vantajosos para uns quantos clubes

Até ao fecho do Mercado de Transferências todos os clubes em Portugal estão em busca de reforços que tragam valor e enriqueçam os plantéis e há vários jogadores à espera de um novo rumo, juntando o útil ao agradável! Escolhemos alguns dos nomes mais conhecidos que estão sinalizados como dispensados, sendo que existem diversos outros na mesma situação não assinalados nesta pequena lista, que poderá vir a ser aumentada.

FÁBIO MARTINS (SC BRAGA)

Encantou pelo Famalicão na temporada que findou em Julho, mas não tem lugar no plantel de Carlos Carvalhal e aguarda por um destino novo… mas qual será o futuro de Fábio Martins? O extremo polvilhou a ala esquerda dos famalicenses com toques de magia e velocidade desamparada, conferindo um perigo especial ao quadro estratégico de João Pedro Sousa, sendo actualmente um dos jogadores mais versáteis e apaixonantes de ver no campeonato português. Com um valor de mercado a rondar os 7M€ e com mais dois anos de ligação ao emblema do Minho, Fábio Martins procura agora uma solução positiva para a carreira, seja em Portugal (deixou a nota que gostaria de jogar no FC Porto) ou no estrangeiro (rumores apontam à Turquia, Catar e Espanha), sendo que seria uma boa solução para as alas quer do seu mais recente ex-clube, o Famalicão, ou emblemas como o Rio Ave ou Portimonense, detentores de algum poder económico, mas que mesmo assim não estarão disponíveis para dispensar 7M€ pelo atleta português.

Outros extremos dispensados à procura de clube: Rafael Camacho (Sporting CP), Fernando Andrade (FC Porto), Sebastian Rincón (Vitória SC) e Leandro Barrera (SC Marítimo)

LJUBOMIR FEJSA (SL BENFICA)

Considerado em outros tempos como fundamental no SL Benfica para ser apenas um dos vários nomes por colocar do plantel agora liderado por Jorge Jesus, esta é a realidade actual de Fejsa. O médio-centro que tantos estragos causou no campeonato português, adornando as movimentações e orientações de bola com um acerto ao nível de um relógio suíço, procura aos 32 anos uma solução de carreira e até poderia passar por Portugal, não fossem as águias exigirem o pagamento total do salário ou a saída por alguns milhões (valor de mercado nos 2,80M€), dois cenários que afastam quase por completo os clubes portugueses. Contudo, o sérvio poderia encaixar com excelência em plantéis jovens como o do Famalicão, Vitória SC ou Portimonense SC, podendo dar – caso recupere fisicamente – outra agressividade e poderio físico aos meios-campos defensivos destes clubes aqui mencionados.

Outros médios dispensados à procura de clube: Francisco Ramos (Vitória SC), Mattheus Oliveira (Sporting CP), Xadas (SC Braga) e Jean Cleber (Marítimo SC)

SAIDY JANKO (FC PORTO)

Foi um dos últimos erros gritantes de mercado do FC Porto, nunca tendo jogado qualquer minuto pelos actuais campeões nacionais e nesta nova temporada voltou a receber o selo de dispensado. Poderá Janko ser aproveitado por um rival da Liga NOS? Apesar de não encaixar no plantel de Sérgio Conceição, o lateral tem valências físicas de qualidade seja a capacidade para manter um ritmo de jogo elevado ou o apetrecho para aguentar com um ataque do ala adversário, revelando-se um defesa competente e um apoio ao ataque minimamente estável. Foi campeão pelo Young Boys of Bern na temporada que findou em Agosto e esse pormenor poderá ter feito subir o seu valor de mercado, ferindo a possibilidade de sair por empréstimo para um dos clubes da liga portuguesa, sendo que até encaixaria bem em formações como o SC Braga ou FC Boavista, seja pelas características físicas ou tácticas que apresenta.

Outros laterais dispensados à procura de clube: Bruno Gaspar (Sporting CP), Vitor Garcia (Vitória SC), Diogo Figueiras (SC Braga) e João Pedro (FC Porto) 

RENAN RIBEIRO (SPORTING CP)

A ascensão de Luis Maximiano colocou praticamente um ponto final na história de Renan Ribeiro em Alvalade, sendo que a chegada do experiente guardião espanhol Adán impõe praticamente uma saída ao guardião brasileiro, a não ser que prefira ser considerado a 3ª opção de Rúben Amorim para a baliza. Deste modo, o guarda-redes de 30 anos terá de procurar uma solução e o campeonato português tem uma série de soluções de interesse como o Belenenses SAD (solução propriamente dita só tem André Moreira, recorrendo aos mais jovens para preencher a vaga como suplente e competição directa), Paços de Ferreira (entrou Jordi mas saiu Ricardo Ribeiro, abrindo espaço para uma disputa pela baliza) ou Moreirense. Os leões gostariam de rentabilizar com o brasileiro, mas com uma temporada passada intermitente e em que até esteve mal em alguns dos jogos, o caminho do empréstimo poderá ser uma via mais fácil neste momento.

Outros centrais dispensados à procura de clube: Vaná (FC Porto), Matheus Kayser (FC Boavista), Miguel Oliveira (Vitória SC) e Joel Sousa (CD Tondela)

Existem mais uma série de jogadores que estão dispensados ou à procura de novos clubes como Dyego Sousa (SL Benfica), Pedro Mendes (Sporting CP), Tiago Ilori (Sporting CP), Said Ahmed Said (Rio Ave FC), Lucas Cunha (SC Braga), Lucas Áfrico (CS Marítimo), Abdoulay Diaby (Sporting CP) e Yordan Osório (FC Porto).


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter