Diário do Atleta: Catarina Ribeiro e o (ainda) recuperar de uma lesão!

Fair PlayMarço 25, 20194min0

Diário do Atleta: Catarina Ribeiro e o (ainda) recuperar de uma lesão!

Fair PlayMarço 25, 20194min0
A internacional portuguesa Catarina Ribeiro está quase recuperada de uma lesão que tem impedido de jogar pelo Stade Toulousain! Fica a saber as experiências da portuguesa em França!

Já se passaram cinco meses e França tem sido muito acolhedora, interessante e cheia de oportunidades. Infelizmente não tem sido aquilo que desejava mas temos de ver as vantagens de estar fora do campo.

Aproveito para conhecer melhor este enorme país, ver os lagos e toda a sua natureza e aproveitar as amizades por cá! Mas, felizmente, o tempo fora do campo está a terminar e cada vez me sinto melhor. Já comecei a correr e a preparar o regresso aos treinos. Sinto-me ansiosa por voltar a sentir o friozinho na barriga, a calçar as chuteiras, e voltar a partilhar o campo com as minhas colegas!

Esta situação, enquanto lesionada tem sido complicada de gerir, de moderar todas as expectativas, de alterar o dia-a-dia, uma luta diária que já atravesso a alguns meses! Mas as boas notícias estão a chegar, e quero muito, aproveitar a fase final do campeonato francês. Têm sido dias longos, entre o trabalho, fisioterapia, treinos e lições de francês. Mas como se costuma dizer, quem corre por gosto não casa!

A paragem do campeonato continua devido a este grande torneio. As 6 nações estão quase a acabar e toda a França fervilha com este torneio. Existe um grande reboliço com grandes comentários, com publicidade dos jogos de ambas as equipas feminina e masculina, mostrando o interessante o ambiente à volta de toda a competição. Com a Inglaterra a dominar, mostrando toda a sua força e indiscutível supremacia, leva a crer que os resultados da profissionalização e aposta no rugby feminino traz bons frutos. Depois da equipa de 7’s estar completamente profissionalizada e terem começado na equipa de XV após, o Campeonato do Mundo de 2017, a RFU vai com tudo, a longo termo.

A seleção francesa avança com contratos para algumas jogadoras envolvidas nos trabalhos de preparação e jogos deste torneio, formalizando uma lista de 24 jogadoras com um contracto federal. Neste momento a equipa encontra-se em 2º lugar da tabela faltando o jogo em Itália. A equipa francesa tem mostrado a sua qualidade técnica e tática, com exibições fortes e limpas.

Mostrou em todos os jogos a sua força e supremacia deixando sem hipóteses os seus adversários, através de um score alargado. E, não posso deixar de mencionar, a surpreendente vitória da Itália sobre a Irlanda tendo uma bela jornada este ano na competição.

O Copa de France Feminina de X’s terminou este fim-de-semana, onde o Stade Toulousain ficou em 3ª posição, perdendo contra Bobigny no primeiro jogo.  Devido a vários erros, com faltas sucessivas e com pouca assertividade defensiva e ofensiva. Mas a força da equipa e entreajuda entre todas fez com que se superassem e conseguissem unir forças rumo a vitória dos próximos jogos. Este torneio mostrou que continuamos fortes no comando, mas nunca bem o suficiente, por isso o trabalho pela frente, será árduo.

O objetivo desta época é simples e claro, sermos a melhor equipa elite de França. O trabalho tem sido duro mas, com o aproximar do fim do torneio das 6 nações, o staff preparou vários jogos amigáveis, inclusivamente com equipas masculinas, oposições contra a nossa equipa de esperanças. Tudo ao nosso alcance para estarmos ainda mais preparadas para a fase final do campeonato.

Já temos o nosso lugar assegurado tendo ganho todos os jogos até então! Agora segue-se AC Bobigny no próximo dia 24 de março. Espera-nos uma fase final difícil e bem disputada, onde espero poder fazer parte da equipa ativamente.

As saudades de Portugal vão apertando, mas com o início dos treinos da equipa nacional poderei ver mais vezes os familiares e amigos. Os treinos da seleção nacional começaram no dia 3 de Março mas ainda não foi possível juntar-me às minhas colegas devido à lesão mas espero que esteja para muito breve.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter