4 Jogadores para seguir no CN 1ª Divisão de Rugby 18/19

Francisco IsaacDezembro 2, 20185min0

4 Jogadores para seguir no CN 1ª Divisão de Rugby 18/19

Francisco IsaacDezembro 2, 20185min0
O que Francisco Bessa, Luan Almeida, Frederico Couto e Vance Elliot têm em comum? Para além de muitos ensaios, são 4 jogadores em destaque do CN 1ª Divisão. Conheces-os?

O CN 1ªDivisão está quase a chegar ao fim da primeira-volta e têm existido umas quantas surpresas nesta segunda liga de rugby portuguesa, para além de jogadores que se têm assumido todas as semanas como catalisadores da equipa no apontar à vitória ou, pelo menos, a exibições seguras.

Conheces algum destes 4 jogadores que apontamos neste artigo?

(Foto de Destaque de João Oliveira Fotografia)

VANCE ELLIOT (RC LOUSÃ – TALONADOR)

Durinho, móvel e inteligente, estas são as melhores palavras para descrever o talonador da formação lousanense. O neozelandês é uma daqueles avançados que todos os treinadores desejam ter na equipa, muito devido à facilidade com que ganha metros no contacto e da facilidade em “partir” placadores e sair disparado, fazendo bom uso da velocidade e mobilidade que apresenta em jogo aberto.

kiwi que jogou nos últimos dois anos no Hamilton Old Boys (conquistaram o campeonato da província de Waikato em 2017 e 2018), tem “assaltado” o CN 1ª divisão com uma série de exibições de qualidade, não só com ensaios mas também através da qualidade na saída para o ataque de forma veloz e penetrante, de uma placagem duríssima e sempre difícil de se lhe escapar com os níveis de intensidade a manterem-se iguais durante mais de 60 minutos.

Tem sido o motor dos avançados do RC Lousã, com uma participação sempre fundamental na estratégia de Ricardo Rodrigues.

Outros jogadores em destaque na Lousa: Jamie Porter, Luca Merolle e Miles Grant

FREDERICO COUTO (CR ÉVORA – Nº8)

Querem um nº8 ágil com a bola nas mãos, rápido na saída da linha-de-defesa e letal com uns metros pela frente? Então viajem até Évora e acompanhem o terceira-linha que tem sido uma das figuras de proa dos eborenses nesta temporada.

Com 25 anos de idade, Frederico Couto apresenta-se como o melhor marcador de ensaios da formação treinada por Miguel Avó, contabilizando já 9 ensaios em sete jornadas, um destaque em grande para o terceira-linha que tem sido impossível de parar no espaço curto. Inteligente na entrada no contacto, tem noção da diferença do trabalho de pernas neste parâmetro, dinamizando cada nova entrada com dureza e intensidade.

Em jogo aberto é um 8 moderno, sempre predisposto a fazer parte das saídas mais rápidas entre as linhas atrasadas, surgindo ora como um manobrador de recurso ou de primeiro apoio quando se dá uma quebra-de-linha.

Letal na placagem, é difícil de ser tirado da frente com uma boa tranca nas pernas, fazendo cair a maioria dos seus adversários no sítio. Não é tanto um “ladrão” no breakdown (essa missão fica para António Fonseca, António Benjamim ou Rui Menezes), é um jogador que intervem com velocidade no ruck.

Será que vai terminar no topo dos melhores marcadores de ensaios esta época?

Outros jogadores em destaque no Évora: Manuel Murteira, António Fonseca e Diogo Appleton

LUAN ALMEIDA (RC MONTEMOR – PILAR)

O Rugby Clube de Montemor podia estar no 1º lugar, não fosse o deslize em casa frente ao seus “vizinhos-rivais” do Évora, e o muito bom campeonato que vão realizando advém da harmonia colectiva e de algumas dinamizações individuais. Desde José Roque (duas vezes internacional português aos 19 anos), a Pedro Jaleco passando por Thankgod Okafor (o centro é um verdadeiro tanque) há alguns nomes a considerar.

Porém, Luan Almeida tem sido uma repetida revelação canarinha em Portugal, apresentando-se constantemente como um pilar rápido, sempre propenso a aproveitar um erro na linha-de-defesa para fugir e ganhar metros e metros com a oval na mão. O internacional brasileiro trabalha como poucos na formação-ordenada, apresentando-se como uma boa técnica no encaixe e um ritmo incansável no marchar consecutivo nesta fase estática.

Tem vários ensaios assinados nesta época, o que prova a sua importância como portador de bola e invasor da linha-de-vantagem. Boa placador, é dos jogadores em Portugal em melhor forma, aguentando jogo a mesma bitola e intensidade ao longo dos 80 minutos.

Outros jogadores em destaque no Montemor: José Roque, José Gouveia, Pedro Jaleco e Manuel Nunes

FRANCISCO BESSA (SL BENFICA – CENTRO)

A par dos reforços internacionais que vieram para a CN 1ª Divisão, Francisco Bessa foi a grande contratação do campeonato e o Sport Lisboa e Benfica foi o clube-sortudo a receber o centro ex-Académica de Coimbra.

Bessa é um dos melhores produtos da formação conimbricense, tendo se assumido como titular quase indiscutível nas últimas duas épocas. Na época passada esteve no XV titular que ganhou a Taça de Portugal à Agronomia, um título que tardava chegar há bastante tempo.

O centro é não só maciço e fisicamente dotado, como apresenta uma qualidade de handling bem apetrechada e que tem proporcionado alguns dos melhores momentos às “águias” nesta temporada.

Como os outros destaques desta lista, Francisco Bessa tem se pautado pelo marcar de ensaios (já vai com 5), com uma agressividade total na conquista de linha-de-vantagem que se demonstra quase imparável em certos momentos. Sabe usar os pés, consegue fazer um bom passe para qualquer um dos lados e compreende o jogo com uma inteligência total, mostrando-se um dos jogadores mais ameaçadores neste campeonato.

É um dos reforços de destaque do CN 1ª Divisão e que dá outra cor a este segunda liga do rugby português.

Outros jogadores em destaque no Benfica: Matt Ritani, Pedro Ismael e Diogo Ramos


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter