Trade Deadline para os Contenders: All In ou equipa que ganha não se mexe?

Francisco Figueiral AlegriaFevereiro 15, 20205min0

Trade Deadline para os Contenders: All In ou equipa que ganha não se mexe?

Francisco Figueiral AlegriaFevereiro 15, 20205min0
Está a chegar o fim da época de transferências da NHL 2020 e vai haver assim uma corrida às últimas entradas! A Trade Deadline e as surpresas possam surgir no fim

A gestão dos GMs

A aproximar-se o fim da janela de transferências da NHL (24 de Fevereiro), o fosso entre as 10 / 11 equipas que lutam por um lugar nos playoffs e as restantes 5 / 6 começa a notar-se e daí, surgem as várias possíveis abordagens de cada GM em relação a estes últimos dias de negociações, isto porque uns tendem a ser compradores, outros vendedores e outros tendem ainda a ser um pouco dos dois. O fator do cap space das equipas que estão na meta dos playoffs irá certamente influenciar o poder de compra agora nos próximos dias e casos antagónicos como o dos Colorado Avalanche, que usufruem de um bom cap space (6,6 milhões) e dos Toronto Maple Leafs, que se encontram em risco de exceder o cap salary de 81,5 milhões de dólares vão se fazer sentir no que cada uma destas equipas pode fazer para atacar os playoffs.

Trade Bait

Se compararmos os melhores jogadores disponíveis do ano passado para negociação (Panarin, Bobrovsky, Stone, Duchene…) com os deste ano (Kreider, Dumba, Pageau, Toffoli, Hoffman) nota-se claramente um decréscimo significativo na qualidade e palmarés dos atletas desta época que apesar de serem ativos que poderão ajudar imenso qualquer equipa numa corrida aos playoffs, não são “super stars” como as do ano passado, daí o que os compradores irão dar em troca estes próximos dias não se irá equiparar ao que por exemplo no caso dos Vegas Golden Knights deram por Mark Stone ou do que os Columbus Blue Jackets deram por Matt Duchene no ano passado.

Kreider, Toffoli e Pageau (Foto: Yahoo Sport UK)

Western Contenders

No meu entender este ano há 3 candidatos muito fortes que certamente irão fazer corridas longas nos playoffs da conferência Oeste, sendo eles os atuais campeões e líderes de conferência St. Louis Blues que não creio que irão fazer grandes movimentações agora nos próximos dias, visto já terem feito a grande aquisição do defesa Justin Faulk ex-Carolina Hurricanes e vão certamente adotar a estratégia da “equipa que ganha não se mexe”.

Depois os Dallas Stars que também não têm necessidade de gastar ativos para trocas nesta altura visto já terem feito os “trabalhos de casa” logo no início da época ao assinar Corey Perry, Pavelski e de potenciarem o rookie Guryanov, portanto deverão também seguir a posição dos Blues.

Por fim nesta conferência, os Colorado Avalanche que tal como os dois exemplos anteriores, terem já construído uma equipa super sólida com as adições de Kadri, Burakovsky e Donskoi (uma 2ª linha completamente nova) e com as exibições do jovem defesa Cale Makar (que vai ser um dos candidatos a rookie do ano), são o contender com mais margem de manobra para adquirir os melhores jogadores disponíveis nesta janela de transferências, isto não só por causa do cap space de 6,6 milhões como também pelo facto de já terem uma equipa com pelo menos uns bons 5 próximos anos de grande futuro e daí poderem também abdicar de boas picks de draft que equipas em processo de reconstrução irão certamente precisar…Matt Dumba seria a meu ver a opção mais certa não só para solidificar o top 4 da defesa como também para colmatar a saída no início do ano de Barrie para Toronto.

MacKinnon, Kadri e Makar (Foto: Mile Heigh Sports)

Eastern Contenders

Já na conferência Este há também outros 3 candidatos muito fortes para os playoffs a começar pelos líderes e vice-campeões Boston Bruins, que com as mesmas limitações de cap space dos outros contenders (excetuando os Avalanche), poderão fazer uma jogada para arranjar um jogador que falta para completar a 2ª linha de Krejci e DeBrusk que andará para os lados de Kreider ou Buchnevich (NY Rangers), Athanasiou (Detroit Red Wings), Hoffman (Florida Panthers), Kase (Anaheim Ducks) ou ainda de Kapanen ou Andreas Johnsson (Toronto Maple Leafs) e qualquer um destes alas será uma boa opção, a questão é saber o que é que os Bruins estão dispostos a pagar em troca de qualquer um destes atletas.

Depois os líderes da divisão Metropolitana, os Washington Capitals, que na minha opinião são neste momento a equipa melhor preparada para atacar e aguentar os playoffs e daí ter quase a certeza de que também não irão fazer grandes movimentações antes do fecho da janela.

Por último os Tampa Bay Lightning que penso terem duas hipóteses de usar os quase 2 milhões de cap space: ou colmatar a perda de JT Miller para os Vancouver Canucks no início da época ou então a lesão do 2º melhor defesa McDonagh que não se sabe se estará a tempo dos playoffs. Se seguirem a primeira opção, poderão ir atrás dos mesmos alvos que os Bruins têm em vista, e, um bom ala faria todo o sentido numa equipa que é carente em parte dessa posição nas linhas secundárias. Se optarem por reforçar a defesa irão certamente entrar na corrida por Matt Dumba (Minnesota Wild), Vatanen (NJ Devils), Petry (Montreal Canadiens), Gostisbehere (Philadelphia Flyers) ou ainda, mas menos provável de Alec Martinez (LA Kings).

Trio Mortífero: Stamkos, Point e Kucherov (Foto: The Athletic)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter