Kobe Bean Bryant, finalmente no Hall da Fama da NBA

Rui MesquitaMaio 20, 20214min0

Kobe Bean Bryant, finalmente no Hall da Fama da NBA

Rui MesquitaMaio 20, 20214min0
Kobe Bryant chega oficialmente ao Hall da Fama da NBA numa noite emotiva e cheia de estrelas com discursos inesquecíveis!

A pandemia da COVID-19 adiou muitos dos planos de grande parte do mundo, e a NBA não foi exceção. A cerimónia de introdução no Hall da Fama dos indicados de 2020 apenas se realizou no passado fim de semana. Já sabíamos de antemão os escolhidos, e que escolhidos…

Antes de tudo, explicar o que significa entrar no Hall da Fama. Este é um lugar especial, restrito às maiores lendas da Liga. É o reconhecimento maior de uma carreira de excelência para jogadores e treinadores. Este ano é visto como um dos mais ricos da história do Hall da Fama, principalmente por causa de 3 nomes. Vamos a eles!

Kobe Bean Bryant

Primeiro importa falar de Kobe Bryant, a grande estrela da noite. Depois da morte da lenda dos Lakers, o momento da sua coroação era muito esperado. Sabia-se que iria ser um momento emotivo, ao nível daquelas homenagens no Staples Center, mas, tal como aí, não é por sabermos o que aí vem que se torna mais fácil ou menos intenso.

Com a sua ausência, foi a sua esposa, Vanessa, a receber o prémio, acompanhada de Michael Jordan, mentor, ídolo e amigo de Kobe. O discurso foi tudo o que precisava de ser: duro, emotivo, sincero e de elevação da grande estrela que Kobe era. Melhor do que o descrever é deixar-vos o discurso para verem e tentarem conter as emoções em algumas das partes do mesmo.

Parece quase desnecessário enumerar as conquistas e recordes de Bryant, mas destaco 2: os 5 títulos de campeão e o mítico jogo com 81 pontos, coisas só ao alcance dos predestinados. Ou não, e aí reside a grandeza de Kobe. Kobe não estava predestinado, lutou para chegar até ali, àquele palco, àquele círculo restrito onde assume um lugar de destaque, como bem merece.

Tim Duncan e Kevin Garnett

Para além de Kobe, a noite homenageou ainda outras 2 estrelas dos anos 2000. Duncan e Garnett, uma das maiores rivalidades de bigs da NBA deste século.

Duncan é dos jogadores mais perfeitos que passaram pela NBA. Não é à toa que lhe chamam “Big Fundamental”, é um dos maiores conhecedores do jogo e de como jogá-lo. Isso levou-o a conquistar 5 títulos e 2 prémios de MVP, entre imensas outras distinções. A sua ligação aos Spurs e a Popovich fazem dele treinador assistente da equipa e sabemos que ali está um futuro grande treinador da NBA.

Garnett era uma força da natureza dentro de quadra. Agressivo, dominador e eficaz. Lenda dos Timberwolves e dos Celtics, KG venceu um prémio de MVP e um título da NBA que, na verdade, sabem a pouco na carreira tão imponente e atordoante de Garnett. O respeito que demonstrou ter a Duncan e Kobe mostram uma coisa que a maioria destas lendas percebe: quanto melhores são os teus rivais, melhor tu serás.

Mais lendas num ano extraordinário

Para além destes 3 “cabeças de cartaz”, a cerimónia homenageou ainda Eddie Sutton, Rudy Tomjanovich, Tamika Catchings, Kim Mulkey, Barbara Stevens e Patrick Baumann. 4 treinadores, uma lenda da WNBA e um executivo histórico. Um painel de luxo que trouxe, claro, discursos de luxo. Deixamos aqui 2 dos momentos mais emocionantes destes discursos.

Rudy Tomjanovich e Tamika Catchings falaram das dificuldades, dos sonhos e do caminho para chegar até ali. Duas histórias de superação e de sucesso que explicam estas entradas mais do que merecidas.

A cerimónia de 2021 está já em preparação e já sabemos alguns dos nomes que entrarão aí para o Hall da Fama.
Paul Pierce, Chris Bosh e Chris Webber são 3 dos nomes que atingirão o estatuto de lenda eterna da NBA. Merecido?


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter