Cavaliers vs Golden State: uma rivalidade que abanou com a NBA pt.1

João FerreiraAbril 23, 20213min0

Cavaliers vs Golden State: uma rivalidade que abanou com a NBA pt.1

João FerreiraAbril 23, 20213min0
Uma das rivalidades principais da NBA dos útlimos anos é revivida por João Ferreira... falamos claro está de Cleveland Cavaliers e Golden State Warriors

Uma das maiores rivalidades de sempre nas finais da NBA, e uma das que mais marcou os últimos anos dos adeptos deste campeonato que tanto faz sonhar ao longo dos anos. Muitos chamavam-lhe a rivalidade entre LeBron e Curry, outros preferiam dizer que os dois Big 3 competiam para ver quem era a melhor equipa de sempre.

A verdade é que a era das finais entre os Cleveland Cavaliers e os Golden State Warriors marcou, sem sombra dúvida, uma geração de adeptos que se irá para sempre lembrar a paragem cerebral de J.R. Smith, o triplo de Kevin Durant no jogo 3 das Finais de 2017 ou a dança de Kyrie Irving que permitiu que o título voltasse para Cleveland. Nesta primeira parte do artigo completo vamos abordar o estado dos Cleveland Cavaliers e onde é que os principais jogadores estão neste momento.

Cleveland Cavaliers

É indiscutível que passaram vários jogadores pelos Cavs naqueles anos, mas há 4 jogadores que temos que destacar por terem representado marcos nestas finais disputadas entre os dois franchises. Neste momento, os Cleveland não representam uma grande ameaça para as equipas na NBA e não vão aos playoffs há dois anos. Contam com uma equipa substancialmente jovem, com muita qualidade, que necessita de crescer ao mais alto nível para conseguir chegar onde deseja. Contam com Colin Sextos, Darius Garland e Jarrett Allen para conseguirem dar resposta aos maus resultados, mas a equipa necessita obrigatoriamente de mais profundidade vinda do banco.

LeBron James

O King chegou, prometeu e cumpriu. Regressado a Ohio depois de uma saída polémica, LeBron mostrou ao que veio quando conquistou o título. Depois de um primeiro ano em que lutou, mas não conseguiu conquistar, LeBron acabou por juntar Kyrie Irving e conquistou o tão desejado título. Neste momento, com 36 anos, continua a ser a referência da NBA e procura o segundo título nos Lakers.

Kyrie Irving

Desde que conquistou o título em Cleveland, com um triplo seu, Kyrie tem vindo a mostrar toda a sua qualidade de handling na liga. Saiu, de forma polémica, para os rivais à altura, os Boston Celtics, numa troca que lhe valeu apenas um ano de verde. Após uma época muito pouco conseguida, onde a equipa não conseguiu conquistar nenhum dos objetivos a que se propôs, Kyrie mudou-se para Brooklyn onde está neste momento com uma super equipa com Harden e Kevin Durant. Deve conquistar o título este ano.

J.R. Smith

Foi quase cómica a sua intervenção na final em que recupera o lançamento livre de George Hill e não se apercebe que o jogo está empatado. Apesar de ser essa a imagem final, não nos podemos esquecer que J.R foi um jogador preponderante ao longo dessas épocas e espalhou magia, sendo uma das peças fundamentais para a conquista tão esperada. Neste momento é free agent.

Kevin Love

Um jogador não muito amado na NBA, mas que apenas mostrou a sua qualidade quando se mudou para Cleveland. Foi, efetivamente, muito importante para as conquistas na Conferência e para o título conquistado. Ainda está em Cleveland.

Menções honrosas

É injusto falar dos quatro jogadores acima e não nomear alguns jogadores que neste momento não estão de todo na melhor fase da sua carreira, ou até já se reformaram e que na altura demonstraram ser fundamentais: Iman Shumpert (Brooklyn Nets), Richard Jefferson (retirado), Tristan Thompson (Boston Celtics), Matthew Dellavedova (Cleveland Cavaliers).

 


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter