08 Ago, 2018

10ª etapa de MotoGP – GP da República Checa

João DuarteAgosto 8, 20183min0

10ª etapa de MotoGP – GP da República Checa

João DuarteAgosto 8, 20183min0
Realizou-se, de 3 a 5 de Agosto, o Grande Prémio da República Checa no autódromo de Brno, correspondente à 10ª etapa do mundial de velocidades. Na prova que marca a metade do campeonato, contámos com as Ducatis em pleno e mudanças nas lideranças dos campeonatos, tanto em Moto2, como em Moto3.

Moto3

Das sessões de treinos livres o piloto mais rápido foi o argentino Gabriel Rodrigo, seguido de perto por Jakub Kornfeil, que a correr em casa iria acabar por vencer depois a sessão de qualificação, conquistando a pole position.

O piloto Checo começou melhor a corrida, liderando-a durante 4 voltas e travando uma grande luta com vários pilotos, entre os quais Fabio di Giannantonio e Aron Canet.

No final Giannantonio foi mais forte e conseguiu segurar a 1ª posição, com Canet a ficar em 2º e Kornfeil em 3º.

Nas contas do campeonato, Marco Bezzechi passou a liderar a classificação, aproveitando a lesão de Jorge Martin que apenas realizou a primeira sessão de treinos livres e abandonou com um braço partido.

Giannantonio é agora 3º.

Moto2

Na classe intermédia, Francesco Bagnaia voltou a ser o mais rápido dos treinos livres, deixando Luca Marini, segundo melhor tempo, a quase 1 décima.

Já na sessão de qualificação foi Marini quem puxou dos galões para conquistar a pole position, a sua primeira de sempre.

Na corrida a história foi semelhante à de Moto3, com vários pilotos a passar pela liderança e com a corrida a ser bastante disputada.

No final o piloto mais forte foi Miguel Oliveira, que se tinha qualificado em 4º para a corrida e assim aproveitou a proximidade à frente da mesma para conquistar a segunda vitória da época, uma vitória suada e que lhe valeu a experiência e audácia na última volta.

Em 2º ficou Luca Marini e em 3º Francesco Bagnaia.

Miguel Oliveira que estava a 7 pontos de Bagnaia, é agora o novo líder da categoria com 2 pontos de vantagem sobre o italiano.

Em 3º está Alex Marquez, já com 53 pontos de desvantagem.

MotoGP

Na classe mais alta, Valentino Rossi foi o melhor dos treinos livres, onde os pilotos italianos estiveram em destaque.

Na qualificação foi Andrea Dovizioso o mais rápido, conquistando a pole e dando sinais de um possível regresso às vitórias.

Em 2º qualificou-se Rossi e em 3º, a fechar a primeira linha da grelha de partida, qualificou-se o líder do campeonato, Marc Marquez.

Na corrida houve uma luta frenética pelo 1º lugar e vitória na mesma. Os protagonistas desta disputa foram Dovizioso, Marquez, Rossi e Lorenzo, pilotos que acabariam nas 4 primeiras posições.

Dovizioso conseguiu resistir aos ataques e venceu a corrida, deixando o colega de equipa, Jorge Lorenzo a pouco menos de 2 décimas e Marquez a cerca de 4 décimas.

Rossi seria 4º já com quase 3 segundos de diferença.

Marquez continua assim na liderança do campeonato, agora a 49 pontos de Rossi e 68 de Dovizioso, que com a vitória passou Maverick Viñales.

Dovizioso (Foto: Cycle News)


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter