MotoGP: GP de França e de Itália

João DuarteJunho 5, 20193min0

MotoGP: GP de França e de Itália

João DuarteJunho 5, 20193min0
Tudo o que precisas de saber do GP de Itália e França, em que Miguel Oliveira teve sortes diferentes e Marc Marquez acabou imperial. O MotoGP continua em grande em 2019 lê tudo aqui!

Depois de mais dois Grandes Prémios em França e em Itália, Marc Marquez manteve e reforçou a liderança na classificação geral com duas vitórias. Miguel Oliveira conseguiu mais um ponto no Circuito de Le Mans, mas em Itália ficou fora dos pontos.

Grande Prémio de França

O grande prémio de França realizou-se de 17 a 19 de maio no circuito de Le Mans, uma das pistas mais longas e mais conhecida pelas corridas de resistência.

Na primeira sessão de treinos livres, o roockie Fabio Quartararo dominou e fez o melhor tempo, mas o piloto mais rápido das quatro sessões foi Maverick Viñales na segunda sessão, com as últimas duas a serem realizadas com pista molhada.

Na qualificação e apesar dos tempos da segunda sessão terem sido mais lentos que os da primeira, foi Marc Marquez quem conquistou mais uma pole position, a 36 centésimas de Danilo Petrucci e 41 centésimas de Jack Miller.

Jack Miller ainda deu luta ao campeão mundial nas primeiras voltas, mas Marc Marquez assumiu maior parte da corrida e venceu-a com uma diferença de 2 segundos para o segundo lugar, Andrea Dovizioso e para o terceiro, Danilo Petrucci.

Miguel Oliveira que se tinha qualificado em 16º, teve algumas dificuldades no início da corrida, mas conseguiu repurar até à linha de meta e alcançar o 15º lugar que lhe deu mais um ponto no mundial motovelocidades.

Os melhores momentos do GP France Le Mans

Grande Prémio de Itália

Realizou-se de 31 de maio a 2 de junho o Grande Prémio de Itália no Autódromo Internacional de Mugello.

Nas sessões de treinos livres o piloto mais rápido foi Danilo Petrucci a mais de 2 décimas do segundo melhor tempo, o de Pol Espargaro, que tem vindo a mostrar grandes melhorias na sua KTM.

Francesco Bagnaia e Fabio Quartararo foram também protagonistas das sessões de tempos livres ao fazerem os melhores tempos da segunda e quarta sessões de treinos livres, respetivamente.

Na qualificação foi o suspeito do costume, Marc Marquez, a conquistar a pole position, seguido do melhor roockie do ano, Fabio Quartaro, a 2 décimas do espanhol.

Já a corrida foi protagonizada por uma intensa luta pelos lugares da frente, com Marc Marquez, Andrea Dovizioso, Danilo Petrucci e Alex Rins a darem espetáculo.

No fim o vencedor seria mesmo Danilo Petrucci, que já tinha demonstrado estar confortável com a pista. O segundo foi Marc Marquez a 43 milésimas, e em terceiro terminou Andrea Dovizioso a pouco mais de 3 décimas.

Miguel Oliveira mostrou-se com algumas dificuldades, qualificando-se em 22º lugar e terminando a corrida fora dos pontos, na 16ª posição, à frente de Johann Zarco e com Hafizh Syahrin, seu colega de equipa, a não terminar a corrida.

Alguns dos Melhores Momentos do GP Itália


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter