EHF Champions League – Entrada com a mão direita

João de MatosSetembro 18, 20194min0

EHF Champions League – Entrada com a mão direita

João de MatosSetembro 18, 20194min0
FC Porto recebeu e venceu o Meshkov Brest por 27-25, numa partida a contar para a primeira jornada do Grupo B da Liga dos Campeões. Os destaques e análise neste artigo!
Overview
FC Porto recebeu e venceu o Meshkov Brest por 27-25, numa partida a contar para a primeira jornada do Grupo B da Liga dos Campeões.
0%
Summary

FC Porto recebeu e venceu o Meshkov Brest por 27-25, numa partida a contar para a primeira jornada do Grupo B da Liga dos Campeões.

Overall score 0%
0 min100

FC Porto recebeu e venceu o Meshkov Brest por 27-25, numa partida a contar para a primeira jornada do Grupo B da Liga dos Campeões. Recorde-se que os campeões nacionais fazem a estreia na prova. Não começou bem o primeiro encontro do FC Porto Sofarma frente ao HC Meshkov Brest, com a formação da Bielorrússia a adiantar-se no marcador desde cedo, com a turma de Magnus Andersson a ver-se sem resposta, ao sofrer um parcial de 6:0, acabando por sair para o intervalo a perder por 9:15.

Já no segundo tempo, os dragões pareciam rejuvenescidos e com uma prestação incrível de Alfredo Quintana na baliza, a turma lusa acabou por conseguir a remontada, empatando a partida, pela primeira vez a 20 golos, acabando por conquistar a liderança, a qual manteve até ao final, vencendo por 27:25.

Diogo Branquinho com oito golos esteve em grande destaque no triunfo dos azuis-e-brancos. Djukic foi o melhor marcador do jogo com nove golos, mas não conseguiu evitar a derrota dos bielorrussos.

A outra equipa portuguesa na prova, o Sporting venceu o Rabotnik por 30-29, numa partida a contar para o Grupo C. Recorde-se que os leões foram uma das equipas que recebeu um convite para participar nesta competição, uma vez que não conquistou o título na temporada passada.

Foi um duelo muito equilibrado, na Macedónia, com o Rabotnik a entrar a marcar, e com diversas igualdades no marcador durante todo o primeiro tempo, com apenas uma alternância no comando, altura em que a formação de Thierry Anti liderou por 6:7. As equipas acabaram por sair para o descanso, com a turma macedónia na liderança, pela margem mínima, com 16:15 no placar.

Mas no segundo tempo, o Sporting manteve-se determinado em conquistar uma vitória, e acabou por passar para a liderança, com 21:22 no marcador, e conseguiu mantê-la até ao final, vencendo por 29:30. Valentin Ghionea, foi o melhor marcador do encontro, com 10 golos.

Do lado macedónio, os cinco golos de Ostrousshko não foram suficientes para evitar a derrota.

Na fase de grupos da EHF Champions League, existem um total de 28 equipas são divididas em quatro grupos onde todas as equipas enfrentam-se num sistema de todos contra todos. Os grupos A e B são constituídos por oito equipas cada. O vencedor de cada grupo qualifica-se diretamente para os quartos de final enquanto as equipas classificadas do 2.º ao 6.º lugar de cada grupo qualificam-se para os oitavos de final. Os grupos C e D são constituídos por 6 equipas cada. Os dois primeiros classificados de cada grupo qualificam-se para o playoff onde o vencedor do grupo C encontra o segundo classificado do grupo D e vice-versa para determinar as duas equipas que seguem para as eliminatórias.

O grupo do Futebol Clube do Porto, o grupo B, é um grupo muito equilibrado, apresentado equipas com um palmarés brilhante, e com muita história na liga milionária, equipas como Veszprém, Vive Kielce, THW Kiel, Montpellier HB, equipa do internacional Português, Gilberto Duarte e o campeão em titulo Vardar.

Será um grupo muito complicado para os nossos campeões nacionais singrarem, mas com trabalho e um dragão caixa cheio de apoio, os dragões conseguiram no mínimo o 6º lugar, para o apuramento direto para os oitavos de final.

O Sporting Clube de Portugal apresenta-se num grupo muito mais acessível, embora as hipóteses de classificação para a próxima fase são reduzidas para apenas duas vagas de cada grupo, respetivamente os grupos C e D.

Adversários dos leões são a equipa espanhola Bidasoa, vencedora da liga dos campões em 1995/96 apresentando-se como a principal candidata ao primeiro lugar do grupo.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter