30 equipas, 30 possíveis movimentações na Offseason da NBA pt.2

Nuno CanossaJunho 29, 20227min0

30 equipas, 30 possíveis movimentações na Offseason da NBA pt.2

Nuno CanossaJunho 29, 20227min0
Nuno Canossa idealiza 30 possíveis movimentações na Off-Season da NBA com algumas surpresas à mistura. Preparado para descobrir?

O título é autoexplicativo, mas antes de avançar para aquilo que poderão ser alvos de cada uma das equipas na offseason, ressalvar a ingratidão deste exercício. À data de lançamento deste artigo, já metade dos nomes poderão estar noutros destinos. Em todo o caso, apresentamos um nome para cada equipa ter em conta no mercado, seja através de troca, contratação ou renovação – podes ler a parte 1 aqui.

HOUSTON ROCKETS: JOHN WALL (RESCINSÃO)

À semelhança do caso dos Nuggets, os Rockets já chegaram a um acordo com John Wall para que o jogador abandone de forma imediata a equipa. Com esta situação resolvida, os Rockets podem se focar em trabalhar os seus jovens sem qualquer holofote em cima da equipa.

INDIANA PACERS: JOHN COLLINS (TROCA)

Os Pacers demonstraram-se recentemente interessados na aquisição de Miles Bridges. No entanto, uma solução mais simples poderá passar pela negociação de John Collins – também ele um extremo atlético e marcador de pontos -, que poderá ser conseguida através da troca do base Malcom Brodgon que abriria ainda mais espaço para que Tyrese Haliburton se tornasse o dono do backcourt da equipa.

LOS ANGELES CLIPPERS

Os Clippers parecem ter fechado a sua offseason sem que esta verdadeiramente tenha começado. Com a aquisição de John Wall – que no seu melhor oferecerá playmaking, ataque ao cesto e criação do próprio lançamento – e a renovação do poste titular Ivica Zubac pouco mais poderá ser feito. A acontecer nova movimentação, deverá ser por um poste suplente com a hipótese Nerlens Noel a ter sido colocada na mesa antes da sua troca de Nova Iorque para Detroit.

LOS ANGELES LAKERS: MALCOM BROGDON & BUDDY HIELD (TROCA)

Os Pacers poderão ser a solução para resolver a questão Westbrook e, ao mesmo tempo, tornar a equipa de LA ainda mais competitiva. Se saudáveis, Hield e Brodgdon são jogadores que poderão singrar numa equipa com LeBron e AD. Quanto aos Pacers, resolveriam dois contractos extensos de uma só assentada, com a possibilidade de colocarem THT e alguma escolha no negócio que permitisse que a troca fosse mais do que aliviar os livros de contabilidade.

MEMPHIS GRIZZLIES: TYUS JONES (RENOVAÇÃO)

Poderá soar pouco ambicioso, mas Tyus Jones tem-se revelado peça essencial no desenvolvimento e sucesso da equipa e não renovar com a alternativa a Ja Morant que tão bem tem resultado sem e com a estrela dentro do campo parece irresponsável.

MIAMI HEAT: DONOVAN MITCHELL (TROCA)

Pat Riley gosta de sair por cima em qualquer negócio, mas não deixa de temer o risco. O teto de Tyler Herro poderá ser maior do que se espera, mas Mitchell tem talento para oferecer aquilo que os Heat mais procuram: sucesso imediato. Um trio Mitchell-Butler-Adebayo traria vitórias, fãs à arena e muito lucro para a equipa.

MILWAUKEE BUCKS: BOBBY PORTIS (RENOVAÇÃO)

É importante que os Bucks não cometam o mesmo erro que no ano passado com PJ Tucker. Voltar a perder peças da rotação poderá ser fatal para uma equipa dos Bucks que está tão bem preparada para voltar a erguer o troféu no final da época.

MINNESOTA TIMBERWOLVES: VICTOR OLADIPO (CONTRATAÇÃO)

Ao que tudo indica, Oladipo está mais interessado em elevar o seu valor como jogador numa nova franquia do que regressar a Miami. E Minnesota poderá ser uma situação benéfica para ambas as partes. Com um backcourt composto por só ataque (Russell) ou só defesa (Beverley), Oladipo poderia ser uma solução equilibrada a partir do banco com a capacidade de explodir nas noites sim.

NEW ORLEANS PELICANS

O foco dos Pelicans neste verão passará por aplicar a política dos 3Rs: Recuperar, Reintegrar e Rentabilizar Zion Williamson.

NEW YORK KNICKS: JALEN BRUNSON (CONTRATAÇÃO)

Um cenário que tem tudo para se concretizar nas primeiras horas da free agency. Depois de trocarem Alec Burks, Nerlens Noel e Kemba Walker para Detroit, os Knicks terão espaço para oferecer um contrato de 4 anos no valor total de 110 milhões e garantir finalmente uma contratação relevante no mercado. No entanto, caso a contratação seja consumada, promete dividir a massa adepta da equipa.

OKLAHOMA CITY THUNDER: MAUS CONTRATOS

Se alguma equipa sentir urgência em despachar X contrato, Sam Presti estará pronto para o receber desde que venha acompanhado de X escolhas do draft.

ORLANDO MAGIC: TERRENCE ROSS & JONATHAN ISAAC (TROCAS)

Aqui, o cenário inverso. Depois de escolherem Paolo Banchero com a escolha nº1 do draft, o verão dos Magic deverá ser pouco movimentado. A não ser que encontrem parceiros de troca para Ross e Isaac que parecem não fazer parte do futuro da equipa.

PHILADELPHIA 76ERS: PJ TUCKER (CONTRATAÇÃO)

3 anos/30 milhões são os valores falados pela possível contratação de PJ Tucker pelos 76ers. Poderá parecer um valor exorbitante para um jogador da sua idade e rendimento ofensivo, mas depois da troca por Melton na noite de draft, a adição de Tucker tornaria a equipa de Philadelphia mais candidata ao título do que no último ano.

PHOENIX SUNS: DEANDRE AYTON (RENOVAÇÃO)

É fulcral que os Suns consigam, pelo menos, chegar a acordo com Ayton para um sign-and-trade que traga algum tipo de retorno a uma equipa dos Suns que foi a melhor da última época regular. Como já havia escrito, uma troca entre Gobert e Ayton poderia beneficiar todas as partes: equipas e jogadores.

PORTLAND TRAIL BLAZERS: ANFERNEE SIMONS (RENOVAÇÃO)

Sem margem para dúvidas, Simons é intocável para os Blazers e a prioridade da equipa será garantir que o jogador fique vinculado à equipa. Não seria surpreendente que a equipa de Portland oferecesse contrato a jogadores como Lavine ou Ayton, porém parece improvável que consigam algum dos nomes principais desta free agency.

SACRAMENTO KINGS: NEEMIAS QUETA (RENOVAÇÃO)

Idealmente, num contrato standard de NBA e não num 2-way.

SAN ANTONIO SPURS

Os rumores por Dejounte Murray levam a crer que os Spurs farão o seu melhor para serem uma das piores equipas da próxima temporada, melhorando as suas chances de conseguirem o talentoso Victor Wembanyama no próximo draft. Assim sendo, é de esperar que qualquer troca realizada tenha esse cenário em conta, beneficiando sempre o capital de escolhas e não a competitividade imediata do plantel

TORONTO RAPTORS: JAKOB POELTL (CONTRATAÇÃO)

O regresso do poste austríaco à equipa canadiana ajudaria a colmatar a escassez nas posições interiores da equipa. Também a situação OG Anunoby deverá ser tida em conta, com o jogador a demonstrar algum descontentamento com o seu papel na equipa.

UTAH JAZZ: DONOVAN MITCHELL OU RUDY GOBERT (TROCA)

Há uma certeza: com os dois jogadores no plantel muito dificilmente conseguirão ter sucesso nesta liga. Assim sendo, quanto mais cedo optarem por um dos dois ou até por nenhum, mais rapidamente conseguirão reconstruir-se e tentar chegar à glória por outro caminho. Boa oportunidade nesta offseason?

WASHINGON WIZARDS: BRADLEY BEAL (RENOVAÇÃO)

Com a aquisição de Porzingis no ano passado e de Morris e Barton já neste verão, os Wizards procuram uma nova fórmula para convencer Beal de que em Washington poderá ter sucesso neste offseason.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter