MLB: o meio da temporada chegou, e cheio de surpresas!

Felipe MartinsJulho 15, 20214min0

MLB: o meio da temporada chegou, e cheio de surpresas!

Felipe MartinsJulho 15, 20214min0
Confira, em análise de Felipe Martins, os principais acontecimentos na MLB, que está chegando na metade de sua temporada!

A temporada da Major League Baseball (MLB) está na metade do calendário neste momento. Por alguns dias, as atenções se voltam aos destaques individuais até agora, e a comunidade do beisebol entra em festa para acompanhar eventos como os tradicionais Home Run Derby e o Jogo das Estrelas.

Para 2021, ainda, há uma novidade – o Draft de novos jogadores, que geralmente ocorre na metade de Junho, foi atrasado por um mês. Desta forma, as temporadas do beisebol universitário e colegial já se encerraram, e até a análise dos jovens atletas foi beneficiada.

Entre tantos pontos positivos, o principal fato neste momento: o beisebol das grandes ligas está em um dos melhores momentos, e novas gerações de fãs pelo mundo comemoram a expansão do esporte.

Jogo das Estrelas e Home Run Derby com grande ‘hype’

A sequência de eventos festivos foi iniciada na noite de segunda-feira (12) com o Home Run Derby – competição de rebatidas longas em que os rebatedores tentam demonstrar o máximo de poder com o bastão. E não deu nem muita graça: Pete Alonso, atleta do New York Mets que havia vencido a edição anterior (em 2019, visto que 2020 não teve edição do All Star Game), defendeu bem o título ao bater Trey Mancini, do Baltimore Orioles.

Mas para além da vitória de Alonso, o Home Run Derby foi destaque pela participação de Shohei Ohtani, arremessador e defensor externo do Los Angeles Angels. Ohtani veio do Japão com grande atenção da mídia, tanto pelo destaque que já tinha na Ásia como pela expectativa do que poderia fazer na Major League Baseball. Nos EUA é bastante raro um atleta ser bom ofensivamente e também se destacar ao arremessar – e Ohtani está cada vez mais dominante.

Foto: Getty Images

O japonês não foi bem na competição de home runs, mas está escalado para abrir o Jogo das Estrelas da MLB pelo time da Liga Americana, como arremessador e rebatedor. Outros destaques do All Star Game da MLB são a dupla do Boston Red Sox, Xander Bogaerts e Rafael Devers: desde 2008 um terceira-base e um interbases da mesma equipe não eram eleitos para o time das estrelas.

Classificação surpreendeu até especialistas

Ao olharmos para a classificação neste ponto da temporada, muita gente pode se surpreender com alguns times – ainda mais se comparado com as previsões de antes do início do calendário. O palpite é que algumas equipes estariam atropelando, enquanto outras brigariam para não ficar na parte de baixo da tabela.

O Minnesota Twins, por exemplo, era a grande aposta para classificar para a pós-temporada como representante da Divisão Central da Liga Americana. Da mesma forma, o Atlanta Braves foi o chute de muita gente como um dos melhores times da temporada.

Como as primeiras semanas de Abril costumam favorecer times mais jovens – que raramente conseguem manter o ritmo -, as análises são bastante comprometidas. Mas passados cerca de 90 partidas, é visível que equipes como o Boston Red Sox e o San Francisco Giants serão concorrentes às vagas da pós-temporada, em outubro.

A equipe californiana teve bom início de temporada, e manteve o fôlego sendo melhor que as equipes rivais Los Angeles Dodgers e San Diego Padres. O Dodgers, atual campeão da MLB, é dono da maior folha de pagamentos da Liga; já San Diego foi um dos times que mais fez trocas para reforçar o elenco. Ainda assim, a equipe do Giants está batendo de frente e se mantendo no topo.

Do outro lado do mapa, o Boston Red Sox teve um começo esquisito e avassalador: perdeu de muito as três primeiras partidas do ano, mas ganhou as nove seguintes e assumiu a liderança do que possivelmente é a divisão mais competitiva. Chegou a perder o primeiro lugar para o rival Tampa Bay Rays, mas conseguiu recuperar o posto e encerrou a primeira metade da temporada como uma das melhores equipes – mesmo sendo cotada no começo da temporada para ficar entre as últimas.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter