Onze de Trintões na Primeira Liga

Gonçalo MeloSetembro 13, 20208min0

Onze de Trintões na Primeira Liga

Gonçalo MeloSetembro 13, 20208min0
A Liga Nos está quase de volta! Fica com alguns dos principais trintões que vão brilhar pelos relvados nacionais!

A Liga Nos e, em geral, o futebol português, tem habituado os seus seguidores à sua versão mais vendedora, sendo uma liga que denota enormes dificuldades em segurar os seus jovens talentos que, de forma legitima, desejam competir em ligas mais fortes, com maior visibilidade e, naturalmente, enriquecer as suas contas bancárias com os salários mais elevados que são pagos noutros campeonatos.

Ainda assim, há alguns “trintões” que se destacam em território nacional, e que merecem uma honrosa menção por continuarem a brilhar e a trazer experiência aos nossos relvados.

Guarda Redes: Agustín Marchesín

O internacional argentino, que parte para a segunda época de dragão ao peito, discute com Vlachodimos o titulo de melhor da liga, e dificilmente o FC Porto poderia ter encontrado melhor substituto para Casillas.

Dotado e grandes reflexos, espírito e voz de liderança e de um confortável jogo de pés, o internacional argentino de 32 anos está de pedra e cal no dragão, e promete mais uma época de estabilidade e grandes defesas.

Marchesín fez uma defesa soberba e evita o golo do Krasnodar | Global News Portugal

Lateral Direito: Sílvio

O experiente lateral de 32 anos não conseguiu evitar a descida do Vitória FC, mas vai manter-se na primeira liga ao serviço do outro Vitória, o SC. Internacional português, Sílvio não terá vida fácil em Guimarães, uma vez que Sacko é um dos elementos mais valiosos da equipa minhota e um dos indiscutíveis, mas a sua experiência pode ser fundamental no jovem plantel vimaranense. Qualidade técnica e tática estão lá, apesar do menor fulgor físico que a idade acarreta.

A BOLA - Sílvio é reforço por uma temporada (Vitória de Guimarães)

Defesa Central Direito: Pepe

Aos 37 anos, o luso-brasileiro continua de pedra e cal no eixo da defesa do FC Porto e da seleção nacional. experiência ao mais alto nível durante várias épocas, voz de liderança, agressividade e um posicionamento quase perfeito, fazem do ex-Real Madrid uma peça fundamental no esquema de Sérgio Conceição.

Apesar da idade avançada, ainda apresenta uma frescura física e velocidade invejáveis, o que leva a crer que ainda tem mais épocas pela frente de dragão ao peito.

Pepe vive um sonho sem idade - FC Porto - Jornal Record

Defesa Central Esquerdo: Jan Vertonghen

É indiscutivelmente um dos grandes centrais do futebol europeu dos últimos anos. Titular indiscutível durante 8 épocas no Tottenham e um dos lideres e rostos da forte geração que trouxe a seleção belga de volta ao topo do futebol mundial, Vertonghen chegou ao nosso campeonato quando ainda poderia perfeitamente ser titular numa equipa das big 5.

Com 33 anos, o Benfica conseguiu aqui um reforço de topo, um central com capacidade de comandar a defesa encarnada, forte nos duelos pelo ar e pelo chão, irrepreensível taticamente, e com um pé esquerdo extremamente capaz na saída de bola, que pode ainda, em caso de necessidade, alinhar a lateral esquerdo.

O Benfica não era a primeira escolha de Vertonghen″ - JN

Lateral Esquerdo: Antunes

Um regresso do internacional português ao nosso campeonato, onde tinha representado o Leixões e o Paços de Ferreira, antes de se aventurar na europa. Chega para trazer experiência e liderança à jovem equipa do Sporting, tendo a tarefa de guiar e ao mesmo tempo lutar por um lugar com a jovem promessa Nuno Mendes, um dos jovens mais valiosos dos leões.

Qualidade no cruzamento, resistência e competitividade são os cartões de visita do lateral de 33 anos, que regressa com a seleção no horizonte.

Antunes adaptado ao Sporting e pronto para a luta com Nuno Mendes - Renascença

Médio Defensivo: Javi García

Mais um regresso ao nosso campeonato, de um jogador que se destacou ao serviço do SL Benfica. O internacional espanhol é uma espécie de reforço bomba para a turma de Vasco Seabra, pois não é todos os dias que um ex-Manchester City chega ao clube boavisteiro.

Agressividade, capacidade de desarme e poderio enorme no jogo aéreo ofensivo e defensivo encabeçam o CV do murciano de 33 anos, que promete ser um esteio no meio campo da equipa do Bessa e uma das referências no nosso campeonato.

Javi García, ex-Benfica, é reforço do Boavista | Futebol nacional | PÚBLICO

Médio Centro: Adel Taraabt

Uma nova vida do marroquino, proporcionada pelo técnico Bruno Lage, permitiu aos portugueses assistirem e desfrutarem da melhor versão de Adel Taraabt, que aos 31 anos parece melhor que nunca.

Outrora um “dez”/extremo, o marroquino evoluiu para um jogador mais completo e profissional, um 8 completo, que manteve a qualidade técnica, drible e visão de jogo mas ganhou uma capacidade de pressão, desarme e intensidade fundamentais para a posição. A seguir com atenção sob o comando de Jesus.

Taarabt: «Magoou-me não regressar ao Milan» | MAISFUTEBOL

Médio Ofensivo: Nico Gaitán

Um dos melhores jogadores que passou no nosso país na última década. Gaitán nunca conseguiu verdadeiramente apresentar o seu nível na sua aventura em Madrid, e a China e os EUA eram demasiado periféricos para a qualidade do astro argentino.

Regressa a Portugal, com 32 anos, para envergar a camisola 10 do SC Braga, com o objetivo de voltar a exibir o seu melhor futebol. Esperemos que o consiga, pois a qualidade técnica, drible, visão de jogo e capacidade de tirar um coelho da cartola continuam certamente presentes, embora escondidas. Agradecerá Carvalhal e agradeceremos todos nós se pudermos ver, nem que seja a espaços, o velho Nico.

SC Braga contrata Nico Gaitán - OneFootball

Extremo Direito: Pizzi

Muitas vezes mal amado pelos adeptos benfiquistas, e pela própria critica. No entanto, os números falam por si. Tremendamente influente no futebol das águias, apontou qualquer coisa como 18 golos na ultima época, apenas na Liga, aos quais juntou ainda 14 assistências. Titular com Rui Vitória, com Lage, e muito provavelmente também voltará a ser com Jesus.

Visão de jogo, grande capacidade de jogar entre linhas, grande tomada de decisão no ultimo terço, e uma anormal capacidade de finalização para um médio/extremo, tornam o internacional luso de 30 anos imprescindível na turma encarnada.

Pizzi: «O 10 é para os mágicos e mágico é o Jonas» - Benfica - Jornal Record

Extremo Esquerdo: Ricardo Quaresma

O regresso do mágico extremo a Portugal, pela mão do Vitória SC. Depois de um regresso positivo ao FC Porto, há cerca de 6 anos, o internacional português tem no Minho, aquela que poderá ser a sua ultima aventura da carreira, ele que foi contratado para ajudar a guiar e orientar o jovem plantel às ordens de Tiago.

Prestes a completar 37 anos, a velocidade e capacidade de aceleração já não sao as mesmas, mas a visão de jogo, drible desconcertante e capacidade de cruzamento estão presentes, caracteristicas que no nosso campeonato, causarão certamente mossa.

Vitória Sport Clube - Site Oficial

Ponta de Lança: Hugo Vieira

Regressado em Janeiro ao seu Gil Vicente, onde se destacou, o avançado de 32 anos promete ser um dos rostos da equipa na nova época, aproveitando a saída de Sandro Lima, habitual titular, para a China.

O novo camisola 10 dos minhotos é garantia de mobilidade, velocidade e golos na frente de ataque, e servido por nomes como Lourency e Leandrinho promete ser um dos pontas de lança a seguir com atenção.

Gil Vicente faz força para manter Hugo Vieira e Luís Silva - Correio do Minho


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter