Será a Ligue 1 a liga menos entusiasmante da Europa?

José Nuno QueirósAbril 17, 20193min0

Será a Ligue 1 a liga menos entusiasmante da Europa?

José Nuno QueirósAbril 17, 20193min0
Muito se comenta que a Ligue 1 é a pior das principais ligas europeias por culpa da sua enorme previsibilidade. Este ano parece estar a dar razão às críticas existentes.

Numa altura em que estamos a chegar à fase das decisões um pouco por todas as ligas europeias, não deixa de ser possível verificar o caso da Ligue 1.

Uma análise detalhada à tabela classificativa permite observar que já existem diferenças pontuais significativas nas posições decisivas da tabela.

Na frente, o PSG vai conquistar o título da liga francesa (mesmo já tendo adiado a festa 2 vezes), levando já uma vantagem de 17 pontos e tendo menos 1 jogo que os rivais.

Com a presença garantida na Champions League na próxima época o PSG já sabe que vai ter como companhia o Lille, que leva já 8 pontos de vantagem para o terceiro lugar, ficando patente que teremos seguramente estas duas equipas gaulesas entre a elite europeia.

Olhando para os restantes dois lugares europeus, a luta torna-se mais interessante, com Lyon, Saint-Éttiene e Marselha separados por apenas 5 pontos. Com o 3º lugar a dar acesso à qualificação para a Champions e o 4º lugar a dar presença na Liga Europa, parece ser aqui que reside o principal foco de interesse desta liga. Apesar de tudo os 3 pontos de vantagem do Lyon sobre o Saint-Éttiene são uma boa vantagem para o que falta jogar, deixando a luta para a vaga na Liga Europa.

O Lille conseguiu adiar a festa inevitável do PSG, consolidando, ainda mais, o segundo posto. (Fonte: Indosport)

Infelizmente para os adeptos do futebol é precisamente do 6º até ao 17º lugar que esta liga ganha um interesse acrescido, no entanto, estas posições não dão acesso nem às ligas Europeias, nem colocam nenhuma equipa em zona de descida. O objectivo passa apenas por terminar no lugar mais alto da tabela possível. (Matematicamente seria possível para algumas destas equipas lutar pela qualificação para a Liga Europa, mas as diferenças de 5 pontos parecem neste momento um obstáculo muito complicado.)

Se durante grande parte da época pairou no ar a possibilidade de o Mónaco descer de divisão, felizmente para os adeptos monegascos esse pesadelo encontra-se já a 7 pontos de distância, embora a presença no 16º lugar, apenas dois acima do lugar de playoffs de despromoção.

7 pontos é precisamente a distância que separa o Dijon (18º classificado) da salvação, criando aqui uma luta interessante entre os três últimos classificados.

Conseguirá o DIjon superiorizar-se na luta pela descida? (Fonte: AS Monaco)

Dijon, Guingamp e Caen, estão separados por 2 pontos e a salvação parece uma ideia hércule de conseguir nesta altura da temporada. No entanto a Ligue 1 oferece uma situação que torna a liga aliciante no fundo da tabela. O 18º classificado não desce automaticamente. Em vez disso ganha uma espécie de vida extra e joga um playoff com o 3º classificado da Ligue 2.

Para já a vantagem é do Dijon, mas de apenas 1 e 2 pontos para os adversários, portanto todo o cuidado é pouco e será esta segunda vida, que vai dar também uma segunda vida à Ligue 1, que parece cada vez mais distante das outras ligas europeias, e esta falta de emoção numa altura crucial da época só acentua este desinteresse europeu.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter