Messi entra na equipa do PSG, mas quem sai fora?

José Nuno QueirósAgosto 14, 20213min0

Messi entra na equipa do PSG, mas quem sai fora?

José Nuno QueirósAgosto 14, 20213min0
Messi chegou a Paris e surgiram algumas dúvidas sobre o como se pode montar o PSG para tirar o melhor partido de todas as suas peças.

Messi chegou a Paris e, inevitavelmente, todas as atenções se viraram para a capital francesa e para o poderio que o PSG poderá ter na Europa, sempre com a UEFA Champions League no horizonte dos seus adeptos, algo que tem sido um carrasco para o clube.

Numa equipa recheada de talentos como Mbappé, Di Maria, Icardi, Neymar, Sarabia e Draxler, junta-se agora Messi a esta frente de ataque fortíssima, para lá dos reforços Hakimi, Donnarumma, Sergio Ramos e Wijnaldum.

Mas afinal, como será o plantel dos parisienses com a chegada destes craques todos, nomeadamente Lionel Messi, e de que forma pode Pochettino gerir todas estas super estrelas?

Na baliza prevê-se logo uma luta feroz pelas redes com o melhor jogador do Europeu, Gianluigi Donnarumma a competir com Keylor Navas numa luta que poderá mesmo vir a ser resolvida com uma constante rotatividade de posições, mas na qual Keylor Navas parece levar alguma vantagem para os jogos decisivos… pelo menos pelo que foi dito pelo técnico argentino.

Fora desta luta esta Sergio Rico, o espanhol que deverá ser vendido pelo clube.

Na defesa parece não haver grande dúvidas que Hakimi vai ser o dono da lateral direita com Dagba a ser uma segunda opção, mas num patamar claramente inferior. Na esquerda Kurzawa pode aproveitar a lesão de Bernat para segurar o lugar, embora aqui não seja tão claro quem parte em vantagem.

messi psg
Hakimi já marca pelo PSG e parece dono e senhor da lateral direita. (Fonte: PSG)

É no centro da defesa que surgem as principais dúvidas. Marquinhos e Kimpembe fizeram uma dupla muito boa e tem rotinas muito bem definidas entre os dois, sendo que Kehrer que foi a 3ª opção parece agora mais perto da saída. Sergio Ramos é que será a grande dor de cabeça, uma vez que o estatuto que traz na bagagem podem indicar que será titular neste plantel, colocando nomeadamente Kimpembe numa posição desconfortável.

Apesar de tudo, é no meio campo e ataque que há mais dúvidas sobre como vai atuar a equipa, uma vez que tudo depende do posicionamento de Messi.

Num 4x3x3 clássico e com Messi numa ala, os 3 lugares do meio campo serão de Paredes ou Danilo para médio defensivo e depois Verratti e Wijnaldum podem ser os outros 2 com Herrera a perder espaço, falando-se mesmo de uma possível saída.

Há, no entanto, o problema que é colocar apenas 3 jogadores na frente de ataque, o que significa que Di Maria não aparecendo no meio, pode mesmo não ter espaço no 11 inicial, algo que pode ser resolvido com um 4x2x3x1.

Nesta situação, com Verratti e Wijnaldum no meio (Paredes e Danilo podem ser mais facilmente preteridos), as alas podem ser entregues a Di Maria e Neymar deixando Messi como número 10, posição na qual o astro argentino é perfeito e a ser vir de apoio a Mbappé na frente de ataque.

Fora das opções poderá ficar Icardi, que parece não ter grande espaço para lá do banco de suplentes, condição que pode não agradar ao 3º argentino do ataque.

Quer seja a fletir da direita para o meio, ou a começar no meio, uma coisa é quase certa, Messi será titular e será por ele que vai passar o jogo do PSG, que fica com 4 jogadores na frente de ataque de classe mundial e que podem destruir qualquer defesa que encontrem pela frente.

messi
Empurrará Messi o seu amigo e colega para o banco? (Fonte: TSF)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter