Mercado de Verão “La Liga” 2022/23: As primeiras mudanças

Bruno DiasJulho 16, 20226min0

Mercado de Verão “La Liga” 2022/23: As primeiras mudanças

Bruno DiasJulho 16, 20226min0
O mercado de Verão futebolístico é sinónimo de renovadas ambições e de novos protagonistas. E a "La Liga" não é excepção.

Junho e Julho são, normalmente, meses sem grande actividade dentro das quatro linhas. Porém, isso não significa que não existam motivos atractivos para seguir o mundo futebolístico, bem pelo contrário.

Os clubes batalham arduamente para formar os melhores plantéis possíveis, de modo a posicionarem-se para cumprir os seus objectivos desportivos e conquistar títulos e troféus. Para tal, muitas são as mudanças nas equipas e, consequentemente, muitas são as novidades individuais nos grandes clubes, temporada após temporada.

O futebol espanhol, evidentemente, não é excepção, e para 2022/23 estão já confirmadas transferências de montra e rumores que deixam água na boca para aquilo que poderá ser a próxima edição da “La Liga“.

Entre a consolidação de projectos desportivos bem sucedidos, a perda de peças importantes na manobra da equipa ou até as renovações profundas das suas formações, há abordagens diversas que prometem, certamente, aumentar o nível qualitativo e o interesse das competições.

Mas sem mais demoras, vamos ao que mais interessa: os novos artistas.

 

Raphinha (FC Barcelona)

Barcelona é a cidade futebolística do momento. Graças a uma “revolução” financeira promovida por Joan Laporta, com a venda de metade dos direitos de licenciamento e marketing da marca FC Barcelona e uma percentagem dos direitos televisivos nos próximos 25 anos, o Barça recebeu uma injecção massiva de capital que permite não só cobrir os prejuízos financeiros recentes como, sobretudo, reforçar brutalmente o grupo que estará sob o comando de Xavi Hernández.

À Catalunha vão chegando contratações para todos os sectores do terreno, sendo que a ala direita do ataque era claramente uma das grandes preocupações do treinador. No entanto, isso pode ter mudado drasticamente neste Verão.

(Foto: jogada10.com.br)

Não só Ousmane Dembélé acabou por renovar com os catalães, como a Camp Nou chegou também um concorrente de respeito. Raphinha tinha vários interessados de topo nos seus serviços, mas na hora de sair do Leeds United não hesitou em deixar bem claro o seu desejo: representar o Barcelona.

Procurando seguir as pisadas do “ídolo” Ronaldinho, o brasileiro ex-Vitória e Sporting quererá aqui cimentar-se no topo do futebol europeu, depois de já ter chegado à selecção “canarinha”. Através de rasgos explosivos em drible e de uma objectividade no seu jogo que cresceu exponencialmente com Marcelo Bielsa em Inglaterra, o extremo de 25 anos encaixa na perfeição na ideia de Xavi, que pretenderá na direita ter um jogador que parta da linha lateral para desequilibrar individualmente e criar regularmente situações de perigo no último terço.

Uma cara nova, que promete aumentar os índices de magia no futebol espanhol.

 

Aurélién Tchouaméni (Real Madrid)

O Real Madrid parte para esta temporada naquela que é, teoricamente, a melhor posição entre todas as equipas espanholas. O conjunto liderado por Carlo Ancelotti é o actual campeão, conquistou o campeonato anterior com tranquilidade e juntou-lhe um final de época em glória, com a conquista de mais uma Liga dos Campeões, frente ao Liverpool.

A renovação do plantel também tem sido gerida de forma quase perfeita, existindo já uma base jovem e de qualidade para assegurar um futuro vitorioso para o clube. A zona mais crítica do terreno parecia mesmo ser o meio-campo, sector onde o trio Casemiro, Toni Kroos e Luka Modric é rei e senhor há vários anos.

O mercado francês resolveu este “problema”. Na época passada, com a chegada de Eduardo Camavinga, vindo do Rennes. Esta temporada, com a contratação de Aurélien Tchouaméni ao AS Monaco, por valores a rondar os 100M€.

Aos 22 anos, Tchouaméni vem para se constituir como o sucessor de Casemiro. Porém, o francês apresenta argumentos futebolísticos para abarcar funções mais abrangentes do que aquelas que o brasileiro é capaz de desempenhar no meio-campo. Embora actue originalmente como médio-defensivo, Tchouaméni também se destaca no plano ofensivo, sendo capaz de transportar a bola em drible com qualidade e de ameaçar a baliza adversária através da sua boa meia-distância.

Mas é no capítulo defensivo, obviamente, que este jovem se destaca. Dono de uma capacidade atlética e física de elite, Tchouaméni é capaz de cobrir um largo raio de acção no miolo, interceptando inúmeros passes adversários, recuperando diversas bolas em terrenos adiantados e interferindo com múltiplas outras acções adversárias. Um “polvo”, que se desdobra para estar quase sempre na zona da bola, sobressaindo no desarme e dando quase sempre o melhor seguimento ao jogo nos momentos seguintes à recuperação.

Apesar do avultado valor pago pelo Real, no seio de um grupo altamente experiente e maduro, Tchouaméni encontrará no Santiago Bernabéu o contexto ideal para crescer de forma segura e sustentada, podendo estar aqui o futuro dono do meio-campo dos “merengues“.

 

Lewandowski e companhia: outras chegadas e rumores

À data deste artigo, confirmava-se oficialmente o megalómano rumor do momento: Robert Lewandowski também será jogador do FC Barcelona. O avançado de 33 anos chega à Catalunha proveniente do FC Bayern e traz consigo garantias de golos em catadupa e de um rendimento desportivo sem par nas últimas duas épocas.

(Foto: mercadodofutebol.com)

É a “estrela” que vem ajudar significativamente a carregar o clube catalão para voos mais altos, tanto a nível interno como na Liga dos Campeões, competição onde Lewandowski tem brilhado em anos recentes, sendo um dos melhores marcadores da história.

Mas nem só de Barça e Real se faz a “La Liga”. A Sevilha pode chegar o craque Houssem Aouar que, após perder espaço e destaque no Lyon, se prepara para assinar pelo Real Bétis. Em Madrid, Axel Witsel é uma contratação de qualidade para o Atlético, e para a lateral direita poderá ainda chegar o argentino Nahuel Molina – jogador do agrado do técnico Diego Simeone – que realizou uma excelente época passada no campeonato italiano.

Internamente também há mexidas. Jules Koundé pode ainda trocar o Sevilla pelo Barcelona neste mercado, Takefusa Kubo prepara-se para deixar o Real Madrid e assinar definitivamente pela Real Sociedad a troco de cerca de 6M€ e ao Villarreal chegou já José Luis Morales, experiente avançado de 34 anos que promete aumentar o leque ofensivo de opções de uma formação que atingiu as meias-finais da Liga dos Campeões em 2021/22.

Mudanças que certamente contribuirão para uma “La Liga” ainda mais entusiasmante, competitiva e espectacular na temporada que se avizinha.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter