Da MLS para a Europa. Três presentes para clubes portugueses

Diogo MatosDezembro 26, 20185min0

Da MLS para a Europa. Três presentes para clubes portugueses

Diogo MatosDezembro 26, 20185min0
Com a aproximação do mercado de transferências, o Fair Play e a MLS Portugal apresentam-lhe uma lista de três jogadores que poderiam ser úteis a clubes portugueses.

Se o Natal é olhado pela generalidade das pessoas como a altura de se passar algum tempo com a família, a verdade é que, para os adeptos de futebol, esta é também a fase que antecede o mercado de transferências. Entre entradas e saídas, os clubes aproveitam o mercado de inverno para ajustar os plantéis de forma a atacar em força o que falta jogar da temporada. Pouco depois de a edição de 2018 da MLS ter terminado, o Fair Play e a MLS Portugal dão-lhe uma lista de três jogadores que, no plano desportivo, poderiam ser úteis a clubes portugueses (as questões salariais são colocadas um pouco de lado).

 

Josef Martínez (Atlanta United- FC Porto)

 

Josef Martínez apontou 35 golos em 39 jogos na última edição da MLS (Fonte: Goal)

 

Com a lesão prolongada de Vincent Aboubakar, a contratação do melhor marcador da última edição da Major League Soccer seria uma boa aposta por parte do FC Porto. Depois de uma passagem não muito bem sucedida pela Europa (Suíça e Itália), Josef Martínez está, aos 25 anos, em “ponto rebuçado” para regressar ao velho continente. Com 35 golos em 39 jogos na última temporada da Major League Soccer, o avançado venezuelano seria uma opção muito válida para Sérgio Conceição.

Para além do enorme faro de golo que apresenta, Josef Martínez é um jogador muito distinto de Marega e Soares, fator que poderia beneficiar a forma de jogar dos azuis e brancos. Enquanto o maliano e o brasileiro se assumem mais como avançados de choque e que fazem da capacidade física a sua maior qualidade, Martínez é um atleta mais tecnicista e mais requintado na forma de tratar a bola.

Para além de tudo isto, e sendo certo que se referiu no início do artigo que as questões salariais não iriam ser tidas em conta, a verdade é que Josef Martínez aufere um salário anual pouco superior a um milhão de euros, valor aceitável para a realidade do atual líder do campeonato. O maior entrave a uma potencial transferência poderia ser o interesse já demonstrado de clubes de maior dimensão no internacional venezuelano.

 

Albert Rusnák (Real Salt Lake- SC Braga)

O facto de Albert Rusnák atuar numa das equipas com menos “visibilidade” da Major League Soccer (Real Salt Lake) não coloca em causa a qualidade que o jogador possui. Atuando preferencialmente como médio ofensivo, o internacional eslovaco pode atuar também como extremo, posição onde poderia ser muito útil ao SC Braga. Com a cada vez mais provável saída de Xadas, Rusnák seria uma opção muito válida para colmatar a transferência do jogador de 21 anos para o Monaco.

Para além de possuir todos os predicados técnicos do internacional jovem por Portugal, Rusnák consegue ainda apresentar uma excelente capacidade finalizadora (18 golos nas duas temporadas em que atuou na Major League Soccer). Aos 24 anos, e depois de passagens pela formação do Manchester City e pela Holanda, Albert Rusnák tem todas as condições para regressar à Europa. Se não fosse a questão salarial (recebe mais de um milhão de euros por ano) esse regresso poder-se-ia dar pelas portas do SC Braga.

 

Mauro Manotas (Houston Dynamo – Vitória SC)

Sendo certo que Alexandre Guedes é um avançado com qualidade e que entende muito bem o ideal imposto por Luís Castro, a verdade é que o jogador de 24 anos não se assume como um goleador nato. Assim sendo, uma possível chegada de Mauro Manotas à cidade berço seria uma excelente notícia para o futebol português.

 

Mauro Manotas tem-se assumido como o “homem golo” dos Houston Dynamo nas últimas temporadas (Fonte: MLS)

 

O jogador de 23 anos chegou à Major League Soccer em 2015 e, depois de um período de adaptação nos dois primeiros anos, assumiu-se como um dos bons finalizadores da prova em 2017 e 2018 (11 e 19 tentos, respetivamente). Rápido e bom tecnicamente, o jogador colombiano está na calha para rumar ao futebol europeu e, mais uma vez, se não fosse o salário (mais de 200 mil euros), o destino podia ser Portugal e mais concretamente Guimarães.

 

E o leitor, que jogadores que atuam na Major League Soccer gostava de ver jogar em Portugal?

Artigo escrito por Diogo Matos, administrador e fundador da página MLS Portugal.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter