Brasileirão 2020 tem queda de inscrições de jogadores estrangeiros

Renato SalgadoOutubro 15, 20205min0

Brasileirão 2020 tem queda de inscrições de jogadores estrangeiros

Renato SalgadoOutubro 15, 20205min0
Número de jogadores estrangeiros no Brasileirão tem queda de 25,3%. O número de estrangeiros em ação na Série A do Campeonato Brasileiro teve uma queda acentuada neste ano. Em 2019, os 20 clubes da elite do futebol nacional empregaram 83 jogadores vindos de fora.

Neste ano, o montante está em 64 atletas, o que representa uma queda acentuada de 25,3%. O número de estrangeiros atuando no futebol brasileiro vem crescendo com constância desde 2003, ano do início do Brasileirão de pontos corridos. Naquela temporada, apenas nove gringos deram as caras por aqui. O número máximo de jogadores de fora do país em campo era de apenas três atletas por time.

Em 2013, esse número já chegava a 55. Foi quando os clubes agiram para liberar um número maior de atletas por equipe. Quem tomou a frente do pedido foi o Grêmio, que contava com quatro estrangeiros e via o técnico Renato Gaúcho indeciso na escalação, já que o clube contava com o chileno Vargas, o argentino Barcos, o uruguaio Maxi Rodríguez e o paraguaio Riveros. A CBF atendeu à demanda dos clubes e subiu esse limite para cinco por time a partir da temporada 2014. Naquele ano, o número de estrangeiros cresceu para 70, o que representou aumento de 27,3%. No Brasileirão 2020, a Argentina, com 16 jogadores, é quem tem mais representantes na elite do futebol brasileiro. Em seguida vêm Uruguai (11), Colômbia (11), Equador (5), Paraguai (5), Peru (4), Venezuela (5), Chile (3), Bolívia (1), Costa do Marfim (1), Espanha (1) e Japão (1).

“Antes olhávamos mais para Argentina e Uruguai. De uns anos para cá, ampliamos nossos horizontes. Também estamos conseguindo aprimorar mais a busca pelas informações, podendo assim chegar antes dos clubes europeus no momento da negociação com esses atletas”, analisa Rui Costa, que exercia o cargo de diretor executivo de futebol do Grêmio em 2013, ano em que encabeçou o pedido dos clubes à CBF por mais estrangeiros no futebol brasileiro.“É um mercado que cresceu muito, pois antes não tínhamos tanta informação sobre esse nicho. Desde a ampliação das vagas, ficou ainda mais atraente e exigiu de todos os profissionais mais conteúdo e conhecimento”, acrescentou.

Foto: André Schmidt

O clube com mais estrangeiros no elenco é o Atlético-MG, com oito. Em seguida vêm Botafogo e Inter (6), Corinthians (7), Goiás (4), Palmeiras (4), Santos (4), São Paulo (4), Athletico (3), Flamengo (3), Fortaleza (3), Sport (3), Vasco (3), Fluminense (2), Grêmio (2), Red Bull Bragantino (2) e Atlético-GO (1). Bahia, Ceará e Coritiba são os únicos clubes que não contam com nenhum estrangeiro.

Os dez jogadores estrangeiros de maior destaque no Brasileirão 2020

Nome: Gérman Cano
Posição: Atacante
Nacionalidade: argentino
Idade: 31 anos
Clube atual: Vasco
Último clube: Independiente Medellín (COL)
Desempenho em 2019: 47 jogos e 41 gols

Nome: Damián Musto
Posição: volante
Nacionalidade: argentino
Idade: 32 anos
Clube atual: Internacional
Último clube: Huesca (ESP)
Desempenho em 2019: 25 jogos e 0 gols

Nome: Victor Cantillo
Posição: volante
Nacionalidade: colombiano
Idade: 26 anos
Clube atual: Corinthians
Último clube: Junior Barranquilla (EQU)
Desempenho em 2019: 54 jogos e 3 gols

Nome: Juan Pintado
Posição: lateral-direito
Nacionalidade: uruguaio
Idade: 22 anos
Clube atual: Goiás
Último clube: Juventud (URU)
Desempenho em 2019: 35 jogos e 1 gol

Nome: Daniel Villalva
Posição: atacante
Nacionalidade: argentino
Idade: 27 anos
Clube atual: Goiás
Último clube: Veracruz (MEX)
Desempenho em 2019: 30 jogos e 1 gol

Nome: Dylan Borrero
Posição: meia
Nacionalidade: colombiano
Idade: 18 anos
Clube atual: Atlético-MG
Último clube: Santa Fe (COL)
Desempenho em 2019: 8 jogos e 0 gols

Nome: Federico Barrandeguy
Posição: lateral-direito
Nacionalidade: uruguaio
Idade: 23 anos
Clube atual: Botafogo
Último clube: Montevideo Wanderers (URU)
Desempenho em 2019: 31 jogos e 1 gol

Nome: Lecaros
Posição: meia
Nacionalidade: peruano
Idade: 20 anos
Clube atual: Botafogo
Último clube: Real Garcilaso
Desempenho em 2019: 28 jogos e 1 gol

Nome: Léo Realpe
Posição: zagueiro
Nacionalidade: equatoriano
Idade: 18 anos
Clube atual: Red Bull Bragantino
Último clube: Independiente del Valle (EQU)
Desempenho em 2019: 7 jogos e 0 gols

Nome: Lucas Mugni
Posição: meia
Nacionalidade: argentino
Idade: 28 anos
Clube atual: Sport
Último clube: Oriente Petrolero (BOL)
Desempenho em 2019: 21 jogos e 5 gols


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter