As 5 Melhores Equipas da Bundesliga em 2018/2019

Gonçalo MeloAbril 29, 20198min0

As 5 Melhores Equipas da Bundesliga em 2018/2019

Gonçalo MeloAbril 29, 20198min0
As melhores equipas de um campeonato competitivo nem sempre são as 5 primeiras classificadas. Para o provar, enunciamos aquelas que foram para nós as 5 melhores desta edição da Bundesliga, e provamos porquê.

A Bundesliga é um dos campeonatos mais competitivos e imprevisíveis do futebol europeu, e se num ano uma equipa se vê na luta pelos 4 primeiros lugares, pode no ano seguinte, com um pouco mais de azar, ver-se próxima da luta pela permanência. O Bayern é o claro dominador desta competição, mas o nível exibicional da turma de Nico Kovac não lhe permitiu entrar nas 5 melhores equipas desta edição(o investimento e classificação das temporadas anteriores foi tido em conta para esta lista).

1- Eintracht Frankfurt

Os comandados de Adi Hutter merecem o primeiro lugar nesta lista. Numa luta acesa pelo quarto lugar, os homens da cidade industrial de Frankfurt têm neste momento mais 3 pontos que o Borussia Moenchengladbach e Bayer Leverkusen. Este lugar é ainda mais meritório quando analisamos as classificações do clube desde o seu regresso à Bundesliga, tendo conseguido um positivo sexto posto em 2012/13, mas tendo épocas aflitivas em 13/14 e 15/16, onde se viu envolvida na luta pela manutenção.

Nesta atrativa equipa, que tem como características principais a pressão alta e a forma como encosta os adversários lá atrás devido à força e velocidade dos seus elementos mais ofensivos, destacam-se a nível defensivo o argentino e capitão David Abraham, que aos 32 anos continua a apresentar a agressividade e velocidade de outros anos. No meio campo, destaque para o experiente e rotativo Sebastian Rode, fundamental na pressão alta e na ocupação de espaços, sendo também o primeiro construtor da equipa.

Mais à esquerda, Filip Kostic é fundamental na forma como abre o corredor esquerdo, abrindo o jogo da equipa e obrigando o lateral direito adversário a conter-se ofensivamente, aliando a isso uma grande capacidade no remate e no cruzamentos(leva 11 assistências no campeonato). Na frente, o técnico austríaco tem 3 opções de grande nível. Luka Jovic, Ante Rebic e Sebastian Haller. Juntos marcaram 40 golos na Bundesliga, juntando a isso 19 assistências, sendo o sérvio ex-Benfica o melhor marcador da equipa com 17 tentos.

Resultado de imagem para eintracht frankfurt

2- Borussia Monchengladbach

Apesar de ter tido duas presenças no top4 nos últimos 5 anos, esta temporada não deixa de ser uma das melhores por parte do Gladbach, 5 vezes campeão germânico. Sob o comando de Dieter Hecking, e após dois nonos lugares, a equipa onde militam craques como Mathias Ginter e Thorgan Hazard encontra-se novamente na luta pela champions, tendo estado por momentos à frente do Bayern Munique.

Nesta abastada equipa, um dos destaques é o pequeno mas grande guarda redes suíço Yann Sommer, que parece ter 2 metros na forma como ocupa a baliza. À sua frente tem dois jovens centrais, com capacidade para dar o salto para uma equipa que lute por objetivos mais altos, e que se destacam pela velocidade e saída de bola. Falamos de Mathias Ginter e Nico Elvedi. No meio campo, Christoph Kramer e Dennis Zakaria carregam o piano, deixando para os criativos Jonas Hofmann, Florian Neuhaus, Thorgan Hazard ou Patrick Hermann. Hazard, que deverá estar a caminho de Dortmund. leva 9 golos e 10 assistências, sendo o principal destaque ofensivo da equipa, a par do avançado francês Alassane Pléa, que leva 12 tentos e 3 assistências.

Os experientes Lars Stindl e Rafael continuam a ser importantes no plantel, apesar de verem reduzidos os minutos de utilização esta época. Nomes experientes como Ibrahima Traoré, Tobias Strobl e Tony Jantschke são também importantes para a boa época da turma de Dieter Hecking.

Resultado de imagem para borussia mönchengladbach

3- Wolfsburgo

Finalmente uma época de acordo com os pergaminhos do clube patrocinado pela Volkswagen. Na Bundesliga há 22 anos, o Wolfsburgo foram campeões em 2010, somando desde aí várias paupérrimas classificações, atingindo a degradação máxima nas duas ultimas épocas, com dois décimos sextos lugares, que deram direito a play offs com os terceiros classificados da Bundesliga 2.

Nesta época, o experiente técnico Bruno Labbadia conseguiu montar uma equipa competitiva e pragmática, tendo conseguido reforços importantes para atacar esta temporada. O guardião belga Koen Casteels é um dos melhores do campeonato, sendo dotado de grandes reflexos. John Anthony Brooks e Jerôme Roussillon, chegados esta época, têm sido fundamentais para a boa época da equipa. O central norte-americano faz a diferença com o seu 1,93m e com a sua velocidade, não descurando nunca uma oportunidade para sair a jogar. Roussillon é um lateral rápido e forte no drible, contribuindo com muitos desequilíbrios e levando já 3 golos e 5 assistências.

Josuha Guilavogui e Maximilian Arnold são fundamentais e titularíssimos no meio campo, estando o primeiro mais encarregue do trabalho sujo e o segundo mais disponível para a construção. No ultimo terço, os suíços Admir Mehmedi e Renato Steffen levam entre si 11 golos, mas é o gigante holandês Wout Weghorst o grande destaque com 14, aos quais junta 6 assistências. A juntar a estes, nomes como Yunus Malli, Josip Brekalo e Daniel Ginczek tornam o plantel dos lobos um dos mais completos na Bundesliga.

Resultado de imagem para wolfsburg fc 2019

4- Werder Bremen

Mais um histórico que tem andado nos últimos anos afastado dos primeiros lugares, mas que tem nesta época conseguido dar uma resposta mais positiva. Se até ao ano de 2010 a equipa nortenha se batia pelos primeiros 4 lugares, a mudança de década foi dramática para o Bremen, tendo conseguido nas 9 ultimas épocas um oitavo lugar como melhor resultado. Apesar de nunca ter caído de divisão nem ter ficado em lugar de play off, o Bremen viveu sempre época conturbadas nos últimos anos, e a tranquilidade parece só agora ter chegado, sob o comando do jovem Florian Kohfeldt.

A equipa reforçou-se bem, com nomes como Nuri Sahin, Davy Klaassen, Yuya Osako ou Martin Harnik, mas têm sido jogadores que já faziam parte do plantel a destacarem-se mais e a levar a equipa para a frente. Jiri Pavlenka vai confirmando as referências que o apontam há alguns anos como herdeiro de Petr Cech, revelando uma agilidade impressionante para um gigante de quase 2 metros. Na lateral esquerda mora um dos melhores da sua posição na Bundesliga, o sueco Ludwig Augustinsson, que com a profundidade que dá ao corredor já leva 4 passes para golo em 31 jogos.

No meio campo o destaque tem sido o jovem Max Eggenstein, um 8 com muita técnica, qualidade de passe e grande capacidade física, que soma já 5 golos e 4 assistências, e uma primeira chamada à seleção principal alemã em Março.

No ataque, o experiente internacional alemão Max Kruse continua a demonstrar as suas valências, e aos 31 anos continua a ser a principal figura desta equipa, somando 11 golos e 10 assistências em 31 jogos. A tentar acompanhá-lo está o jovem kosovar Milot Rashica, que com a sua irreverência e velocidade é provavelmente o melhor jogador da atualidade do pequeno pais dos Balcãs, ele que já soma 8 golos e 3 assistências na Bundesliga.

Resultado de imagem para werder bremen fc 2019

5. Fortuna Düsseldorf

Quem diria que a equipa com o segundo plantel menos valioso da competição poderia, após uma primeira volta fraca, estar neste momento num confortável décimo lugar. Orientados pelo experiente Friedhelm Funkel, os ainda campeões da Bundesliga 2 têm feito uma segunda volta de qualidade, com 7 vitórias em 14 jogos, mais do que em toda a primeira volta.

Destacam-se nesta histórica equipa alemã o experiente guarda redes Michael Rensing, que foi outrora apontado como herdeiro de Oliver Kahn. O defesa central internacional turco Kaan Ayhan é um dos nomes fortes desta equipa, não se limitando apenas às tarefas defensivas, uma vez que já contribuiu com 4 golos. O lateral esquerdo Niko Giesselman é outro interessante jogador desta equipa, sendo um lateral muito completo e regular defensiva e ofensivamente. No meio campo, Marcel Sobbotka vinha sendo um dos melhores da equipa até à lesão, tendo o experiente Bodzek ganho mais protagonismo após o azar do colega(teve uma lesão muscular grave, com rotura total de uma fibrose).

Kevin Stoger é o criativo da equipa, sendo fundamental a marcar os ritmos da equipa, enquanto Dodi Lukebakio e Benito Raman são responsáveis pelos desequilíbrios no últimos terço. Os dois extremos são os melhores marcadores da equipa, somando 10 golos cada um, seguidos pelo ponta de lança Rouwen Hennings que leva 6.

Resultado de imagem para fortuna dusseldorf 2019 season

A perda do primeiro lugar por parte do Borussia Dortmund e o já habitual Leipzig em lugares europeus fizeram com que as equipas não fossem consideradas para este top5.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter