9 jogadores sub-23 com contratos a expirar em Junho de 2022 pt.1

Francisco IsaacJaneiro 4, 20224min0

9 jogadores sub-23 com contratos a expirar em Junho de 2022 pt.1

Francisco IsaacJaneiro 4, 20224min0
Fica a saber de 9 jogadores jovens que podem assinar a custo-zero neste Verão, ou que até pode sair já, tendo esta parte 1 um atleta português envolvido

Como em todos os anos, há uma série de jogadores profissionais do mundo do futebol com o seu contrato a terminar, e o Fair Play escolhe 9 nomes abaixo do escalão etário sub-23 (dividido em três partes de três) que podem aguçar o interesse de equipas portuguesas, seja pelo talento, polivalência, margem de progressão ou sentido de oportunidade.

DANY MOTA (MONZA)

O internacional sub-21 português é um dos jogadores mais acessíveis desta lista para clubes portugueses, já que o salário auferido no Monza, da Serie B, não será um entrave financeiro delicado de ultrapassar, o que poderá facilitar no acesso ao avançado luso, este com seis golos marcados em 11 jogos na actual época. A mobilidade e inteligência de processos, acompanhada de bons pormenores físicos e técnicos, para além da compreensão do desenvolvimento táctico ou estratégico de um jogo, são atributos decisivos de um avançado que falta ser mais eficaz dentro da área de modo a atingir outro nível/patamar, apesar das suas funções poderem estar mais em linha com a ideia de um segundo avançado ou de um apoio à referência de área principal.

Não sendo um jogador finalizado, nos termos de ainda precisar de afinar certas características ou até se adaptar a outras funções, Dany Mota é um activo de médio interesse, que encaixaria na perfeição num Sporting CP, FC Porto ou SC Braga, clubes mais entroncados nos moldes de jogo do avançado luso que vê o seu contrato expirar em Junho deste ano de 2022.

DAN-AXEL ZAGADOU (DORTMUND)

Um nome talvez menos conhecido para a maioria dos leitores portugueses nesta lista de 9 jogadores, mas que merece alguma atenção já que os bons pormenores demonstrados em certos momentos das temporadas 2018/2019 ou 2020/2021 prometiam criar impacto a médio-prazo no futebol alemão. Infelizmente para o central de 23 anos, algumas lesões, a chegada de Mads Hummels ou as trocas do corpo técnico do lendário clube alemão, não ajudaram ao seu crescimento e desenvolvimento, e não é previsível que consiga a renovação de contrato antes do fim desta temporada, podendo isto ser uma oportunidade para Dan-Axel Zagadou encontrar um novo emblema que esteja disposto a olhá-lo como um atleta com capacidade para ser titular e confiar, assim, nas suas qualidades individuais. A

frescura física e a destreza na disputa dos duelos são dois elementos importantes de reter, para além da presença aérea dominante no jogo aéreo, impondo-se bem numa linha de 4 defesas, ou até de 3, desde que seja ladeado por um companheiro mais experiente e que compreenda bem a sua movimentação, ficando só a faltar ao defesa francês melhorar a comunicação com os parceiros da defesa e a forma como sai a jogar junto da área. Avaliado em 14M€, o central internacional sub-21 pela França tem uma margem de progressão de relativo interesse e não há dúvidas que tem o potencial de se tornar um atleta de belo calibre para quem aposte no seu futuro.

MARTÍN OJEDA (GODOY CRUZ)

Argentino de 23 anos com “sangue na guelra”, ou, se quisermos, capacitado de um poder de luta constante e que cria sucessivos problemas à defesa adversária através não só de elementos básicos como velocidade explosiva, agilidade maleável e índice físico alto mas também pela eloquência com a redonda nos pés e capacitado de um virtuosismo técnico especial no que toca a desferir remates às redes adversárias, Martín Ojeda pode ser um activo de especial qualidade para os clubes europeus, a começar nos emblemas portugueses (um substituto, a longo-prazo, interessante para Luís Diaz, caso o colombiano abandone o Dragão).

As artimanhas que o extremo foi “inventando” pelo Godoy Cruz resultaram em vitórias importantes, caso dos dois golos marcados frente ao primeiro classificado River Plate, na temporada em decurso, desenhando excelentes incursões a partir da ala esquerda, sendo que não fica “colado” a esta função pois tenta procurar outras soluções, seja pela transição para o centro do terreno ou como um falso avançado junto à área, conseguindo fazer a diferença nos momentos X, como se vê pelos 12 concretizações somadas até ao momento. Pelas informações veiculadas, o extremo argentino estará a caminho do Dinamo de Zagreb, mas até ao fecho do acordo poderá surgir uma surpresa, uma vez que pode negociar com qualquer clube em virtude do seu contrato estar nos últimos seis meses de actividade, e é um dos jogadores mais disputados pela fileira de clubes periféricos da Europa.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter