15 jogadores em final de contrato na Ledman Liga Pro pt.1

Francisco IsaacAbril 24, 20189min0

15 jogadores em final de contrato na Ledman Liga Pro pt.1

Francisco IsaacAbril 24, 20189min0
O Fair Play começa a estudar o mercado de transferências e apresenta-te a parte 1 dos 15 jogadores em final de contrato na Ledman Liga Pro! Conheces todos?

A Ledman Pro voltou a ser um campeonato competitivo, intenso e com uma série de jogadores em destaque. O Fair Play apresenta 15 jogadores em final de contrato na Ledman Liga (3 partes) que se valorizaram nesta temporada e que estão disponíveis para assinar por novos clubes!

Uma breve leitura do que fizeram, do que valem e do que podem garantir numa nova equipa!

THIAGO SANTANA (SANTA CLARA)

Posição: Avançado
Valor de Mercado (dados transfermarkt): 650mil€
Clube: Santa Clara
Nº de jogos/golos em 2017/2018: 30/13
Nacionalidade: Brasileiro
Internacional: Não
Idade: 25

O avançado brasileiro não foi feliz em Setúbal na temporada passada, mas esta época tudo mudou para Thiago Santana com a mudança para os Açores. O jogador do plantel de Carlos Pinto despontou, tem 13 golos na sua conta (até ao momento) e é um dos avançados mais complicados de desarmar nesta segunda liga.

Veloz tanto de pernas como de ideias, Thiago combina bem tanto com um ataque mais lateralizado, surgindo no centro da área com eficiência ou uma estrutura ofensiva que goste de jogar com passes em profundidade e ao toque, sendo que o brasileiro facilmente consegue receber, dar e reposicionar-se para tentar ser uma posição válida na hora de finalizar.

O contrato do avançado pertence oficialmente ao São Carlos, clube que já o tinha cedido ao Vitória FC na temporada passada e que emprestou ao clube açoriano nesta temporada. Está avaliado em quase 700 mil euros, mas com o final do contrato será um alvo apetecível para os clubes da Ledman Pro ou mesmo da Liga NOS.

Se o Santa Clara subir de divisão é uma escolha óbvia para ficar… mas mesmo assim será difícil segurar o brasileiro se gladiarem-se contra outros símbolos da Primeira Liga com maior poder económico.

SITUAÇÃO ACTUAL: RENOVAÇÃO DE CONTRATO POR MAIS UMA ÉPOCA

Thiago Santana cavou o primeiro penalti e sentencia o jogo com o 2-0

RICARDO GOMES (CD NACIONAL)

Posição: Avançado
Valor de Mercado (dados transfermarkt): 550mil€
Clube: CD Nacional
Nº de jogos/golos em 2017/2018: 33/19
Nacionalidade: Cabo-verdiano
Internacional: Sim (6/1)
Idade: 26

Ricardo Gomes foi entrevistado pelo Fair Play no mês de Março, altura em que o Nacional disparou no campeonato passando de um 8º para um 1º lugar de forma isolada e que está a 4 pontos dos seus perseguidores mais próximos. O goleador de Cabo-Verde foi um dos responsáveis pela mudança de chip e os 9 golos e 3 assistências nos últimos 11 jogos são argumentos que atestam a seu favor.

Possante, fisicamente difícil de meter no chão, Ricardo Gomes é o pêndulo do ataque dos alvinegros, algo que vai para além dos golos marcados. Como? Muitas vezes surge a uns metros da área, arrastando os seus marcadores mais directos e ajudando na construção de jogo, para depois aparecer na área e ganhar o espaço suficiente para fazer a diferença onde importa.

Numa temporada que tem lhe corrido de feição, Ricardo é um dos jogadores mais observados e apreciados da Liga PRO e o seu crescimento numa posição que não era a sua de origem (sempre jogou mais a extremo ou como 2º avançado) demonstra uma inteligência e uma capacidade de adaptação bem interessante para qualquer equipa que queira moldá-lo à sua lógica de jogo.

O seu futuro está ligado directamente com o destino final do CD Nacional… se subirem de divisão, terá que renovar (em caso que a direcção dos nacionalistas não o faça é um caso sério de desperdício), em caso que fiquem para trás… aí depende das “fomes” do Mercado.

SITUAÇÃO ACTUAL: TERMINOU CONTRATO COM O CD NACIONAL

O génio de Ricardo Gomes 

LUTHER SINGH (SC BRAGA “B”)

Posição: Avançado
Valor de Mercado (dados transfermarkt): 500mil€
Clube: SC Braga “B”
Nº de jogos/golos em 2017/2018:  32/10
Nacionalidade: África do Sul
Internacional: Sim (1/0)
Idade: 20

A par de Trincão, Lucas Ferrugem, Ogana ou Loum N’diaye, Luther Singh é um dos nomes-fortes da equipa secundária do SC Braga. O internacional sul-africano (conseguiu-o aos 19 anos de idade) é um autêntico velocista em campo, dotado de uns pés complicados de ler (o drible é um dos seus pontos fortes) e um domínio técnico de uma qualidade bem alta.

Falta ao sul-africano um conhecimento táctico mais aprofundado e obedecer às exigências de um jogo mais pensado e trabalhado, sem ter que andar a subir e a descer de uma forma frenética e que, por vezes, tira organização à sua equipa.

Chegou aos bracarenses em Janeiro de 2017, mas foi nesta época que explodiu, com 10 golos e 5 assistências em 32 jogos algo bastante interessante para um jogador que só tem 20 anos. O contrato finda em Junho mas será difícil compreender se a direcção do clube deixar ir um talento como Singh.

Não encaixa no imediato no jogo de Abel Ferreira, mas a seu tempo irá adequar-se aos fundamentos principais do treinador da equipa principal, assumindo-se como um jogador de futuro para o clube.

Para já o seu valor está no meio milhão de euros… a seu tempo e se tudo correr bem irá estar bem mais valorizado.

SITUAÇÃO ACTUAL: RENOVAÇÃO DE CONTRATO POR MAIS CINCO ÉPOCAS

Singh a trocar as voltas aos seus adversários

RICARDO RIBEIRO (ACADÉMICA DE COIMBRA)

Posição: Guarda-redes
Valor de Mercado (dados transfermarkt): 500mil€
Clube: Académica de Coimbra
Nº de jogos/golos em 2017/2018: 33/36 (sofridos)
Nacionalidade: Português
Internacional: Não
Idade: 28

Um dos super totalistas do plantel da “Briosa” nos últimos 2 anos, Ricardo Ribeiro está prestes a terminar a sua ligação com o clube. Com quase 100 jogos completos, o guardião é um dos responsáveis pelo qual o clube é a 2ª defesa menos batida da Ledman Liga Pro. Em 33 jogos, sofreu 36 golos e conseguiu manter as suas redes seguras durante 11 encontros.

Mas há algo de especial com o jogador formado e lançado nos campeonatos profissionais pelo Moreirense? Um primeiro adjectivo que podemos colar é o de ser um guarda-redes “elástico” conseguindo chegar aos remates mais complicados, salvando a Académica em situações de extremo perigo.

Nesta temporada, foi visível a sua importância em jogos contra o Varzim, Penafiel, Nacional ou Famalicão (tem uma parada a um remate praticamente indefensável de Rui Costa que vai ficar na memória de todos) impondo-se na sua zona de influência.

Com alguma experiência adquirida na Liga NOS (passou pelo Belenenses, Estoril e Moreirense), tem sido Ricardo Ribeiro a impor um trabalho de qualidade no sector defensivo combinando bem com os centrais, em especial com João Real e Yuri/Zé Castro/Estevam. Não treme nas saídas nem no confronto aéreo, demonstrando que é um dos melhores na sua posição aos 28 anos.

Resta saber qual o futuro da Académica mal termine a temporada… um fracasso na subida pode força a saída do guardião… uma subida e estará de regresso a um palco que já merecia ter conquistado mais oportunidades.

SITUAÇÃO ACTUAL: RESCISÃO COM A ACADÉMICA E CONTRATADO PELO FC PAÇOS DE FERREIRA

Intervenção a evitar o empate ante o Covilhã

DIOGO COELHO (CD NACIONAL)

Posição: Defesa-Central
Valor de Mercado (dados transfermarkt): 500mil€
Clube: CD Nacional
Nº de jogos/golos em 2017/2018: 33/2
Nacionalidade: Português
Internacional: Não
Idade: 24

Os alvinegros estão no 1º lugar do campeonato e para além do goleador Ricardo Gomes, há ainda outros nomes a destacar como Vítor Gonçalves, Christian, Nuno Campos, Kaka, Camacho ou Cerqueira. Contudo, a experiência de um jovem central tem dado outra forma ao Nacional nos momentos cruciais desta temporada, falamos de Diogo Coelho.

Formado no Pontassolense e, depois, no Nacional da Madeira cedo chegou ao plantel principal pela mão de Pedro Caixinha com apenas 19 anos, mas a afirmação não foi logo.

Com passagens bem sucedidas pelo Covilhã (3ª melhor defesa do campeonato), GD Chaves (igualmente a 3ª menos batida) e Académica de Coimbra (melhor defesa num campeonato onde estava o super-Portimonense de Vítor Oliveira), foi nesta temporada que a direcção confiou no seu talento.

Muito seguro dentro da área, apresentando um vigor físico de inegável qualidade, o central muito raramente perde um duelo aéreo conseguindo segurar o seu adversário com segurança. Não comete faltas desnecessárias, tem sempre atenção o seu posicionamento e ocupa bem a sua zona de decisão.

Na estratégia que Costinha implementou, os centrais têm de saber jogar, entrando no jogo dos passes ou participação no “miolo” de jogo a fim de pressionar o adversário com força e, ao mesmo tempo, segurança.

Neste papel Diogo Coelho é um dos jogadores que melhor executa esse trabalho na Ledman Liga Pro e o facto de ter quase 130 jogos na segunda liga demonstra que é um central de alta qualidade.

Os 44 golos sofridos do Nacional da Madeira são um factor curioso, pois estão em 10º lugar na tabela das equipas com mais golos sofridos… isto explica-se pelo facto de existir alguma falta de equilíbrio no sector intermediário (Christian é um médio mais virado para as recuperações e sair para o ataque do que ficar como trinco retraído na defesa) e de alguma falta de comunicação dentro da defesa.

Com o seu contrato perto de findar, ficará a cabo de Rui Alves a decisão de renovar com um central muito apetecível para clubes queiram um jogador seguro, inteligente, sério e ao mesmo tempo com os traços físicos necessários para aguentar com avançados mais dinâmicos ou insistentes.

SITUAÇÃO ACTUAL: RENOVAÇÃO DE CONTRATO POR MAIS DUAS ÉPOCAS

Condução de bola e golo frente ao FC Porto “B” 

 


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter