WOD do you mean DOUBLE DEATH?

Cláudia Espirito-SantoMaio 24, 20191min0

WOD do you mean DOUBLE DEATH?

Cláudia Espirito-SantoMaio 24, 20191min0
Agachamentos e Burpees, repetições e minutos... uma mistura explosiva que vai te forçar a ir ao limite sem precisar de muito! Um WOD de doubles... pronto para testar esta "recomendação"?

É isso mesmo, um duplo WOD simples e eficaz para fazer no fim de semana e ficar com o pulmão no chão.  Em termos de material não é preciso NADA.  A única coisa necessária é o cronometro do telemóvel e um pouco de força de vontade para envergar neste desafio… duplo 🙂

Após aquecer um pouco as articulações podemos passar à nossa Morte Dupla.  Morte porque… o WOD é Death by Squats seguido de Death by Burpees.  As calorias prometem derreter com estes dois simples exercícios e se conseguirem companhia para fazer acreditem que é bem mais giro.

Death by Squats:

No minuto zero, fazer dois agachamentos (descansar até ao minuto seguinte… aproveitem… acreditem que vão precisar)

No minuto um… fazer quatro agachamentos

A cada minuto que passa aumentar 2 repetições até ser impossível terminar as repetições exigidas no tempo disponível.

Assim que ocorre o “Death by Squats” (não conseguimos fazer todas as repetições previstas para aquele minuto) apontar o tempo (se um dia repetirem este WOD vão querer ver se conseguiram ter melhor resultado 😉

Descansar 2 minutos 

Death by Burpees

Colocar o cronometro a zero e desta vez será um Burpee a cada minuto.

No minuto zero, fazer um Burpee  (descansar até ao minuto seguinte… aproveitem… aqui vão precisar ainda mais e estão a recuperar dos agachamentos)

No minuto um, dois burpees

E assim sucessivamente até ser impossível terminar as repetições previstas para aquele minuto.

Tentem ultrapassar os 12 minutos de burpees.  Vão ver que vale a pena!


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter