Torneios de Pré-Época de futebol de praia de 2022 em Portugal

Tiago PelicanoMaio 25, 20223min0

Torneios de Pré-Época de futebol de praia de 2022 em Portugal

Tiago PelicanoMaio 25, 20223min0
A pandemia forçou a paragem nos torneios de pré-época no futebol de praia, que nunca mais voltaram, e Tiago Pelicano explica o porquê de ser necessário o seu regresso

A época de Futebol Praia em Portugal tem começado cada vez mais cedo, este ano de 2022 ficou marcado pelo início da época com uma nova competição, a SuperTaça de Futebol Praia, que deu abertura no dia 15 de Abril. A Elite 2022 iniciou-se a 24 Abril, mas estamos a falar de 8 equipas, as restantes equipas do campeonato nacional, só iram entrar em ação por volta do mês de Junho, quase 2 meses após o início da época.

Com isto como é que as equipas se preparam para uma época que cada vez mais deixa de ser sazonal e cada vez mais requer uma preparação anual e não apenas de 1 mês antes da competição?

Sabemos que o mundo do Futebol Praia é pequeno e que toda a gente se conhece ou com facilidade se chega à fala com quem quer que seja, mas jogos amigáveis não chegam, não têm o contexto competitivo que um campeonato ou torneio têm, não conta 3pts ou uma passagem à fase seguinte da competição e sabemos também que não tem o contexto real da arbitragem em que quem apita as faltas são os treinadores.

Antes do Covid-19 estávamos a caminhar bem no sentido de ter um calendário a iniciar-se em meados de Fevereiro/Março e que se estendia até início de Agosto.

Tínhamos a abertura da época em Lisboa, com a Liga de Inverno, havia o torneio organizado pelo GRAP, o torneio em Ansião, em meados de Abril tínhamos a Sesimbra Cup que já se estava a tornar um torneio com algum reconhecimento e para muitas equipas nacionais ainda há a EuroWinners Challenge ou Nazaré Challenge que serve para muitas equipas como torneio de pré-época.

Mas com o Covid-19, todas essas competições pararam e 2 anos pós pandemia nenhuma regressou, mantendo-se apenas a EuroWinners que não parou, reduziu o número de equipas participantes em 2021, mas este ano a regressar à normalidade.

É por isso importante que se repense a pré-época de todas as equipas, não só as equipas da Elite, que começam a pré-época e mesmo os amigáveis são difíceis de agendar pelo reduzido número de equipas em atividade, mas também as equipas do campeonato nacional, que começando as competições oficiais muito mais tarde, veem-se muitas vezes privadas de um maior número de jogos por época por não existirem as tais competições de pré-época.

É necessário voltar a realizar torneios, convidar as equipas a iniciarem a atividade mais cedo, para que no futuro, consigamos que a nossa linda modalidade possa ser o ano inteiro, separando-nos da ideia de que somos uma modalidade de Verão.

Seria interessante ver uma Liga de Inverno, fazendo regressar um pouco o antigo campeonato nacional, onde se iniciava o campeonato por series e quem passava ia depois disputar com as restantes o campeonato, ou então existir uma Liga de Inverno por regiões organizada pelas associações.

Será certamente um desafio lançado por nós, Fair Play, que haja um pensamento profundo sobre este assunto, quer pela FPF, quer pelas associações ou até mesmo pelos clubes, que são os principais interessados.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter