Alexander Zverev, o rei de Colónia

André Dias PereiraOutubro 26, 20201min0

Alexander Zverev, o rei de Colónia

André Dias PereiraOutubro 26, 20201min0

Em Colónia, na Alemanha, Alexander Zverev fez o papel de anfitrião e não desiludiu. O número 7 mundial venceu os dois torneios realizados na sua terra natal integrados no novo calendário que substituiu a temporada asiática.

Este domingo, dia 25, Zverev levou a melhor sobre Diego Schwartzman por 6-2 e 6-1. E pode-se dizer, talvez, que este triunfo tenha sido o mais assertivo dos 8 jogados em Colónia. O alemão precisou apenas de 72 minutos para ganhar o 13 troféu da sua carreira. Ele é, aliás, um dos sete tenistas que em 2020 conquistaram mais do que um torneio. Por seu lado, Diego Schwartzman chegou ao seu terceiro vice-campeonato em três finais disputadas na temporada 2020. O último título do argentino de 28 anos de idade foi no ano passado no ATP 250 de Los Cabos.

Ao longo da semana, Zverev deixou para trás jogadores como Joh Millman (6-3, 0-6 e 6-3), Adrian Mannarino (6-4, 6-7 e 6-4) e Jannik Sinner (7-6 e 6-3).

Na semana anterior, o alemão havia vencido o primeiro torneio diante Auger-Aliassime, por duplo 6-3. O jovem canadiano continua ainda em busca do seu primeiro título ATP, tendo perdido finais para  Laslo Djere, Benoit Paire, Matteo Berrettini, Gael Monfils e Stefanos Tsitsipas.

Para chegar à final, Zverev eliminou Fernando Verdasco, Lloyd Harris, Bautista Agut e Alejandro Fokina.

O alemão, de resto, parece dar-se bem no seu país. Em 2017 e 2018 já havia vencido igualmente o torneio de Munique. No mais, Zverev já se qualificou para o ATP Finals, em Londres, prova que venceu em 2018.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter